Os Mais Ferozes e Fanáticos ‘Defensores da Vacina Covid mRNA’ já estão admitindo a verdade

Mesmo o The New York Times, um dos mais importantes instrumentos [pre$$tituta$] da propaganda do establishment, não pode mais esconder a gritante realidade sobre injeções de mRNA para sempre. Na semana passada, o Times publicou um artigo com o título: “Você deveria receber outro reforço da Covid?” O subtítulo do artigo dizia: “A Grã-Bretanha e o Canadá autorizaram outra rodada de doses de reforço”, sugerindo que os EUA foram de alguma forma negligentes ao não fazê-lo.

Os Mais Ferozes e Fanáticos ‘Defensores da Vacina Covid mRNA’ já estão admitindo [engolindo] a verdade

Fonte: AlexBerenson.Substack.com

E a matéria foi escrita por Apoorva Mandavilli, uma das piores repórteres (pre$$tituta$) da Covid. Portanto, presumi que o artigo dela estaria cheio com as bobagens de sempre, especialmente porque a primeira pessoa que Mandavilli citou foi a Dra. Celine Gounder, que entusiasticamente empurrou ruidosamente as injeções experimentais de mRNA.

Depois que o marido de Gounder morreu de aneurisma da aorta, ela atacou em janeiro os céticos das injeções mRNA (incluindo eu) que questionaram se as injeções de mRNA poderiam estar ligados à morte de seu marido – embora os médicos tenham relatado repetidamente casos de aneurismas pós-“vacinas”.

Em seu artigo de janeiro, Gounder até reclamou que a revogação do mandato da vacina Covid das forças armadas pelo Congresso “ameaça a prontidão militar”. (Bobagem, é claro. Soldados e fuzileiros navais da linha de frente são jovens, aptos e muito saudáveis, colocando-os em risco muito maior de miocardite relacionada as injeções mRNA do que o próprio vírus Covid.)

Então, eu fiquei surpreso que Gounder ofereceu a recomendação mais morna possível para mais doses de mRNA para a repórter Mandavilli. A maioria das pessoas não deveria receber mais reforços, mesmo uma vez por ano, disse ela. Ela endossou injeções regulares apenas para “pessoas imunocomprometidas e pessoas em casas de repouso”. A verdadeira palavra é “asilos”.

Ao mencioná-los, Gounder não estava sugerindo que todos com mais de 65 anos – ou mesmo 85 – deveriam receber mais doses das injeções mRNA. Os lares de idosos são efetivamente meros hospícios para a maioria dos seus residentes. Cerca de um terço de seus residentes morre a cada ano, segundo um estudo de 2018; um estudo de 2010 teve resultados ainda mais sombrios, relatando uma sobrevida média de cinco meses após a admissão.

O que Gounder estava dizendo é que apenas os muito frágeis – que provavelmente têm pouco risco ou benefício com as injeções (ou, na realidade, de qualquer intervenção médica) – ainda devem recebê-las regularmente [talvez para morrerem mais rápido].

Em contraste, em outubro último, Gounder ofereceu conselhos muito diferentes, recomendando reforços para todos com mais de 50 anos “o mais rápido possível”. (Celine Gounder vê a Luz.)

A rejeição de Gounder aos reforços anuais é particularmente impressionante porque  ela  e outros “especialistas” em saúde pública promovem alegre e fanaticamente as vacinas anuais contra a gripe, apesar de sua  comprovada inutilidade

A teoria parece ser que as vacinas contra a gripe tiram os velhos de casa, ou aumentam os lucros da Walgreen, ou algo assim. De qualquer forma, elas “provavelmente” não fazem mal, mesmo que não façam bem, então por que não?

No entanto, Gounder não está mais aplicando a mesma lógica as injeções experimentais de mRNA..

 “Eu não acho que reforços anuais para todos façam sentido”, ela declarou.

O que implica que o vírus Covid agora é ainda menos perigoso que a gripe sazonal (possível, mas improvável), ou as vacinas mRNA são ainda mais inúteis (o que implicaria eficácia negativa), ou então … elas são realmente mais perigosas do que as vacinas de vírus inativados contra a gripe.

Em 25 de fevereiro de 2009, durante uma reunião [Council of Eugenics] da OMS, o judeu khazar Henry Kissinger declarou: “Uma vez que o rebanho (os bovinamente zumbis) aceita as vacinas obrigatórias, o jogo termina. Eles aceitarão qualquer coisa – doação forçada de sangue ou órgãos – para um bem maior, NÓS PODEMOS MODIFICAR GENETICAMENTE E ESTERILIZAR CRIANÇAS, para um bem maior – Controle as mentes das ovelhas e você controla o rebanho. Os fabricantes de vacinas devem ganhar bilhões. E muitos de vocês nesta sala são investidores. É uma grande vitória para todos. Nós reduzimos o rebanho e o rebanho nos paga pelos serviços de extermínio“.

Mas a Drª Gounder não foi a única defensora da vacina citada no artigo do Times. Mandavilli também conversou com o Dr. Paul Offit. Ninguém jamais confundirá Offit com Robert F. Kennedy Jr. – ele é diretor do Centro de Educação em Vacinas do Hospital Infantil da Filadélfia.

Em abril de 2021, Offit disse simplesmente o seguinte sobre as injeções experimentais de mRNA:

Certamente, ninguém poderia prever que essas vacinas de mRNA funcionariam tão bem ou seriam tão seguras quanto são…  Não acho que você poderia ter inventado uma vacina que parecesse mais perfeita” !!!!!!!!!!!! . . .

Menos de dois anos depois, o Dr. Offit rejeitou a aplicação de “mais doses” dessas vacinas “perfeitas” de mRNA. Para todos. Mesmo os imunocomprometidos. Mas ainda mais impressionante do que a rejeição de Offit pelas vacinas mRNA foram as palavras que ele usou:

“Dada a falta de dados, não acho justo dizer às pessoas: ‘Injete-se com um agente biológico‘”, disse o Dr. Paul Offit.

(Ou seja, A Perfeição das injeções mRNA nunca existiram então…)

Os fanáticos defensores das vacinas mRNA covid evitam veementemente esse tipo de linguagem, por razões óbvias. Injetar-se com um agente biológico? Sim, eu passei em branco, nenhuma dose sequer.

Mas a falha das injeções experimentais de terapia genética mRNA, falsamente chamadas de vacinas “PERFEITAS” agora é tão óbvia que o Dr. Offit e seus colegas defensores da PSEUDO vacina não têm escolha a não ser tentar descartá-las se quiserem salvar vidas, e também A SUA CREDIBILIDADE E SUAS CARREIRAS.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

0 resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.310 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth