browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Raios cósmicos estão se intensificando e aumentando a abrangência da área afetada

Posted by on 31/08/2019

foton-belt-cinturão-de-fotons (1)Durante 2017, monitores de nêutrons em torno do Círculo Polar Ártico, perto do polo norte perceberam uma intensidade crescente da chegada de raios cósmicos. As altas latitudes polares são um bom lugar para fazer tais medições, porque o campo magnético da Terra se funde ao polo norte e concentra a radiação cósmica lá. Os raios cósmicos, que são acelerados para a Terra por explosões de estrelas supernovas (mas também e principalmente por emissões do SOL CENTRAL da nossa Galáxia) distantes e outros eventos violentos, são uma forma importante na equação de análise do clima espacial.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Raios cósmicos estão se intensificando e aumentando a abrangência da área afetada

Fonte: http://news.spaceweather.com/

Acontece que os pólos da Terra já não são mais o único lugar em que os raios cósmicos estão se intensificando. O site Spaceweather.com (Clima Espacial) e os estudantes do Earth to Sky Calculus lançaram balões de hélio para a estratosfera para medir a chegada da quantidade de radiação cósmica, e eles encontraram e identificaram a mesma tendência de aumento acontecendo sobre a Califórnia:

raios-cosmicos-california

Nesta ação, as medidas do monitor de nêutrons da Universidade de Oulu Cosmic Ray Station são rastreadas em vermelho; as medições de raios-gama / raios X sobre a Califórnia são anotados em cinza. O acordo entre as duas curvas é notável. Isso significa que a intensificação dos raios cósmicos faz-se sentir não só sobre os pólos, mas também já sobre as latitudes mais baixas, onde o campo magnético da Terra proporcionaria um maior grau de proteção contra a radiação do espaço profundo.

Os raios cósmicos, que são acelerados para a Terra por explosões de estrelas supernovas (mas também e principalmente por emissões do SOL CENTRAL da Galáxia) distantes e outros eventos violentos, são uma forma importante na equação de análise do clima espacial. Eles podem semear nuvensdesencadear tempestades de raios e penetrar em aviões comerciais.

Na verdade, nossas medidas mostram que alguém que voar de avião de um lado para outro nos EUA continental, apenas uma vez, pode absorver tanta radiação cósmica ionizante quanto 2 a 5 radiografias dentárias. Da mesma forma, os raios cósmicos podem afetar alpinistas, drones de alta altitude e astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional.

centrodaGaláxia

A NASA registrou poderosas emissões de ondas de energias (Cinturão de Fótons) desde o Buraco (Hunab KU-Sol Central) Negro do SOL CENTRAL no Centro da nossa Galáxia Via Láctea. O novo telescópio NuSTAR- Nuclear Spectroscopic Telescope, gravou esta expansão violenta de energia emitida pelo supermassivo buraco negro chamado de Sagitário A do SOL CENTRAL no Centro da nossa Galáxia Via Láctea no final de julho. A imagem de fundo mostra um amplo campo de visão, em infravermelho do centro da Galáxia. Inserções de zoom no buraco negro gravou como a energia se inflama desde o centro em repouso, explodindo para em seguida, desaparecer. O gás mais quente, localizado perto do buraco negro, pulsa como o ponto branco central visto nas imagens de raios-X. O gás um pouco mais frio fica associado com um gás remanescente de uma velha explosão de uma supernova nas proximidades e é responsável pela existência da nuvem circundante (DO RAIO) rosa. Foto: NASA / JPL-Caltech. (NASA)

Este tipo de radiação é modulada pela atividade solar. As tempestades solares e as emissões de massa coronal (os CMEs) tendem a varrer os raios cósmicos, tornando mais difícil que eles atinjam a Terra. Por outro lado, a baixa atividade solar do atual Ciclo de Minimum Solar permite que uma grande dose extra de raios cósmicos atinja a superfície de nosso planeta e a humanidade.

Isiscosmi

ÍSIS esta recolhendo seu VÉU e emitindo um chamado “aos que tem ouvidos para ouvir e olhos para ver”.

Na verdade, o contínuo aumento da intensidade dos raios cósmicos é provavelmente devido a um declínio no ciclo solar de nossa estrela local, o nosso SOL.

O ciclo Solar Maximum passou e nós estamos indo em direção a um novo ciclo Solar Minimum. Os meteorologistas do clima espacial esperam que a atividade solar diminua acentuadamente nos próximos anos, e os raios cósmicos estão preparados para aumentar de acordo eles o que aumentará consideravelmente a penetração dos raios cósmicos profundos até a superfície planetária e de alguma forma afetando a humanidade. Fique atento para mais radiação.


“Por trás do véu de caos existe ainda outro e outro desse tipo. Seja sincero, não lisonjeie e nem amaldiçoe  falsamente o divino, e posso, então, garantir-lhes que uma vez na vida lhes será oferecida uma oportunidade de saber tudo o que existe para saber e, assim, trazer a vocês a PAZ espiritual. 

Se vocês estiverem desconfortáveis dentro da vestimenta (o corpo humano de barro) de peregrinação (como a maior parte de sua raça), tenham paciência e trabalhem, pois foi profetizado: os grandes mistérios serão revelados a todos no dia em que o sumo sacerdote de Ra chegar ao meio-dia e gritar: “Venham todos, aprendam e conheçam, pois ”ÍSIS ESTA SEM VÉU“.  EU SOU Benagraba de Delment


 “Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA  se aproxima  RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes.

Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol)  que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. Saiba mais AQUI 


Muito mais informações, LEITURA ADICIONAL:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

phi-golden-ratiowww.thoth3126.com.br

One Response to Raios cósmicos estão se intensificando e aumentando a abrangência da área afetada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.