browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Rússia zomba da mídia PRE$$TITUTE$ ocidental por “Falsas Previsões” de ‘Invasão da Ucrânia’

Posted by on 16/02/2022

Vários meios de comunicação [da propaganda do] ocidente ALERTARAM [falsa e intencionalmente] que Moscou invadiria a Ucrânia na manhã desta quarta-feira. A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia pediu em tom de brincadeira aos meios de comunicação de desinformação ocidentais que publicassem o cronograma futuro das “invasões” de Moscou à Ucrânia, depois que a previsão anterior [para o dia 16, hoje] de uma incursão militar dos militares da Rússia passou sem incidentes, com a pseudo invasão falhando miseravelmente.

Rússia zomba da mídia PRE$$TITUTE$ ocidental por “Falsas Previsões” de ‘Invasão da Ucrânia’

Fontes: Rússia TodaySummit News

Escrevendo no Telegram, Maria Zakharova zombou de veículos de “propaganda”, a mídia pre$$titute$, americanos e britânicos, que sugeriram que a Rússia lançaria uma invasão em vários momentos na manhã dessa quarta-feira. Essas previsões provaram estar erradas.

“[Fazemos] Um pedido para a mídia de desinformação dos EUA e do Reino Unido como Bloomberg, The New York Times, The Sun, etc. Por favor, anuncie o cronograma de nossas ‘invasões’ para o próximo ano. Gostaria de planejar férias”, brincou Maria Zakharova, oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia

Rússia zomba da mídia ocidental por previsões erradas de 'invasão'
Maria Zakharova, representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, durante um briefing em Moscou ©  Serviço de Imprensa do Ministério das Relações Exteriores da Federação Russa

Desde o final de outubro, os meios de comunicação ocidentais sugeriram que o Kremlin está planejando uma invasão da Ucrânia. Nas últimas semanas, as sugestões de que uma guerra é iminente tornaram-se mais frequentes e histéricas. Esta alegação foi repetidamente negada pelo Kremlin, e também foi minimizada pelo próprio presidente ucraniano Volodymyr Zelensky.

Nessa terça-feira, os tablóides britânicos The Sun e The Mirror publicaram alegações de que a Rússia estava planejando invadir a Ucrânia na manhã de quarta-feira. Após esse prazo, o The Sun mudou sua manchete para afirmar que a guerra poderia começar “a qualquer momento”.

A agência americana Bloomberg, que já havia informado erroneamente que uma invasão já havia começado, sugeriu que a Rússia poderia atacar em 15 de fevereiro, citando “autoridades anônimas”. Esta data também passou sem incidentes.

Falando na terça-feira, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, classificou as previsões de invasão como “um genuíno terrorismo de informação” e afirmou que todos os movimentos de tropas russas perto da fronteira ucraniana eram parte de exercícios militares planejados com antecedência.

Aliado da Ucrânia diz que ataque russo agora é altamente improvável

A “propaganda” da mídia pre$$titute$, à serviço do Deep State, errou novamente.

Apesar do enorme esforço de criar pânico e a mídia legada relatar sem fôlego que a Rússia escolheu hoje – 16 de fevereiro – como a data para atacar a Ucrânia, um dos aliados mais próximos do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky agora diz que as chances de isso acontecer são praticamente ZERO.

Na sexta-feira, foi relatado que a CIA e os militares americanos alertaram Berlim e outros países da OTAN que Moscou estava pronta para lançar uma invasão maciça à Ucrânia em 16 de fevereiro.

Isso foi então divulgado nas manchetes dos principais meios de mídia ocidentais, com jornais como o Sun relatando que uma “blitz maciça de mísseis” foi planejada, juntamente com 200.000 soldados russos prontos para a invasão, para a 1h desta manhã.

Mas Moscou imediatamente começou a retirar as tropas da região fronteiriça e nada aconteceu.

Presumivelmente, a mesma mídia de propaganda e desinformação do regime que constantemente reclama de “desinformação” e “verificação de fatos” não terá que verificar suas própria ”Fake News”. Ou talvez não.

Respondendo à excitação, David Arakhamia, o chefe da facção “Servo do Povo” no parlamento de Kiev, minimizou as chances de uma incursão russa.

“Durante a escalada na primavera de 2021, 220.000 soldados e equipamentos russos estavam concentrados nas fronteiras da Ucrânia – teoricamente o suficiente para um grande ataque”, explicou. “Agora, a Rússia tem 123.000 soldados, quase metade do número, na fronteira ucraniana. Do ponto de vista militar, como eles nos explicaram, um ataque em grande escala é impossível… Nossa inteligência não vê sinais de que os russos estejam se preparando diretamente [para um massivo ataque]”, acrescentou.

Arakhamia disse que agora está “99,9% confiante de que nada vai acontecer” hoje.

Para grande desgosto do Estado Profundo, o Kremlin agora parece estar certo ao insistir que sua retórica sobre uma invasão russa era mera “histeria” e pura fabricação de um frenesi de medo e pânico.

Mas mesmo fazer essa observação provavelmente vai gerar acusações de que você está na folha de pagamento do Kremlin, com o regime irritado com o site Zero Hedge por meramente publicar artigos escritos por especialistas independentes que não são “líderes de torcida” da OTAN e seus marionetes.

Pequim também opinou sobre a questão, afirmando que as alegações duvidosas de um ataque russo prejudicaram as relações internacionais e a economia.

“Nos últimos dias, os Estados Unidos vêm atiçando a ameaça de guerra, criando artificialmente uma atmosfera tensa, que desferiu um sério golpe na economia, na estabilidade social e nas condições de vida do povo da Ucrânia”, disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China. Wang Wenbin.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to Rússia zomba da mídia PRE$$TITUTE$ ocidental por “Falsas Previsões” de ‘Invasão da Ucrânia’

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.