Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Satélites Starlink foram destruídos pelo Deep State para evitar o início das Comunicações Quânticas?

Tem havido muita especulação sobre a destruição de 40 dos 49 microssatélites Starlink em 8 de fevereiro que foram derrubados pelo Deep State, de acordo com informações recebidas por Elena Danaan, de seu principal contato extraterrestre, o pleliadiano Thor Han Eredyon, da Federação Galáctica. Elena Danaan acaba de publicar um artigo que lança mais luz sobre Elon Musk e a rede de satélites Starlink com base em informações recebidas anteriormente de uma extraterrestre feminina com origem no sistema estelar de Alpha Centauri com quem ela anteriormente teve um encontro cara a cara em uma pequena cidade na Irlanda há pouco mais de um mês.

O corrupto ESTABLISHMENT fará qualquer coisa para impedir que sites como o nosso revelem a verdade. A mídia corporativa Big Tech faz isso desmonetizando sites como o meu, bloqueando o site da receita de publicidade. Se você receber e perceber algum valor real deste site, mantenha-o funcionando com uma doação.


Satélites Starlink foram destruídos pelo Deep State para evitar o início das Comunicações Quânticas?

Fonte: Exopolitics.Org

O corrupto ESTABLISHMENT fará qualquer coisa para impedir que sites como o nosso revelem a verdade. A mídia corporativa Big Tech faz isso desmonetizando sites como o meu, bloqueando o site da receita de publicidade. Se você receber e perceber algum valor real deste site, mantenha-o funcionando com uma doação.

Em seu artigo, Elena explica como conheceu a extraterrestre de aparência nórdica e seu marido em dezembro de 2019 em um lançamento de livro na Irlanda e foi informada de que eles eram ‘americanos’ trabalhando em projetos avançados de tecnologia de comunicação em Los Angeles, Califórnia. Na época, Elena não sabia sobre suas verdadeiras origens, mas apenas observou sua beleza impressionante e sua estranheza. Elena diz que ficou muito surpresa quando a mesma mulher ligou para ela dois anos depois, em 4 de janeiro de 2022, e marcou um encontro.

Na reunião, a extraterrestre nórdica se identificou como proveniente do sistema estelar de Alpha Centauri, e que ela e outros viviam na Terra já há algum tempo incógnitos e se integraram à população humana. Em 2006, escrevi um artigo e segui com uma apresentação de conferência sobre extraterrestres vivendo secretamente entre nós um ano depois.

Esse fato de seres extraterrestres de aparência humana se infiltrando na sociedade da Terra remonta, no mínimo, à década de 1950, quando famosos contatados como George Adamski e Howard Menger descreveram ajudar extraterrestres a passarem despercebidos vivendo incógnitos dentro de nossa sociedade planetária como seres comuns da Terra. Na mesma época, um grupo de extraterrestres começou a se revelar para mais de 100 italianos e outros europeus no que é conhecido como o ‘caso da amizade’. A reunião que Elena descreveu não é, portanto, única, dada às inúmeras histórias de extraterrestres secretamente vivendo entre nós.

Em sua reunião de janeiro de 2022 com a alien nórdica, que Elena discute em seu artigo , a mulher extraterrestre explicou a importância futura da rede de satélites Starlink e de Elon Musk:

Então… ela entrou no assunto real e eu fiquei surpreso no início com sua pergunta. Ela me perguntou qual provedor de internet eu tinha e ela me aconselhou fortemente a ir para o Starlink. Ela disse que a Starlink se tornaria muito grande e assumiria principalmente todos os sistemas de comunicação em um futuro próximo, e que Elon Musk investiu mais fundos no desenvolvimento de tecnologias de retransmissão de órbita inferior. Ela continuou falando sobre ele, dizendo que ele se tornaria muito importante em breve, para o bem maior da humanidade, num futuro próximo e distante. Ela disse assim: “ele e eu somos da mesma origem”.

O comentário da mulher nórdica sobre o futuro de Starlink e Elon Musk, e sua importância para o bem da humanidade é muito revelador. Se os comentários dela sobre a Starlink assumir os sistemas de comunicação em um futuro próximo forem precisos, isso nos dará uma visão poderosa sobre quem estaria por trás da perda de 40 satélites Starlink. No topo da lista de suspeitos estariam os proprietários do atual sistema global de comunicações – o Deep State.

Além disso, o comentário da mulher alien nórdica de que Musk é de Alpha Centauri evoca um cenário semelhante a Nikola Tesla, que acreditava, junto com vários de seus associados mais próximos, que ele era originalmente de Vênus. Arthur Matthews e Margaret Storm escreveram livros que descreviam a origem de Tesla como venusiana.

Um documento vazado do Grupo Majestic-12 descreve como extraterrestres de aparência humana no passado deixaram alguns de seus bebês com famílias da Terra para serem criados como seres humanos normais, mas eles teriam habilidades avançadas que facilitariam os avanços tecnológicos de nossa civilização no momento oportuno para tanto. Portanto, não é inédito que um inventor talentoso como Musk tenha origens fora do nosso mundo.

Em sua conversa com Elena , a nórdica falou sobre quando morava na Califórnia [um estado dos EUA pioneiro em desenvolver novas tecnologias] e trabalhar em tecnologias avançadas antes de comprar uma casa na Irlanda:

Ela: Estávamos morando perto de LA antes de comprar uma casa aqui, mas ainda viajo muito. 

Eu: O que você estava fazendo lá, como trabalho? Lembro que você disse que estava instalando novas tecnologias nas casas das pessoas? Para qual empresa foi?

Ela: Tínhamos nossa própria empresa privada. Somos engenheiros de alto nível. Era uma tecnologia nova, muito avançada, que tinha a ver com conectividade. Um tipo de Wi-Fi, se você quiser, mas baseado em tecnologia quântica retransmitida para conectividade de órbita mais baixa. Isso é tudo o que posso dizer.

Esta é uma informação muito significativa, pois sugere que o objetivo real do Starlink é configurar um sistema de comunicação global Wi-Fi baseado em tecnologia quântica, e não através da transmissão de frequências eletromagnéticas (EMF) da órbita terrestre inferior. Um sistema de comunicação quântica é baseado em ideias como ‘teletransporte quântico’ e ‘emaranhamento quântico’ que usam fótons, conforme explicado por um repórter científico , Martin Giles:

O teletransporte quântico funciona criando pares de fótons emaranhados e enviando um de cada par para o remetente dos dados e o outro para o destinatário. Quando Alice recebe seu fóton emaranhado, ela o deixa interagir com um “qubit de memória” que contém os dados que ela deseja transmitir para Bob. Essa interação altera o estado de seu fóton e, como está emaranhado com o de Bob, a interação também altera instantaneamente o estado de seu fóton.

Enquanto muitos temem que a rede de satélites Starlink de Elon Musk crie um sistema 5G que emitirá frequências nocivas (60 a 95 GHz) para sufocar e controlar a humanidade globalmente, a extraterrestre nórdica que contatou Elena está sugerindo que o objetivo real é desenvolver um sistema de comunicações quânticas que não seria baseada em nociva EMF.

Simplificando, as comunicações quânticas usarão fótons emaranhados, permitindo comunicações instantâneas a grandes distâncias, enquanto as comunicações convencionais usam elétrons para gerar ondas EMF que viajam na velocidade da luz. Isso afeta severamente a utilidade das comunicações baseadas em EMF para viagens espaciais profundas e a torna praticamente inútil para viajantes interestelares e intergalácticos.

Outra grande vantagem da comunicação quântica é que as ‘gaiolas de Faraday’ [de Nikola Tesla], que bloqueiam as ondas EMF criando uma gaiola de metal ao redor dos locais, não bloqueariam esse tipo de transmissão. Um sistema baseado em quantum poderia assim ser usado por submarinos – cujos cascos funcionam como gaiolas de Faraday – e no espaço profundo por espaçonaves para comunicações instantâneas. Portanto, não é surpresa que os extraterrestres usem comunicação quântica em distâncias interestelares sem nenhum atraso ou ondas EMF prejudiciais, e que estejam incentivando inventores como Musk a introduzir isso na nossa civilização para uso em geral.

É isso que torna as alegações de que Musk está usando a rede Starlink para criar um sistema WiFi baseado em quantum tão surpreendente. Se as alegações dos nórdicos sobre Musk forem precisas, a rede de satélites Starlink poderia ser usada para libertar, em vez de suprimir e controlar ainda mais a humanidade, usando uma nova geração de satélites em órbita da Terra que criariam a próxima geração de comunicações.

Aparentemente, esse tipo de tecnologia de comunicação quântica estava sendo desenvolvida anteriormente na Califórnia pelos extraterrestres nórdicos de Alpha Centauri antes da intervenção do Deep State, como a seguinte conversa entre Elena e a extraterrestre nórdica claramente alude :

[Ela] Saímos dos EUA porque perdemos tudo.

Eu: Lamento ouvir isso. Então é por isso que você deixou a Califórnia. Como isso aconteceu?

Ela: Nossa casa pegou fogo. Eles queimaram uma cidade inteira. Muitos de nós morreram. 

As observações da extraterrestre nórdica deixam claro que a cidade da Califórnia a que ela se refere é Paradise, que foi destruída [intencionalmente] em 8 de novembro de 2018. O incêndio de Paradise destruiu toda a cidade e forçou seus 27.000 moradores a fugir com mais de 80 mortes. Fontes da mídia pre$$titute$ tradicional, como a NBC News , citaram condições de seca, ventos fortes e equipamentos de transmissão elétrica defeituosos para o incêndio destrutivo que engoliu a cidade. Fontes alternativas de mídia [como sempre…], no entanto, identificaram sinais indicadores de uso de armas de energia direcionadas (DEW) baseadas em satélites sendo usadas para destruir a cidade. Por que Paradise foi alvo de DEWs?

Eu imediatamente fiquei desconfiado sobre a verdadeira causa do incêndio de Paradise na época do evento quando ouvi o testemunho de um de seus moradores, Ralph Ring. Ele enviou um e-mail aos apoiadores dizendo que sua casa em Paradise havia sido destruída, mas que ele e sua esposa escaparam ilesos.

Conheci Ralph no Havaí em 2007, quando ele fez uma apresentação em nossa conferência Earth Transformation sobre seu trabalho em um projeto de disco voador civil chamado OTC-XI, desenvolvido pelo inventor Otis Carr, que era um protegido/discípulo de Nikola Tesla. Ralph manteve contato nos anos seguintes e informou aos apoiadores que ele estava trabalhando em projetos de tecnologia avançada que revolucionariam o planeta. Era nisso que ele estava trabalhando em Paradise quando o fogo destruiu a cidade.

RELACIONADO:

Ao mesmo tempo, David Wilcock fez uma entrevista sobre o incêndio de Paradise, onde afirmou que suas fontes haviam revelado a ele em 2007 que muitos dos moradores de Paradise eram seres extraterrestres de Alpha Centauri trabalhando em projetos de tecnologia avançada em instalações subterrâneas. Isso significava que Paradise era o equivalente na vida real da cidade ‘Eureka’ na popular série de TV Eureka.

A admissão da mulher extraterrestre nórdica a Elena de que ela foi uma das impactadas pelo fogo e que muitos de seus companheiros haviam morrido significava que o Deep State tinha como alvo instalações subterrâneas ocultas usadas pelos extraterrestres. O inferno de fogo na superfície de Paradise foi criado como uma cobertura para eliminar essas instalações de tecnologia avançada usando DEWs baseados no espaço.

Agora sabemos por que o Deep State destruiu Paradise e os projetos de tecnologia de ponta em desenvolvimento.  Esses projetos ameaçavam os atuais sistemas de comunicações globais usando transmissões EMF prejudiciais que pesquisadores como o Dr. Joseph Mercola documentaram como extremamente prejudiciais à saúde humana [e a natureza e vida animal] a longo prazo.

Agora, quatro anos depois, o Starlink de Elon Musk foi alvo do Deep State usando DEWs baseados em superfície, de acordo com as comunicações de Thor Han . É improvável que a perda de 40 microssatélites impeça o lançamento do Starlink e seu futuro sistema WiFi global, já que mais de 1.700 satélites já estão atualmente em órbita.

Se o que a mulher nórdica extraterrestre disse a Elena Danaan for preciso, então a rede de satélites Starlink está destinada a desencadear um futuro sistema de comunicação Wi-Fi baseado em quantum que elimina a atual emissão de EMFs 5G extremamente prejudiciais. 

Isso explica por que Musk e suas empresas agora estão sendo alvo do Deep State usando seus recursos restantes na mídia convencional, ativos comprometidos na mídia alternativa e armas exóticas desenvolvidas pela indústria aeroespacial. Felizmente, há uma crescente Aliança da Terra de nações espaciais trabalhando com o Comando Espacial dos EUA e grupos extraterrestres positivos que apoiam os esforços de Musk e agirão para proteger seu sistema Starlink, e o revolucionário sistema de comunicações quânticas que eles estabelecerão para o benefício de toda a humanidade.

Uma versão em podcast deste artigo está disponível no YouTube e Rumble

Nota especial: em 26 de fevereiro apresentarei meu primeiro webinar do ano sobre “ O que está por vir em 2022 e além ”. Junte-se a mim enquanto mergulho profundamente na Mudança de Paradigma da Exopolítica que estamos prestes a testemunhar em todo o planeta à medida que a humanidade desperta.

© Michael E. Salla, Ph.D.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *