browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Suméria – Anunnaki: A Lista dos Reis Sumérios

Posted by on 09/04/2020

A Lista de Reis Sumérios {gravada no prisma Weld-Blundell na coleção cuneiforme do Museu Ashmolean} é um importante documento cronográfico da antiga Mesopotâmia. Ele lista uma longa lista de cidades na Suméria e nas regiões vizinhas onde o rei estava investido, os governantes que reinavam nessas cidades e a duração de seus reinos. A lista começa com o remoto passado mítico quando a realeza {os deuses Anunnaki} desceu do céu

Os governantes nas primeiras dinastias são representados com períodos  reinantes fantásticos. Alguns desses governantes como Etana, Lugal-banda e Gilgamesh são figuras míticas ou lendárias conhecidas também das composições literárias suméria e babilônica. Quando a Lista dos Reis Sumérios atinge os governantes históricos cujos reinos são atestados por suas inscrições reais, a duração de cada reinado torna-se mais realista {de acordo com a duração da vida do atual homem de “barro”}.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

A Lista de Reis Sumérios {gravada no prisma Weld-Blundell na coleção cuneiforme do Museu Ashmolean}: A lista de governantes da antiga Suméria, usada como estrutura para o estudo da {incrível} cronologia mesopotâmica {desde à chegada dos “deuses” Anunnaki}. 

Fontes:  https://www.livius.org/  e  http://cdli.ox.ac.uk/ {University of Oxford}

Quando descoberta e publicada pela primeira vez no início do século passado, a Lista de Reis Sumérios foi altamente valorizada como um documento histórico pelo seu potencial para verificar a validade da cronologia bíblica no Livro de Gênesis e reconstruir o mundo antigo e a história da Mesopotâmia antiga.

Mas a pesquisa acadêmica tem gradualmente se voltado para o valor historiográfico da Lista dos Reis, nos tempos em que foi composta. Especialmente, nota-se que a Lista dos Reis Sumérios foi composta para promulgar uma visão ou doutrina política de que o padrão de reinado ou hegemonia na Mesopotâmia só poderia ser exercido por uma cidade em um dado momento e por um período limitado.

Dizem que essa doutrina política foi usada pelos primeiros governantes da dinastia Isin (ca. 1953–1730 aC). ) legitimar-se como governantes legítimos da dinastia Ur III (ca. 2119–2004 aC). Conceitual e estilisticamente, a Lista de Reis Sumérios exerceu um impacto amplo e duradouro sobre várias composições literárias e fontes cronográficas da Mesopotâmia desde o período Ur III (ca. 2119–2004 aC) até o período helenístico (cerca de 290 aC).

Entre todos os exemplares existentes da Lista de Reis Sumérios, o prisma Weld-Blundell na coleção cuneiforme do Museu Ashmolean representa a versão mais extensa, bem como a cópia mais completa da Lista dos Reis Sumérios. Ele lista os governantes das dinastias antediluvianas a Suen-magir, o décimo quarto governante da dinastia Isin (ca. 1763–1753 aC). 

O prisma contém quatro lados com duas colunas de cada lado. Perfurado em seu eixo central, o prisma deveria originalmente ter um eixo de madeira passando pelo seu centro para que pudesse ser girado e lido em todos os quatro lados.



Dezesseis cópias (indicadas como A, B, C … P) deste texto são conhecidas, todas elas escritas em sumério, embora algumas delas mostrem claramente influência acadiana. O texto parece ter sido composto no final do terceiro milênio a.C. (período arqueológico Ur III – ca. 2119–2004 aC) e foi posteriormente atualizado. A sequência das cidades é idêntica à do texto do Eridu Genesis. O texto traduzido e aqui apresentado baseia-se na versão G, impressa em caracteres pictográficos da suméria em um prisma quadrado de Larsa.


Tradução

Depois que o reinado desceu do céu, o reinado esteve em Eridu.
Em Eridu, Alulim tornou-se rei; ele governou por 28.800 anos.
Alalgar governou por 36.000 anos.
Dois reis; eles governaram por 64.800 anos.
Então Eridu caiu e o reinado foi levado para Bad-tibira.
Em Bad-tibira, Enmen-lu-ana governou por 43.200 anos.
Enmen-gal-ana governou por 28.800 anos.
O divino Dumuzi {filho de Enki-Ea}, o pastor, governou por 36.000 anos.
Três reis; eles governaram por 108.000 anos.
Então Bad-tibira caiu e o reinado foi levado para Larak.
Em Larak, En-sipad-zid-ana governou por 28.800 anos.
Um rei; ele governou por 28.800 anos.
Então Larak caiu e o reinado foi levado para Sippar.
Em Sippar, Enmen-dur-ana se tornou rei; ele governou por 21.000 anos.
Um rei; ele governou por 21.000 anos.
Então Sippar caiu e o reinado foi levado para Šuruppak.
Em Šuruppak, Ubara-Tutu tornou-se rei; ele governou por 18.600 anos.
Um rei; ele governou por 18.600 anos.
Cinco cidades; oito reis governaram por 385.200 anos {da Terra, equivalentes a 107 Shars – anos – de Nibiru, 1 shar = 3.600 anos da Terra}. Então o Dilúvio varreu {à Terra}.


Depois que o Dilúvio varrera {a Terra} e o realeza {deuses} desceu do céu, o reinado esteve em Kis.
Em Kis, Giur se tornou rei; ele governou por 1.200 anos.
Kullassina-bêl governou por 900 anos.
Nan-GIŠ-lišma governou por 1.200 anos.
En-dara-ana governou por 420 anos, 3 meses e 3 ½ dias.
Babum governou por 300 anos.
Pu’annum governou por 840 anos.
Kalibum governou por 900 anos.
Kalumum governou por 840 anos.
Zuqaqip governou por 900 anos.
Atab governou por 600 anos.
Mašda, filho de Atab, governou por 840 anos.
Arwi’um, filho de Mašda, governou por 720 anos.
Etana, o pastor, que subiu ao céu e colocou todos os países em ordem, se tornou rei; ele governou por 1.500 anos.
Balih, filho de Etana, governou por 400 anos.
Enme-nuna governou por 660 anos.
Melem-Kis, filho de Enme-nuna, governou por 900 anos.
Barsal-nuna, filho de Enme-nuna, governou por 1.200 anos.
Samug, filho de Barsal-nuna, governou por 140 anos.
Tizkar, filho de Samug, governou por 305 anos.
Ilku’u governou por 900 anos.
Ilta-sadum governou por 1200 anos.
Enmen-baragesi, que destruiu as armas de Elam, tornou-se rei; ele governou por 900 anos.
Agga, filho de Enmen-baragesi, governou por 625 anos.
Vinte e três reis governaram por 23.310 anos, 3 meses e 3 dias e meio.
Então Kis foi derrotada e o reinado foi levado para Eanna.
Em Eanna, Meš-ki’ag-gašer, filho de Utu, tornou-se senhor e rei; ele governou por 324 anos. Meš-ki’ag-gašer entrou no mar e desapareceu.
Enmekar, filho de Meš-ki’ag-gašer, o rei de Uruk, que construiu Uruk, tornou-se rei; ele governou por 420 anos.
O divino Lugal-banda, o pastor, governou por 1200 anos.
O divino Dumuzi, o pescador, cuja cidade era Ku’ara, governou por 100.
Gilgamešh, cujo pai era um ser invisível, o senhor de Kulaba, governou por 126 anos.
Ur-Nungal, filho do divino Gilgamešh, governou por 30 anos.
Udul-kalama, filho de Ur-Nungal, governou por 15 anos.
La-bašer governou por 9 anos.
Ennun-dara-ana governou por 8 anos.
Mehehe, o ferreiro, governou por 36 anos.
Melem-ana governou por 6 anos.
Lugal-ki-GIN governou por 36 anos.
Doze reis governaram por 2310 anos.
Então Uruk foi derrotada e o reinado foi levado para Ur.
Em Ur, Mes-ane-pada se tornou rei; ele governou por 80 anos.
Meš-ki’ag-Nuna, filho de Mes-an-pada, tornou-se rei; ele governou por 36 anos.
Elulu governou por 25 anos.
Balulu governou por 36 anos.
Quatro reis governaram por 177 anos.
Então Ur foi derrotada e o reinado foi levado para Awan.
Em Awan, […] tornou-se rei; ele governou por […] anos.
[…] – Lu governou por […] anos.
Kul […] governou por 36 anos.
Três reis governaram por 356 anos.
Então Awan foi derrotado e o reinado foi levado para {de novo} Kis.
Em Kis, Su-suda, o mais completo, tornou-se rei; ele governou por 200 + N anos.
Dadase governou por 81 anos.
Mamagal, o barqueiro, governou por 240 + N anos.
Kalbum, filho de Mamagal, governou por 195 anos.
O TUG governou por 360 anos.
Men-nuna governou por 180 anos.
Enbi-Ištar governou por 290 anos.
Lugalgu governou por 360 anos.
Oito reis governaram por 3195 anos.
Então Kis foi derrotada e o reinado foi levado para Hamazi.
Em Hamazi, Hataniš tornou-se rei; ele governou por 360 anos.
Um rei governou por 360 anos.


Então Hamazi foi derrotado e o reinado foi levado para Uruk.
Em Uruk, En-šakuš-ana se tornou rei; ele governou por 60 anos.
Lugal-ure governou por 120 anos.
Argandea governou por 7 anos.
Três reis governaram por 187 anos.
Então Uruk foi derrotada e o reinado foi levado para Ur.
Em Ur, Nanne tornou-se rei; ele governou por 54 + N anos.
Mes-ki’ag-Nanna, filho de Nanne, governou por 48 anos.
[…], filho de […], governou por 2 anos.
Três reis governaram por […] anos.
Então Ur foi derrotada e o reinado foi levado para Adab.
Em Adab, Lugal-ane-mundu tornou-se rei; ele governou por 90 anos.
Um rei governou por 90 anos.
Então Adab foi derrotada e o reinado foi levado para Mari.
Em Mari, Anubu se tornou rei; ele governou por 30 anos.
Anba, filho de Anubu, governou por 17 anos.
Bazi, o trabalhador de couro, governou por 30 anos.
Zizi, o mais completo, governou por 20 anos.
Lim-er, o pašišu -prest, governou por 30 anos.
Šarrum-iter governou por 9 anos.
Seis reis governaram por 136 anos.
Então Mari foi derrotada e o reinado foi levado para Kis.
Em Kis, Ku-Baba, a mulher taberneira, que firmou as fundações de Kis, tornou-se rainha; ela governou por 100 anos.
Uma rainha governou por 100 anos.
Então Kis foi derrotada e o reinado foi levado para Akšak.
Em Akšak, Unzi tornou-se rei; ele governou por 30 anos.
Undalulu governou por 6 anos.
Urur governou por 6 anos.
Puzur-Nirah governou por 20 anos.
Išu-Il governou por 24 anos.
Šu-Sin, filho de Išu-Il, governou por 7 anos.
Seis reis governaram por 93 anos.
Então Akšak foi derrotada e o reinado foi levado para Kis.
Em Kis, Puzur-Sin, filho de Ku-Baba, tornou-se rei; ele governou por 25 anos.
Ur-Zababa, filho de Puzur-Sin, governou por 400.
Simudara governou por 30 anos.
Usi-watar governou por 7 anos.
Ištar-muti governou por 11 anos.
Išme-Šamaš governou por 11 anos.
Nanniya, o lapidário, governou por 7 anos.
Sete reis governaram por 491 anos.
Então Kis foi derrotado e o reinado foi levado para Uruk.
Em Uruk, Lugalzagesi tornou-se rei; ele governou por 25 anos. (2341-2316)
Um rei governou por 25 anos.
Então Uruk foi derrotado e o reinado foi levado para Agade.
Em Agade, Sargão, cujo pai era jardineiro, o copeiro de Ur-Zababa, tornou-se rei, o rei de Agade, que construiu Agade; ele governou por 56 anos. (2335-2279)
Rimuš, filho de Sargão, governou por 9 anos. (2279-2270)
Maništušu, o irmão mais velho de Rimuš, filho de Sargão, governou por 15 anos. (2270-2255)
Naram-Sin, filho de Maništušu, governou por 56 anos. (2255-2218)
Šar-kali-šarri, filho de Naram-Sin, governou por 25 anos. (2218-2193)
Então quem era o rei? Quem não era rei?
Irgigi era rei, Nanum era rei, Imi era rei, Elulu era rei; aqueles quatro reis governaram 3 anos. (2193-2190)
Dudu governou por 21 anos.(2190-2169)
Šu-Durul, filho de Dudu, governou por 15 anos. (2169-2154)
Onze reis governaram por 181 anos.
Então Agade foi derrotada e o reinado foi levado para Uruk.
Em Uruk, Ur-nigin tornou-se rei; ele governou por 7 anos. (2154-2147)
Ur-gigir, filho de Ur-nigin, governou por 6 anos. (2147-2141)
Kuda governou por 6 anos. (2141-2135)
Puzur-ili governou por 5 anos. (2135-2130)
Ur-Utu governou por 6 anos. (2130-2124)
Cinco reis governaram por 30 anos.


Uruk foi derrotado e o reinado foi levado para o exército de Gutium {Gutium Originalmente os gutianos viviam  nas montanhas Zagros {hoje no IRÃ}, a leste da Babilônia e ao norte de Susa. Em textos cuneiformes posteriores, a palavra Gutium pode simplesmente significar qualquer terra a leste do rio Tigre.}
O exército de Gutium, um rei cujo nome é desconhecido.
Nibia tornou-se rei; ele governou por 3 anos.
Então Ingišu governou por 6 anos.
Ikukum-la-qaba governou por 6 anos.
Šulme governou por 6 anos.
Silulumeš governou por 6 anos.
Inimabakeš governou por 5 anos.
Ige’a’uš governou por 6 anos.
I’ar-la-qaba governou por anos.
Ibate governou por 3 anos.
Yarla governou por 3 anos.
Kurum governou por 1 ano.
Apil-kin governou por 3 anos.
La’arabum governou por dois anos.
Irarum governou por 2 anos.
Ibranum governou por 1 ano.
Hablum governou por 2 anos.
Puzur-Sin, filho de Hablum, governou por 7 anos.
Yarlaganda governou por 7 anos
Si’u governou por 7 anos.
Tiriga governou por 40 dias.
Vinte e um reis governaram por 91 anos e 40 dias.

Então o exército de Gutium foi derrotado e o reinado foi levado para Uruk.
Em Uruk, Utu-hegal tornou-se rei; ele governou por 420 anos e 7 dias. (2124-2113)
Um rei governou por 427 anos e 6 dias.

Então Uruk foi derrotado e o reinado foi levado para Ur.
Em Ur, Ur-Nammu se tornou rei; ele governou por 18 anos. (2113-2095)
Šulgi, filho de Ur-Nammu, governou por 46 anos. (2095-2047)
Amar-Sin, filho de Šulgi, governou por 9 anos. (2047-2038)
Šu-Sin, filho de Amar-Sin, governou por 9 anos. (2038-2029)
Ibbi-Sin, filho de Šu-Sin, governou por 24 anos. (2029-2004)
Quatro reis sic governaram por 108 anos sic .
Então Ur foi derrotado. O reinado foi levado para Isin.
Em Isin, Išbi-Irra tornou-se rei; ele governou por 33 anos. (2018-1985)
O divino Šu-ilišu, filho de Išbi-Irra, governou por 20 anos. (1985-1975)
Iddin-Dagan, filho de Šu-ilišu, governou por 21 anos. (1975-1954)
Išme-Dagan, filho de Iddin-Dagan, governou por 20 anos. (1954-1935)
Lipit-Ištar, filho de Išme-Dagan, governou por 11 anos. (1935-1924)
O divino Ur-Ninurta governou por 28 anos. (1924-1896)
Bur-Sin, filho de Ur-Ninurta, governou por 21 anos. (1896-1874)
Lipit-Enlil, filho de Bur-Sin, governou por 5 anos. (1864-1869)
O divino Irra-imitti governou por 8 anos. (1869-1861)
O divino Enlil-bani governou por 24 anos. (1861-1837)
A divina Zambija governou por 3 anos. (1837-1834)
O divino Iter-piša governou por 4 anos. (1834-1831)
Urdukuga governou por 4 anos. (1831-1828)
Sin-magir reinou por 11 anos. (1828-1817)
Damiq-ilišu, filho de Sin-magir, governou por 23 anos. (1817-1794)
Treze reis governaram por 213 anos.
Mão de Nur-Ninšubur.

Apêndice

Depois disso, o tablet B, de Nippur, adiciona alguns totais:

Um total de trinta e nove reis governou por 14409 + N anos, 3 meses e 3 ½ dias; quatro dinastias em Kiš.
Um total de vinte e dois reis governou por 2610 + N anos, 6 meses e 15 dias; cinco dinastias em Uruk.
Um total de doze reis governou por 396 anos, 3 dinastias em Ur.
Um total de três reis governou por 356 anos; uma dinastia em Awan.
Um total de um rei governou por 420 anos; uma dinastia em Hamazi.
Um total de um rei governou por 90 anos; uma dinastia em Adab.
Um total de seis reis governou por 136 anos; uma dinastia em Mari.
Um total de seis reis governou por 99 anos; uma dinastia em Akšak.
Um total de onze reis governou por 197 anos; uma dinastia em Agade.
Um total de vinte e um reis governaram por 125 anos e 40 dias; uma dinastia em Gutium.
Um total de onze reis governou por 159 anos; uma dinastia em Isin.
——————————————
Onze cidades reais. Seu total: 134 reis. Total: 28,876 + N anos, N meses, N dias.

Outro apêndice

Um tablet de Nippur (CM 2) é um acréscimo à Lista de Reis Sumérios. Está muito danificado para dar sentido a isso.

(…)
[…] reinou 4 + N anos.
Ir […];
Ur […], filho de um homem cujo nome não é conhecido, governou por 8 anos.
Sumuabum reinou 8 meses.
Ikun-pi-Ištar tornou-se rei; ele governou por […] anos.
Um total de reis de N governou por 125 + n anos; seis dinastias de […] a.

A MATRIX, O SISTEMA de CONTROLE MENTAL“A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar. Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Muito mais informações, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.