browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

“Tempestade Perfeita” – Crise Global de Energia se espalha para o Brasil e a Índia

Posted by on 05/10/2021

A crise energética global assola a Europa e a China e corre o risco de se espalhar para as economias de mercado emergentes.  De acordo com a  Bloomberg , sucessivas e severas secas no Brasil levaram ao colapso da geração hidrelétrica e podem forçar o país sul-americano a racionar energia se as importações de energia do Uruguai e da Argentina não aumentarem. 

“Tempestade Perfeita” – Crise global de Energia se espalha para o Brasil e a Índia

Fonte: BloombergZero Hedge

O Brasil é a maior economia da América do Sul. Ela obtém 60% de sua energia de fontes hidrelétricas, mas La Niña produziu seca este ano e diminuiu os níveis de água nos reservatórios, tornando a hidrelétrica menos confiável.

O Brasil, em muitos aspectos, está à frente da descarbonização de sua rede elétrica. Quando se trata de transição energética, os países em todo o mundo começam a embarcar, mas descobrem que a energia renovável não é sustentável. Larry McDonald, do Bear Traps Report,   recentemente opinou em sua nota aos clientes que o impulso ESG para redes de energia está contribuindo para a crise global de energia. 

Para mitigar o colapso da rede elétrica, o país sul-americano está em processo de acionamento de geradores de gás natural para compensar a perda de energia hidrelétrica. Isso forçaria o governo a competir em um apertado mercado global de natgas, que poderia elevar os preços ainda mais. 

“Os reservatórios hidrelétricos do Brasil no sudeste e centro-oeste, que representam quase três quartos da capacidade instalada do país, caíram para 17% em meio à pior seca em 91 anos”, disse Bloomberg. 

No início deste ano, o padrão climático La Niña trouxe SEVERA seca para o Brasil, mas muita água para o nordeste da América do Sul, que encheu represas na Colômbia a níveis historicamente altos. Outra rodada de La Niña, que o Centro de Previsão do Clima dos EUA disse ter 70% de chance de se formar neste outono / inverno, pode atrasar a estação chuvosa no Brasil e provocar interrupções de energia que teriam impactos econômicos drásticos. 

Do outro lado do mundo, a Índia enfrenta uma crise de energia por razões diferentes das do Brasil. As 135 usinas termelétricas do país estão tendo suprimentos de carvão extremamente baixos, de 13 dias de fornecimento apenas algumas semanas atrás a apenas quatro dias na sexta-feira passada, de acordo com a  FT . 

“O setor de energia [indiano] está enfrentando uma espécie de tempestade perfeita”, disse Aurodeep Nandi, economista indiano da Nomura Financial Advisory and Securities. “Você está preso em uma situação em que a demanda está alta, o fornecimento está baixo no lado interno e você não reabasteceu os estoques importando.”

Se os suprimentos não forem reabastecidos a tempo, a Índia pode ter que reduzir a energia para empresas e propriedades residenciais com uso intensivo de energia, que é exatamente o que está  acontecendo na China no momento . 

Agora que a crise global de energia está se espalhando pelo mundo, primeiro na  Europa e na Ásia  e agora se espalhando para partes da América do Sul e Índia, por todos os motivos. A próxima fase da crise é para os governos começarem a entrar em pânico para acumular suprimentos. A China já está fazendo isso .


“Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA se APROXIMA RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes. Deverão acontecerfortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol) que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“ – FONTE


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to “Tempestade Perfeita” – Crise Global de Energia se espalha para o Brasil e a Índia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.