browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Tudo foi previsto há 10 anos!

Posted by on 04/12/2020
Em 2010, a revista científica Nature publicou uma coletânea de opiniões olhando para o futuro 10 anos à frente, ou seja, onde estamos exatamente agora, no final de 2020. A Nature então publicou uma curta resposta do cientista Peter Turchin em sua edição de fevereiro de 2010. Agora, bem no prazo predito, estamos experimentando o “pico de instabilidade”, que Turchin diz que tende a ocorrer a cada 50 anos. E por que 50 anos? Porque relaciona-se com a expectativa média da vida humana.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Tudo estava previsto há 10 anos!

Por John Mauldin –  Fonte: Mauldineconomics

Em 2010, a revista científica Nature publicou uma coletânea de opiniões olhando para o futuro 10 anos à frente, ou seja, onde estamos exatamente agora, no final de 2020. A Nature então publicou uma curta resposta do cientista Peter Turchin em sua edição de fevereiro de 2010.

[ Peter Valentinovich Turchin (nascido na Rússia em 1957) é um cientista russo – americano , especializado em evolução cultural e cliodinâmica – modelagem matemática e análise estatística  da dinâmica das sociedades históricas. Ele é professor da University of Connecticut no Depto de  Ecologia e Biologia Evolutiva , bem como no Depto de Antropologia e no Depto de Matemática . A partir de 2020, ele é diretor do Evolution Institute ]

A análise histórica quantitativa revela que sociedades humanas complexas são afetadas por ondas recorrentes – e previsíveis – de instabilidade política (P. Turchin e SA Nefedov Secular Cycles Princeton Univ. Press; 2009). Nos Estados Unidos, temos salários reais estagnados ou em declínio, uma lacuna crescente entre ricos e pobres, superprodução de jovens graduados com pós-graduação e dívida pública explosiva. Esses indicadores sociais aparentemente díspares estão, na verdade, relacionados uns aos outros de maneira dinâmica. Todos eles experimentaram pontos de inflexão durante os anos 1970. Historicamente, esses desenvolvimentos têm servido como indicadores principais da iminente instabilidade política.

“Ciclos seculares” muito longos interagem com processos de curto prazo. Nos Estados Unidos, picos de instabilidade de 50 anos ocorreram por volta de 1870, 1920 e 1970, então outro poderia ocorrer por volta de 2020.

Também estamos entrando em um mergulho na chamada onda Kondratiev, que traça ciclos de crescimento econômico de 40 a 60 anos. Isso pode significar que futuras recessões serão severas.

Além disso, a próxima década verá um rápido crescimento no número de pessoas na casa dos 20 anos, como o bojo de jovens que acompanhou a turbulência das décadas de 1960 e 1970.  Todos esses ciclos parecem estar prestes a atingir o seu pico final por volta de 2020.

Novamente, isso foi dito e previsto no ano de 2010. Agora, bem no prazo predito, estamos experimentando o “pico de instabilidade”, que Turchin diz que tende a ocorrer a cada 50 anos. E por que 50 anos? Porque relaciona-se com a expectativa média da vida humana.

Considere quem estava “no comando” durante o período por volta de 1970. Os baby boomers tinham 25 anos ou menos na época. Gerenciar o caos caiu sobre as gerações mais velhas, que se lembraram bem dele e passaram o resto de suas vidas tentando evitar mais dele.

Mas depois de 50 anos ou mais, eles praticamente desapareceram. Nós, que ficamos, devemos aprender a lição novamente. Já falei antes sobre a ideia de “Quarta Virada” de Neil Howe e os ciclos geopolíticos de George Friedman , ambos atingindo seu pico nesta década.

Curiosamente, Friedman também vê um ciclo geopolítico diferente de 50 anos ocorrendo em meados dos anos 2020. Isso se sobrepõe ao seu ciclo geopolítico de 80 anos pela primeira vez. Da metade para o final dos anos 20 deve ver o clímax da Quarta Volta de Neil Howe.

Agora vemos Peter Turchin postulando um período de tempo semelhante por diferentes razões.  Nenhum deles, que eu saiba, esperava [ou predisse] a pandemia e suas consequências que estamos enfrentando agora. Qual será ou já é os seus efeitos?

Bem, sabemos que a pandemia já desencadeou uma recessão e um enorme desemprego no ocidente que pode, antes de terminar, rivalizar com a Grande Depressão de 1930. Para milhões de norte americanos desempregados, não é apenas algo sobre o qual lêem. Eles sentem porque já vivem isso.

Você provavelmente já viu esta foto famosa de 1931 da cozinha de fornecimento de sopa de Al Capone em Chicago durante a Grande Depressão.


Fonte: Wikimedia

O equivalente a 2020 está acontecendo na minha antiga cidade natal, Dallas, no estado do Texas.  Esta foto de novembro trouxe uma lágrima aos meus olhos.

Vemos que houve progresso entre essas duas imagens. Hoje, diferente de 90 anos atrás, as pessoas obviamente têm carros e combustível. Esses eram luxos apenas da elite em 1931. Algumas dessas pessoas hoje da foto abaixo em Dallas podem ser educadas, inteligentes e terem excelente formação acadêmica, mas não são membros das elites atuais.

As elites atuais não precisam esperar na fila por comida de graça. Eles chamam a Whole Foods ou DoorDash e recebem em suas mansões. O problema, tomando emprestada a estrutura de Turchin, é que alguns pensaram que eram membros das elites. Mesmo que não se considerassem exatamente uma elite, eles desfrutavam dos benefícios de bons empregos e um bom padrão de vida, apesar de completa e absolutamente ENDIVIDADOS até o pescoço. Pelo menos até recentemente.

Este ano acabou com essa ilusão e eles estão naturalmente muito desapontados. Eles podem se juntar às “contra-elites” e buscar ter mais poder além de alimentação gratuita. É aqui que estamos. Os tempos difíceis que há muito esperávamos final, inapelável e inadiavelmente chegaram. Aquela foto da cozinha de sopa de 1931 foi apenas o começo de um longo e escuro período. Agora ficou muito pior, pois em 1930 éramos 123 milhões, hoje já somos mais de 328 milhões de habitantes.

Preste atenção ao ver várias pessoas inteligentes e com excelente formação chegando a conclusões semelhantes por diferentes motivos. Estamos agora no que Turchin chama o estágio final, quando as elites tentam pacificar as massas com MAIS pão e circo, tudo de GRAÇA… será de graça mesmo? Porque isso aumenta a dívida e suprime o crescimento econômico.

A dívida está se acumulando mais rápido do que eu e qualquer um esperava, então a Grande Reinicialização [The Great Reset] pode acontecer mais cedo do que eu esperava. Esta pandemia e a consequente recessão podem nos empurrar para o fundo do poço mais rápido porque estão fazendo a dívida crescer muito mais rápido. Sempre que ela vier, devemos recebê-la. As alternativas podem ser ainda piores.

A Grande Restauração [The Great Reset] : é o colapso da maior bolha da história [intencionalmente produzida]

O  best-seller e renomado especialista financeiro do New York Times, John Mauldin, prevê uma crise financeira sem precedentes que pode ser deflagrada nos próximos cinco anos. A maioria dos investidores e dos cidadãos comuns parece completamente inconscientes da pressão implacável que está crescendo agora e das consequências do que acontecerá quando esta bolha finalmente estourar. Saiba mais aqui.


Questione tudo, nunca aceite nada como verdade sem a sua própria análise, chegue às suas próprias conclusões.


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. – Mateus 24:6-8

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da BESTA; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis[666]“.  –  Apocalipse 13:16-18


Mais informações, leitura adicional:

Permite reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.