browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Pentágono financiou produção de ‘Armas Biológicas’ doando US$ 39 milhões para Peter Daszak, da EcoHealth

Posted by on 09/06/2021

O Pentágono doou US $ 39 milhões para uma instituição de caridade que financiou a polêmica pesquisa do coronavírus no Instituto de Virologia de Wuhan acusado de ser a fonte da Covid-19, revelam dados federais. A notícia chega no momento em que o chefe da instituição de caridade, o cientista britânico Dr. Peter Daszak, foi exposto em um alegado conflito de interesses e campanha para desacreditar as teorias de vazamento de laboratório. 


“O indivíduo é deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Pentágono exposto por canalizar US$ 39 milhões para Peter Daszak, da EcoHealth Alliance para produzir novas armas biológicas de coronavírus

Por Josh Boswell e Martin Gould –  Fontes: Daily Mail – Natural News

A instituição de caridade, EcoHealth Alliance (EHA), está sob intenso escrutínio depois que descobriu que estava usando verbas federais para financiar pesquisas sobre coronavírus no Instituto de Virologia de Wuhan [WIV], na China . 

A organização sem fins lucrativos dos EUA, criada para pesquisar novas doenças, também financiou em parte experimentos polêmicos de “ganho de função”, em que vírus perigosos se tornam muito mais infecciosos para estudar seu efeito nas células humanas.

Uma tempestade política estourou quando o ex-presidente Donald Trump cancelou uma doação de US$ 3,7 milhões para a instituição de caridade no ano passado em meio a alegações de que a Covid-19 foi criada ou vazou do laboratório de Wuhan financiado pela EHA.

Mas os dados de subsídios federais reunidos por pesquisadores independentes mostram que a instituição de caridade recebeu mais de US$ 123 milhões do governo – de 2017 a 2020 – e que um de seus maiores financiadores é o Departamento de Defesa [DoD], canalizando quase US$ 39 milhões para a organização desde 2013.

Não se sabe exatamente quanto desse dinheiro foi para pesquisas no Instituto de Virologia de Wuhan. As doações do Pentágono incluíram US$ 6.491.025 da Defense Threat Reduction Agency (DTRA) de 2017 a 2020 com a descrição:

Compreendendo o risco de emergência de zoonoses transmitidas por morcegos na Ásia Ocidental.’ O subsídio foi classificado como ‘pesquisa científica – combate às armas de destruição em massa’.

Dados federais vistos pelo DailyMail.com revelam que o Pentágono doou US$ 39 milhões para a instituição de caridade EcoHealth Alliance (EHA), que financiou pesquisas biológicas de “Ganho de Função” em coronavírus num laboratório de virologia em Wuhan, China.

A maior parte do financiamento do DoD veio do DTRA, um braço militar com a missão de ‘conter e deter as armas de destruição em massa e redes de ameaças improvisadas’.

A EHA também recebeu US$ 64,7 milhões da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), US$ 13 milhões da Saúde e Serviços Humanos, que inclui os Institutos Nacionais de Saúde e Centros de Controle de Doenças, US$ 2,3 milhões do Departamento de Segurança Interna e US$ 2,6 milhões da National Science Foundation.

SUBSÍDIOS FEDERAIS DOS EUA PARA A ECOHEALTH ALLIANCE 

De acordo com dados federais recém-divulgados, o Pentágono enviou dólares do contribuinte americano para Daszak, que então os usou para conduzir pesquisas ilegais de ganho de função em coronavírus de morcego. Acredita-se agora que essa pesquisa seja a forma como o coronavírus Wuhan (Covid-19) surgiu.

Dados do subsídio federal reunidos por pesquisadores independentes mostram que a instituição de caridade recebeu mais de US$ 123 milhões do governo – e que um de seus maiores financiadores é o Departamento de Defesa, canalizando quase US$ 39 milhões para a organização desde 2013

Daszak, como você deve se lembrar, foi uma das vozes mais agressivas que condenou a teoria do vazamento de laboratório no início da plandemia . Junto com O Dr. Anthony Fauci e outros criminosos de carreira, Daszak empurrou quase violentamente a narrativa de que o Vírus Chinês surgiu do nada em um mercado úmido de Wuhan.

Essa teoria da conspiração foi desmascarada, e agora Daszak, Fauci e outros estão na berlinda enquanto lutam para explicar seu envolvimento nos programas de DESENVOLVIMENTO de armas biológicas que estavam, e provavelmente ainda estão, ocorrendo em solo chinês com financiamento do Estados Unidos.

Fauci ajudou a facilitar a concessão de verbas governamentais especiais que foram usadas por Daszak via EcoHealth Alliance (EHA) para modificar geneticamente coronavírus de morcego com o propósito de transformá-los em armas biológicas, o que de fato aconteceu. Foi assim que o mundo acabou infectado com o vírus Covid-19, que continua a ser injetada no corpo das pessoas por meio das “vacinas” fake da Big Pharma.

O pântano do governo federal dos EUA é mais profundo e pútrido do que jamais poderíamos ter imaginado

Relatórios sugerem que o então presidente Donald Trump, depois de saber o que Fauci estava fazendo, cancelou um subsídio de US$ 3,7 milhões no ano passado que deveria ter sido entregue à EcoHealth Alliance. Isso ocorreu na época em que Trump começou a falar sobre a teoria da origem do laboratório do coronavírus de Wuhan (Covid-19).

Esta é uma mera gota no oceano, no entanto, dos mais de US$ 123 milhões que foram enviados do governo dos EUA para a China entre 2017 e 2020 – tudo durante a presidência de Trump, para ficar claro. O Pentágono também tem financiado discretamente a operação desde pelo menos 2013.

A extensão total do financiamento dos EUA para o Wuhan Institute of Virology [WIV] permanece desconhecida, mas mais está sendo revelado diariamente para sugerir que os criminosos dentro do governo de nossa nação – incluindo Fauci – têm se envolvido neste comportamento traiçoeiro há anos, se não décadas .

O Departamento de Defesa (DoD) contribuiu com a maior parte de seu financiamento para esta operação por meio do DTRA, um braço militar com a missão declarada de “conter e deter armas de destruição em massa e redes improvisadas de ameaça”

Fauci mentiu em várias ocasiões sobre tudo isso, alegando sob juramento perante o Congresso que nem ele nem qualquer um dos departamentos sob sua jurisdição doaram dinheiro para pesquisa funcional de ganho de função de vírus SARS na China.

“Obama autorizou o reinício da pesquisa de ganho de função (armamento biológico do vírus SARS) em 9 de janeiro de 2017, poucos dias antes da inauguração do Trump, levantando a moratória atual sobre certas pesquisas em ciências da vida que poderiam aumentar a virulência e / ou transmissibilidade de um patógeno produzir um potencial patógeno pandêmico (um PPP aprimorado) ”, observou um comentarista do DailyMail Online .

A notícia chega no momento em que o chefe da instituição de caridade, o cientista britânico Dr. Peter Daszak, foi exposto em um alegado conflito de interesses e campanha de bastidores para desacreditar as teorias de vazamento do vírus do laboratório em Wuhan

A Covid é originária do laboratório chinês? 

O Wuhan Institute of Virology tem coletado numerosos coronavírus de morcegos desde o surto de SARS em 2002. Eles também publicaram artigos descrevendo como esses vírus de morcego interagiram com células humanas. A equipe da Embaixada dos EUA visitou o laboratório em 2018 e ‘teve sérias preocupações de segurança’ sobre os protocolos que estavam sendo observados nas instalações de nível de risco biológico BSL-4, o de mais alto risco biológico existente.

O laboratório do WIV fica a apenas 13 km do mercado úmido de Huanan, onde [aparentemente] ocorreu o primeiro cluster de infecções em Wuhan. O mercado fica a apenas algumas centenas de metros de outro laboratório de risco biológico chamado Centro de Prevenção e Controle de Doenças de Wuhan (WHCDC).

O WHCDC manteve animais infectados com doenças em seus laboratórios, incluindo cerca de 605 morcegos. Aqueles que apoiam a teoria do vazamento da covid em Wuhan argumentam que a Covid-19 poderia ter vazado de uma ou de ambas as instalações e se espalhado para o mercado úmido.

A maioria argumenta que esse seria um vírus que eles estavam estudando, e não um que teria sido projetado. No ano passado, um artigo bombástico da Universidade de Tecnologia do Sul da China, patrocinada por Pequim, relatou como morcegos uma vez atacaram um pesquisador do WHCDC e ‘sangue de morcego estava em sua pele’.

O relatório diz: ‘As sequências do genoma dos pacientes eram 96% ou 89% idênticas ao coronavírus Bat CoV ZC45 originalmente encontrado em Rhinolophus affinis (morcego ferradura intermediário).’

Ele descreve como os únicos morcegos nativos são encontrados a cerca de 600 milhas de distância do mercado de frutos do mar de Wuhan e que a probabilidade de os morcegos voar das províncias de Yunnan e Zhejiang era mínima, zero.

Além disso, há poucos indícios de que a população local coma os morcegos, conforme evidenciado pelos depoimentos de 31 residentes e 28 visitantes do mercado. Em vez disso, os autores apontam para pesquisas sendo realizadas dentro do WHCDC.

Um dos pesquisadores do WHCDC descreveu que ficou em quarentena por duas semanas depois que o sangue de um morcego entrou em sua pele, de acordo com o relatório. Esse mesmo homem também se colocou em quarentena depois que um morcego urinou nele.

E ele também menciona a descoberta de um carrapato vivo de um morcego – parasitas conhecidos por sua capacidade de transmitir infecções através do sangue de um animal hospedeiro. ‘O WHCDC também era adjacente ao Hospital Union , onde o primeiro grupo de médicos foi infectado durante esta epidemia de covid-19.’ O relatório diz. ‘É plausível que o vírus tenha se espalhado e alguns deles contaminado os primeiros pacientes nesta epidemia, embora provas sólidas sejam necessárias em estudos futuros.’  


Você quer mesmo saber como esse coronavírus “surgiu na China” e se espalhou pelo mundo em pouco tempo? Ao pesquisar os arquivos de registros de patentes nos EUA on-line, foi descoberto o registro de uma patente de Coronavírus concedida para o C.D.C. –  Centers for Disease Control and Prevention [se trata do principal instituto nacional de saúde pública dos EUA. O C.D.C. é uma agência federal dos EUA sob o United States Department of Health & Human Services (HHS)]que tem sua sede em Atlanta, Geórgia. Assim emerge um fato indiscutível, o de que o “DONO” DESSE VÍRUS MORTAL E SEU CRIADOR é o PRÓPRIO C.D.C. (Centro de Controle e Prevenção de Doenças)

O coronavírus do surto atual não teve origem na China, mas FOI IMPLANTADO neste país asiático com a clara intenção de causar o maior dano possível aos chineses. A consequência natural, quando  [se já não descobriu] a China perceber que a eclosão do surto pode ter sido um ataque de BIOWEAPON ao seu território e contra seu povo, qual será o tipo de resposta a ser dada pela China aos [ir]responsáveis pela contaminação. Começamos a ano de 2020 com muitos que operam nas sombras desejando aumentar o caos no planeta.

PATENTE de criação de um CORONAVÍRUS fornecida ao CDC (Centers for Disease Control and Prevention)  US7220852B1 –SOBRE A CRIAÇÃO DE CORONAVÍRUS [SARS] ….

Na patente acima, do registro de um CORONAVÍRUS [uma BIOWEAPON], você encontrará 72 páginas de conteúdo para poder julgar esse letal “surto repentino e desconhecido de coronavírus” na ChinaLeia a patente nesse link primeiro, faça o download e compartilhe este artigo amplamente antes que os AGENTES do DEEP STATE a excluam. Mantenha-se sábio, com discernimento e saudável!


Nosso trabalho no Blog é anônimo e não visa lucro, no entanto temos despesas fixas para mantê-lo funcionando e assim continuar a disseminar informação alternativa de fontes confiáveis. Desde modo solicitamos a colaboração mais efetiva de nossos leitores que possam contribuir com doação de qualquer valor ao mesmo tempo que agradecemos a todos que já contribuíram, pois sua ajuda mantem o blog ativo. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal AGENCIA: 1803 – CONTA: 00001756-6 – TIPO: 013 [poupança] e pelo PIX 211.365.990-53 (Caixa).


“O futuro será encontrar uma forma de reduzir a população … Claro, não seremos capazes de executar pessoas ou construir acampamentos [campos de concentração]. Livramo-nos deles fazendo-os acreditar que é para o seu próprio bem … Vamos encontrar ou causar alguma coisa, uma pandemia que atingirá certas pessoas, uma crise econômica real ou não, um vírus que afeta os idosos, tanto faz, os fracos e os medrosos sucumbirão a ela. O estúpido vai acreditar nisso e pedir para ser tratado.  Teremos cuidado de ter planejado o tratamento, um tratamento que será a solução.A seleção dos idiotas [para abate], portanto, será feita por si mesmos: eles irão para o matadouro sozinhos”.  – Excerto de livro de 1981 de Jacques Attalli [Membro do Grupo Bilderberger, num exemplo de mentalidade dos psicopatas da Elite]


Mais informação adicional:

Permitido reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

 

One Response to Pentágono financiou produção de ‘Armas Biológicas’ doando US$ 39 milhões para Peter Daszak, da EcoHealth

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.