Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Tumultos se espalham pela França, chegando à Bruxelas, na Bélgica. Polícia francesa diz ‘Estamos em guerra com os vermes’

A rebelião aberta se espalhou como um câncer pelas cidades francesas pela quarta noite consecutiva, com centenas de prédios e veículos incendiados e lojas saqueadas. O governo do presidente Emmanuel Macron luta para conter a violência, que começou na terça-feira depois que um adolescente foi morto a tiros por um policial. Em uma atualização neste sábado, o Ministério do Interior da França disse que cerca de 2.500 incêndios foram registrados durante a noite. Os manifestantes incendiaram 1.350 veículos e 235 edifícios em todo o país. 

Tumultos se espalham pela França, chegando à Bruxelas, na Bélgica. Polícia francesa diz que “Estamos em guerra com os vermes”

Fontes: Zero HedgeRússia Today

Cerca de 1.300 pessoas foram presas, enquanto o governo francês mobilizou 45.000 policiais com veículos blindados e a força antiterrorista para reprimir a violência e depredações das manifestações. 

De acordo com  o The Telegraph , a polícia francesa disse que estava “em guerra” com “hordas selvagens de vermes” na noite de sexta-feira. Os principais sindicatos policiais do país ameaçaram se revoltar, a menos que o governo de Macron restaurasse a lei e a ordem. 

Imagens do caos durante a noite:

Durante a noite, manifestantes islâmicos franceses queimaram prédios, mataram, feriram e até mutilaram moradores franceses, saquearam lojas, destruíram veículos e devastaram todas as principais cidades francesas. Essas cenas serão repetidas em toda a Europa e já estão começando na Bélgica. Mais uma vez, os chamados ‘Conspiracionistas’ avisaram que isso aconteceria e mais uma vez estamos avisando que isso acontecerá em breve no Reino Unido. Tudo isso faz parte do manual globalista para desestabilizar países anteriormente soberanos – crie o problema e ofereça a solução. Acordem, por favor.

“Hoje a polícia está em combate porque estamos em guerra. Amanhã vamos entrar na resistência e o governo deve estar atento a isso”, disseram os sindicatos de policiais. 

“Muitos dos manifestantes se identificam com o adolescente [baleado e morto pela polícia no início da semana], que foi identificado apenas como Nahel M. e que era descendente de argelinos e marroquinos”, disse o New York Times.  “Programação preditiva?” [Agenda Oculta sendo implantada, celeremente….] 

Dê uma olhada no que está acontecendo na França. Eles sempre contam primeiro. Há quase um ano, a Netflix lançou o trailer inicial do filme Athena sobre uma futura guerra civil que começa quando imigrantes africanos e árabes começam a se rebelar depois que um jovem argelino é morto a tiros nas mãos da polícia. Avanço rápido para hoje e os eventos de Athena estão ocorrendo diante de nossos olhos… Saiba mais

O que é alarmante é que os sindicatos da polícia francesa ameaçam protestar se o governo se recusar a reprimir duramente os distúrbios. A França está em um estado de quase anarquia. A polícia francesa disse que estava “em guerra” com “hordas selvagens de vermes”. 

Isso é mais uma decadência e um passo mais perto do colapso do tecido social. Será um longo verão na Europa. Esses manifestantes organizados estão tentando uma ‘revolução colorida’ na França? 

Agitação em massa pelo assassinato de adolescente francês se espalha para Bruxelas, 64 presos

Noites de violência desencadeadas por tiro de policial contra um jovem de 17 anos durante uma blitz de trânsito atravessaram fronteira internacional

Motins em toda a Fraça desencadeados pelo tiroteio fatal pela polícia francesa de um menino de 17 anos se espalharam para a Bélgica na quinta-feira, desencadeando o caos que resultou em 64 prisões, revelou a polícia de Bruxelas nessa sexta-feira. 

Entre os detidos estão 47 menores e 16 adultos que foram detidos administrativamente, disse a polícia em um comunicado na sexta-feira. Outro menor, que teria sido visto espancando um policial, foi preso e interrogado, mas liberado na sexta-feira. 

Multidões de jovens se reuniram em Bruxelas na noite de quinta-feira, usando encontros nas redes sociais para fugir das autoridades e mudando de local quando a polícia se aproximava demais. Como os manifestantes se estabeleceram no bairro de Anneessens e nas proximidades da Estação Midi como alvos de sua raiva, a estação de metrô Anneessens foi fechada durante a noite e os ônibus que passavam pelo bairro foram parados ou redirecionados.

DEVE ASSISTIR: Uma farmácia em Montargis, na França, desaba depois de ser devastada por incêndios e saques“.

Um vídeo postado nas redes sociais mostra manifestantes incendiando carros e até prédios e espalhando lixo pelas ruas como barricadas rudimentares. A polícia local disse ao Brussels Times que dez pessoas foram presas por jogar pedras de pavimentação em policiais. 

O tiroteio à queima-roupa de terça-feira contra o adolescente franco-argelino Nahel M. durante uma parada de trânsito suburbana em Nanterre já provocou três noites de tumultos em toda a França. Cerca de 667 pessoas foram presas em todo o país na noite de quinta-feira, quando as forças policiais quadruplicaram seu número nas ruas, mobilizando 45.000 policiais que incluíam unidades antiterroristas e táticas. 

A agitação teria começado como protestos pacíficos antes de se tornarem violentos nas mãos de adolescentes armados com fogos de artifício, coquetéis molotov e outras armas improvisadas. Embora o policial que atirou no jovem de 17 anos tenha sido preso e acusado de homicídio, esse anúncio não afetou a diminuição das manifestações e da violência. 

Muitas partes da França já estão sob protestos há meses, enquanto os moradores denunciam as reformas previdenciárias de Macron. Os principais sindicatos da França prometeram não recuar até que Macron capitule.


“O indivíduo é deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *