Vovó Psicopata sob Pressão: Procuradores da UE iniciam investigação de Corrupção de Von der Leyen

Os principais procuradores da UE assumiram uma investigação de corrupção em curso sobre a presidente da Comissão Europeia, a Vovó Psicopata Ursula von der Leyen, informou o Politico na segunda-feira, citando um porta-voz não identificado do Gabinete do Procurador de Liège, na Bélgica. A investigação diz respeito à compra de quase dois bilhões de doses das injeções Pfizer mRNA Covid-19 para a UE no auge da pandemia do coronavírus

Os procuradores da UE estão supostamente investigando mensagens de texto privadas entre a presidente da Comissão Europeia e o CEO da Pfizer

Fonte: Rússia Today

A acusação afirma que a chefe da CE negociou o acordo multibilionário com o CEO da gigante farmacêutica Pfizer, Alber Bourla, em privado, através de mensagens de texto, antes mesmo da conclusão dos ensaios clínicos da [pseudo] vacina.

A Vovó Psicopata Ursula von der Leyen recusou-se a divulgar o conteúdo dessas mensagens, alegando candidamente que “não as consegue encontrar“.

Os investigadores da Procuradoria Europeia (EPPO), que têm trabalhado no caso nos últimos meses, acreditam que Von der Leyen pode ser culpada de “interferência em funções públicas, destruição de SMS, corrupção e conflito de interesses, ” De acordo com documentos legais vistos pelo Politico.

Apesar das alegações e da própria von der Leyen ter admitido que comunicou-se em privado com Bourla durante quase um mês antes de assinar o acordo de quase 20 bilhões de euros (21,5 bilhões de dólares), ainda não foram apresentadas acusações formais contra o chefe da CE.

O caso foi apoiado pelos governos da Polônia e da Hungria, que também apresentaram queixas oficiais sobre o papel de Von der Leyen nas negociações das vacinas injeções mRNA, disseram fontes do Politico. O meio de comunicação observou, no entanto, que Varsóvia decidiu retirar a queixa depois que o governo pró-UE do primeiro-ministro Donald Tusk chegou ao poder no ano passado.

O New York Times, que noticiou pela primeira vez em 2021 que as conversas privadas entre Von der Leyen e Bourla tinham de fato ocorrido antes da assinatura do acordo da vacina, também abriu um processo contra a CE por se recusar a divulgar o conteúdo das mensagens de texto. e recusar um pedido de acesso a documentos.

O caso contra a chefe da CE, a Vovó Psicopata Ursula von der Leyen, despertou “interesse público extremamente elevado”, de acordo com autoridades da UE, em meio a preocupações de que o bloco comprou significativamente mais injeções contra a Covid do que o necessário.

Em Dezembro do ano passado, o Politico informou que os estados da UE tinham despejado fora pelo menos 215 milhões de doses, o que custou aos contribuintes até 4 bilhões de euros (4,3 bilhões de dólares). Apesar disso, as vacinas continuarão a fluir para a UE ao abrigo do contrato assinado pela Vovó psicopata com a Pfizer, pelo menos até 2027.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.327 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth