browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Corrupção na Petrobras usada para pagar “dízimo” à Igreja evangélica

Posted by on 21/08/2015

rato-corrupcao-brasil

Dinheiro desviado pela corrupção na Petrobras para pagar “dízimo” à Igreja evangélica !?!?!?!

As ligações entre o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e as igrejas evangélicas, cujos fiéis formam grande parte do seu eleitorado, são objeto de análise da denúncia criminal apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira.

Conforme os procuradores, o parlamentar fluminense — atual presidente da Câmara Federal — teria repassado a templos evangélicos parte da propina recebida com desvios em contratos da Petrobras.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Eduardo Cunha e Fernando Collor são denunciados ao STF

Fonte: http://zh.clicrbs.com.br

Conforme relata o doleiro Alberto Youssef em delação premiada à PGR, ele transferiu a empresas de fachada mantidas pelo lobista Fernando Soares, o Baiano, ligado ao PMDB. Baiano, por sua vez, ficou encarregado de indicar a outros lobistas mais valores que deveriam ser pagos como propina — desta vez, ao deputado Eduardo Cunha.

eduardo-cunha

Deputado Eduardo Cunha

Conforme a investigação da PGR, Baiano indicou ao lobista Júlio Camargo (que trabalhava para a multinacional coreana Samsung na venda de sondas de perfuração de óleo à Petrobras) que fizesse pagamento de alguns valores à Igreja Evangélica Assembleia de Deus.

— Pessoal dessa igreja vai entrar em contato com o senhor — teria avisado Baiano a Camargo.

Confira aqui o principal teor das suspeitas contra Cunha e Collor

O deputado Eduardo Cunha – o executivo Julio Camargo (consultor da construtora Toyo-Settal e um dos 15 delatores que colaboram com a Operação Lava-Jato) diz que subornou com US$ 5 milhões o presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

O dinheiro teria sido usado para abafar uma investigação que os parlamentares fariam sobre a Toyo e contratos ganhos mediante corrupção na Petrobras. A investigação foi arquivada, a pedido de Cunha.

Outro que relata recebimento de “vantagens indevidas” por parte de Cunha é o doleiro Alberto Youssef, também delator. Ele diz que o deputado teria recebido dinheiro para intermediar o aluguel de sondas de perfuração de petróleo pela Petrobras.

igreja-dinheiro-alpino

 — Para viabilizar a assinatura do contrato com a Sansung (fabricante das sondas) foi demandado que Julio Camargo repassasse para o PMDB percentual que o declarante não sabe precisar, mas que se destinava a pagamento de vantagem indevida a integrantes do partido PMDB, notadamente o deputado federal Eduardo Cunha — diz trecho da delação de Alberto Youssef. Os procuradores teriam conseguido rastrear, inclusive, doações de dinheiros a igrejas com as quais Cunha contribui.

O Senador e ex presidente Fernando Collor de Mello – é suspeito de ter recebido R$ 3 milhões de propina em um negócio envolvendo a BR Distribuidora. A informação partiu do doleiro Alberto Youssef, delator da Lava-Jato, que teria repassado o dinheiro em diversas etapas.

Em delação premiada, o doleiro disse que fez vários envios de dólares e reais para Collor a pedido de Pedro Paulo Leoni Ramos, ex-ministro do governo Collor e dono da GPI Participações e Investimentos, empresa que fazia negócios com Youssef. Um empregado de Youssef, o também doleiro Rafael Ângulo Lopez, diz que entregou pessoalmente para Collor um pacote de dinheiro, no apartamento do ex-presidente em São Paulo.

carros-collor-lamborghini

A Lamborghini de Collor que segundo o ministério público, foi comprada com dinheiro de propina da Petrobras…

Em uma busca realizada num dos escritórios de Youssef, a PF encontrou depósitos anotados para Pedro Paulo que somam R$ 50 mil, o que corrobora, em parte, as afirmações do doleiro. No total, Collor estaria envolvido na receptação de R$ 26 milhões em propinas.

Em 14 de julho, a PF fez buscas em propriedades de Collor e confiscou três carros de luxo: uma Ferrari, uma Lamborghini e um Porsche. A investigação contra o ex-presidente é o Inquérito 3883/2015.

Os envolvidos negam veementemente ter recebido dinheiro ilegal desviado da Petrobras e afirmam que não vão renunciar.

fernando-collor

Parece que o dedo da justiça vai alcançar o ex presidente Fernando Collor, DE NOVO…

Isso realmente ocorreu, asseguram os procuradores da República. Foram repassados dados bancários da igreja a Camargo, que repassou valores à Assembleia de Deus: duas parcelas de R$ 125 mil, em 31 de agosto de 2012.

O templo fica no Rio de Janeiro. Metade do dinheiro saiu da empresa Treviso, a outra metade da Piemonte. As duas são firmas de fachada mantidas por Camargo para pagamento de propinas, simulando serviços não realizados efetivamente. 

A denúncia da PGR fala que “é notória a vinculação de Eduardo Cunha com a referida igreja”, dando detalhes de contato dele com pastores da Assembleia de Deus.

processo-eduardo-cunha-igreja

Os investigadores ressaltam também o fato de Julio Camargo nunca ter feito antes doações à igreja e a palavra dele, na delação, de que fez isso apenas como parte do pagamento de propina devida a Cunha.

Zero Hora tentou contato com representantes do templo da Assembleia de Deus em Madureira (bairro do Rio de Janeiro), para onde teriam sido feitas as doações do lobista Júlio Camargo.

Foi tentado também contato com o pastor Samuel Ferreira, mencionado na denúncia do Ministério Público. Ninguém atendeu às ligações.

corrupção-reptil-petrobras


  • Na Era do Ouro, as pessoas não estavam conscientes de seus governantes.
  • Na Era de Prata, elas os amavam e cantavam.
  • Na Era de Bronze, elas os temiam.
  • E por fim, na Era do Ferro (a atual), elas os desprezavam.
  • Quando os governantes perdem sua confiança, as pessoas (e Deus) perdem sua fé (e o RESPEITO) nos governantes. –  Retirado do Tao Te Ching

Mais informações em:

  1. http://thoth3126.com.br/petrobras-ex-diretor-faz-acordo-e-denuncia-corrupcao-bomba/
  2. http://thoth3126.com.br/petrobras-empreiteiras-propoem-acordo-para-revelar-corrupcao-na-empresa/
  3. http://thoth3126.com.br/brasil-represa-da-corrupcao-se-rompe-vem-ai-um-diluvio/
  4. http://thoth3126.com.br/brasil-corrupcao-na-petrobras-problemas-a-vista-para-gente-grande/
  5. http://thoth3126.com.br/petrobras-investigacao-nos-eua-ameaca-arranhar-imagem-da-empresa-no-exterior/
  6. http://thoth3126.com.br/petrobras-processo-de-limpeza-do-pais-avanca-muito-rapido/
  7. http://thoth3126.com.br/petrobras-assinou-contrato-em-branco/
  8. http://thoth3126.com.br/petrobras-comparado-ao-mensalao-e-pequena-causa/
  9. http://thoth3126.com.br/petrobras-graca-foster-esta-saindo-da-presidencia/
  10. http://thoth3126.com.br/a-hipotese-de-culpa-para-o-impeachment/
  11. http://thoth3126.com.br/petrobras-mais-us-16-bilhoes-em-multa-em-tribunal-nos-eua/
  12. http://thoth3126.com.br/dilma-rousseff-o-movimento-que-quer-derrubar-seu-governo/

Permitida a reprodução desde que mantida na formatação original e mencione as fontes.

thoth-reversowww.thoth3126.com.br

22 Responses to Corrupção na Petrobras usada para pagar “dízimo” à Igreja evangélica

  1. Rogério

    quem elege esses ladrões? O povo. Ah mas não dão educação para o povo porque um povo burro é mais fácil de dominar. Existem gentes analfabetas mas com amor no coração e respeito para com os outros. O problema é que ninguém quer evoluir espiritualmente e psicologicamente, porque dá trabalho !

    • Eduardo

      Rogério, está na hora de começar a fazer a sua parte. Dispa-se do julgamento e seja luz no mundo! Obrigado!

  2. OZIRES SILVA

    O Nobre Professor Marcílio Novaes Maxxon, foi o único ate aqui que previu com exatidão, muito antes, os fatos que hoje vivenciamos. Esse nobre Professor, Cientista, Observador e Estratégista Político, deveria ser mais ouvido e respeitado em nosso País.Presto portanto esse Reconhecimento Público.
    OZIRES SILVA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *