A C.I.A. Governa a América ?

Todos nós certamente tivemos pensamentos sombrios de que a CIA está realmente governando os Estados Unidos, incluindo muitos meios de comunicação. Talvez isso seja verdade há décadas e simplesmente não soubéssemos disso. Se assim for, digamos apenas que isso explicaria uma enorme quantidade de fatos do que de outra forma teria sido mantido em segredo.

A C.I.A. Governa a América ?

Fonte: The Epoch Times

Como isso seria possível? Conhecimento é poder, enquanto o “conhecimento secreto” é controle total. Mesmo conhecimento falso significa poder e controle, como descobrimos na falsa investigação do Russiagate no início do mandato de Trump. Eles perseguiram a nova administração durante anos sob um cenário completamente falso em que a Rússia de alguma forma elegeu Donald Trump.

Sim, sempre foi uma operação de inteligência, diretamente concebida para derrubar uma eleição, criar uma “revolução colorida” no nosso próprio solo.

Como se atreve uma agência não eleita pelo povo, e que foge à supervisão e à responsabilização pública, colocar-se à frente da Constituição e do Estado de Direito do país ? Isto vem acontecendo há muitas décadas, à medida que as agências ganham cada vez mais poder, ao ponto de forçar um bloqueio total da América e até do mundo sob falsos pretextos de uma pandemia.

Nada disso é verificável precisamente por causa do sigilo envolvido. Não é como se a comunidade de inteligência fosse enviar um comunicado à imprensa: “A democracia na América é uma ilusão. Sabemos porque controlamos quase tudo, além de aspirarmos controlar ainda mais.”

Os incrédulos entre nós responderão: vejam o que vocês estão dizendo! Sua teoria da conspiração não é falsificável. Quanto menos evidências você tiver, mais você acreditará. Como podemos discutir com você? A sua posição não é realmente plausível, mas não há nada que possamos fazer para convencê-lo do contrário.

Vamos conceder o ponto. Ainda assim, não vamos descartar completamente a teoria. Baseado em um artigo do New York Times (NYT) publicado na semana passada, ele contém mais do que um grão de verdade. O artigo é intitulado : “Campanha coloca Trump e as agências de espionagem em rota de colisão”.

Citação: “Mesmo como presidente, Donald J. Trump ostentava a sua animosidade pelos funcionários dos serviços de inteligência, retratando-os como PARTE de um ‘estado [DEEP STATE] profundo’ politizado que pretende apanhá-lo. E desde que deixou o cargo, essa desconfiança transformou-se em hostilidade total, com implicações potencialmente graves para a segurança nacional caso ele seja eleito novamente.”

Ok, vamos ser claros. Se a comunidade de inteligência liderada pela CIA não é o “Estado Profundo”, então o que é o DEEP STATE?

Além disso, está provado muitas vezes que o Estado Profundo está de fato atrás de Trump. Isso nem é controverso. Na verdade, não há razão para estes jornalistas escreverem o que foi dito acima, como se Donald Trump estivesse de alguma forma consumido por algum tipo de paranoia infundada.

Continuemos aqui: “Trump está agora numa possível rota de colisão com a comunidade de inteligência… O resultado é uma situação complicada e possivelmente desestabilizadora que os Estados Unidos nunca viram antes: suspeita e desdém profundamente arraigados por parte de um antigo e talvez futuro presidente em relação às mesmas pessoas em quem ele confiaria para obter as informações mais sensíveis de que necessitaria para desempenhar o seu papel se fosse eleito presidente dos EUA novamente.”

Espere só um momento. Você está nos dizendo que todos os presidentes anteriores tiveram um relacionamento feliz com a CIA? Isso é bastante interessante de saber. E também profundamente preocupante, uma vez que a CIA tem “gerenciado” mudanças de regime em todo o mundo há muito tempo, e está agora diretamente envolvida no “gerenciamento da política dos EUA ao nível mais profundo.

Qualquer presidente que se preze deveria ter absolutamente uma relação hostil com tal agência, nem que seja para estabelecer um controlr civil claro sobre o governo, sem o qual não é possível dizer que vivemos numa república constitucional.

E agora, de acordo com o NYT, temos alguém à procura da Presidência que não se submete à agência e que isto é desestabilizador e profundamente problemático. Quem eles estão sugerindo que realmente governa este país ?

Será o próprio NYT culpado da teoria da conspiração mais extrema que se possa imaginar, ou estará apenas a expondo os fatos tal como eles conhecem? Vou adivinhar que é o último. Neste caso, todos os americanos deveriam estar profundamente alarmados.

Louco, né? Quanto à frase “nunca visto antes”, temos que recuar. E quanto a George Washington, Thomas Jefferson, Andrew Jackson, James Polk e Calvin Coolidge? Todos foram presidentes anteriores, de acordo com os livros de história que as pessoas liam.

Não havia CIA naquela época. Se você duvida disso, tenho certeza de que seu mecanismo de IA favorito irá confirmar isso.

Deve-se supor que quando o NYT diz “nunca visto antes”, isso significa no período pós-guerra. E isso pode muito bem ser verdade. John F. Kennedy os desafiou. Sabemos disso com certeza. Os mistérios que cercam o seu assassinato não serão totalmente resolvidos até conseguirmos os documentos. Mas está crescendo o consenso de que este assassinato foi na verdade um golpe de Estado da CIA, uma mensagem enviada como lição a todos os sucessores nesse cargo.

Pense nisso: vivemos hoje num país onde a maioria das pessoas admite prontamente que a CIA provavelmente matou um presidente impunemente. Incrível.

É intrigante saber, a esta altura, que o “escândalo” de Watergate não foi o que parecia ser, nomeadamente uma intrépida comunicação social que responsabilizava o governo. Mesmo os observadores astutos da época acreditaram na narrativa dominante. Agora temos muitas provas de que isto também não passou de um ataque do “Estado Profundo” a um presidente que perdeu a paciência com isso e provocou outro golpe.

Todo o crédito ao meu brilhante pai, que especulou nesse sentido na época. Eu era muito jovem e tinha apenas uma vaga ideia do que estava acontecendo. Mas lembro-me muito bem de que ele estava convencido de que Richard Nixon foi colocado numa armadilha e injustamente expulso do cargo, não pelas coisas más que estava fazendo, mas por enfrentar o “Estado Profundo”.

Se o meu próprio pai, que não era uma pessoa particularmente política, sabia disso com certeza na época, esta deve ter sido uma forte percepção já naquela época.

Ouve-se a acusação de que estas agências – a CIA é uma delas, mas há muitas outras [são mais 16] adjacentes – não estão autorizadas por lei a intervir na política interna. Neste ponto e depois de tanta experiência, isso me parece uma espécie de piada. Sabemos, através de vastas provas e testemunhos pessoais, que a CIA tem manipulado figuras políticas, narrativas e resultados há muito tempo.

Quão envolvida está a CIA no controle do jornalismo hoje [na realidade, há DÉCADAS]? Bem, como jornal tradicionalmente liberal, poder-se-ia supor que o próprio NYT seria altamente cético em relação à CIA. Mas hoje em dia, publicaram uma longa série de artigos agressivamente defensivos com títulos como “Acontece que o Estado Profundo é Fantástico” e “A Vigilância Governamental Mantém-nos Seguros”. Podemos adicionar esta última peça à lista.

Então vamos apenas dizer: o NYT é a CIA. O mesmo acontece com as outras publicações, Mother Jones, Rolling Stone, Slate, Salon, WaPo, CNN, CBS, ABC e muitas outras publicações convencionais, incluindo grandes empresas de tecnologia como Google e Microsoft. Os tentáculos da CIA estão por toda parte e são cada vez mais óbvios. A Operação Mockingbird foi apenas o começo. A rede está em toda parte e a prática de manipulação das notícias está totalmente normalizada.

Depois que você começa a desenvolver a capacidade de ver as marcações, você simplesmente não consegue deixar de vê-las, e é por isso que as pessoas que pensam e escrevem sobre isso podem parecer malucas depois de um tempo.

Você já considerou que talvez os malucos estejam exatamente certos? Se assim for, não deveríamos, no mínimo, procurar apoiar um candidato presidencial com uma relação hostil com a comunidade de inteligência?

Na verdade, esse deveria ser um padrão mínimo de qualificação de qualquer candidato. Simplesmente não há forma de restaurarmos o controle civil do governo e do governo constitucional até que esta agência possa ser completamente dominada ou completamente abolida.


Uma resposta

  1. Sabemos que a CIA foi criada pós 2a guerra pelos alemães que foram convidados pelo governo americano para melhorar o sistema de segurança( sistema gestapo)por outro lado a antiga URSSS tbm teve parte dos cérebros do Terceiro Reich foram levados para trabalhar para os russos, e assim com o passar dos anos, a luta para impor no mundo um.sistema que desse poder para ambas potências Capitalismo X Comunismo, ambos nefasto poder continua mantendo o povo em seus países prisioneiros..nada de novo no controle dos velhos deuses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.326 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth