Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

A Guerra dos EUA via Arábia Saudita no Iêmen

Enquanto o governo dos EUA e a sua máquina de propaganda da grande mídia pre$$titute$ condenam a invasão da Ucrânia pela Rússia, nenhum deles oferece um pingo de protesto contra os EUA permitirem, financiarem e armarem a terrível guerra da Arábia Saudita contra o seu vizinho Iêmen, que já matou mais de 400.000 pessoas e coloca milhões em risco de fome.

Infeliz 7º aniversário: A Guerra dos EUA via Arábia Saudita no Iêmen

por Walt Zlotow – Fonte: Anti War Blog

Os sauditas começaram a guerra há 7 anos, intervindo na guerra civil do Iêmen para impedir que uma facção alinhada ao Irã se tornasse seu vizinho. Para a América, representa uma guerra por procuração contra o odiado regime iraniano e uma grande oportunidade de venda de armas e munições para os conglomerados do Complexo Industrial Militar.

A América tem ajudado os sauditas com aviões e bombas fabricados pelos conglomerados do Complexo Industrial Militar dos EUA; ajuda para reabastecimento e manutenção e apoio logístico. Sem o apoio dos EUA, o incompetente esforço de guerra saudita entraria em colapso, tornando a América instrumental na carnificina e na catástrofe humanitária chamada de ‘pior do mundo’.

Alguns anos atrás, o Congresso votou o fim dos crimes de guerra americanos sob a Lei dos Poderes de Guerra. Trump vetou a medida e teve votos amigáveis ??suficientes para mais crimes de guerra no Iêmen do Congresso para evitar uma anulação. O senil marionete Joe Biden assumiu o cargo prometendo acabar com isso. Mas em um movimento criminoso e covarde, continuou matando no Iêmen.

O Congresso tentará novamente com outra medida do War Powers Act em andamento. Na sexta-feira, a deputada Pramila Jayapal (WA-07) e o deputado Peter DeFazio (OR-04), o senador Bernie Sanders (I-VT) e o deputado Ro Khanna (CA-17) emitiram a seguinte declaração:

“Há sete anos, os Estados Unidos começaram a participação militar não autorizada na devastadora guerra da Arábia Saudita no Iêmen. Desde então, os ataques aéreos e o bloqueio aéreo e marítimo da Arábia Saudita custaram centenas de milhares de vidas e ameaçam milhões de iemenitas pela fome, desencadeando a pior crise humanitária do mundo. Neste aniversário sombrio – que abrange sete anos e três administrações presidenciais – estamos pedindo o fim imediato do envolvimento americano na campanha militar brutal da coalizão liderada pela Arábia Saudita”.

Enquanto os EUA canalizam mais de um bilhão de dólares em armamento para a Ucrânia para manter a guerra lá já por 31 dias, em vez de promover um acordo de negociação. O apoio dos EUA ao massacre saudita de iemenitas continua no dia 2.550.

Mas ligue sua tv para as notícias nos principais veículos de [propaganda] comunicação e é tudo Ucrânia 24 horas por dia, 7 dias por semana. Nem um pio sobre o massacre Made In USA no Iêmen. Talvez a Rússia tenha se inspirado no pior ao contemplar sua guerra criminosa.

Walt Zlotow se envolveu em atividades antiguerra ao entrar na Universidade de Chicago em 1963. Ele é o atual presidente da West Suburban Peace Coalition, com sede nos subúrbios ocidentais de Chicago. Ele escreve diariamente sobre questões anti-guerra e outras questões em www.heartlandprogressive.blogspot.com .


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *