browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Aconteceu como previsto: Vulcão CUMBRE VIEJA entra em erupção nas Ilhas Canárias

Posted by on 19/09/2021
Cumbre Vieja entra em erupção nas Ilhas Canárias

Complexo do vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, registra há dias série de terremotos. Área foi destaque após notícia de que poderia gerar tsunami capaz de afetar o Brasil e costa leste dos EUA. Chance de isso ocorrer é muito remota, dizem cientistas. Mas o vulcão na ilha espanhola de La Palma, no arquipélago atlântico das Ilhas Canárias, entrou em erupção neste domingo (19/09) após a ocorrência de uma série de pequenos terremotos na área do complexo vulcânico de Cumbre Vieja há mais de uma semana.

Vulcão Cumbre Vieja entra em erupção nas Ilhas Canárias da Espanha após enxame de milhares de terremotos

Fontes: Rússia TodayDeutscheWelleZero Hedge

O vulcão explodiu em uma área montanhosa desabitada enquanto a população com mobilidade reduzida nas cidades vizinhas estava sendo retirada, causando pequenos incêndios florestais. Na área, são vistas grandes colunas de materiais vulcânicos.

O Instituto Geográfico Nacional e o Instituto Vulcanológico das Canárias vinham registrando desde 11 de setembro uma importante acumulação de milhares de pequenos terremotos no entorno do Cumbre Vieja, com focos que começaram a mais de 20 quilômetros de profundidade, mas foram subindo progressivamente até a superfície.

Desde o início da semana, a ilha estava em alerta amarelo devido ao risco vulcânico na área. O sistema de alerta tem quatro níveis, sendo o amarelo o segundo mais grave. Na manhã deste domingo, as autoridades começaram a retirar residentes com problemas de mobilidade nas vilas dos municípios localizados nas áreas mais próximas da zona vulcânica.

Premiê tranquiliza população

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, também informou no Twitter sobre o aumento do risco sísmico na ilha e garantiu que todas as administrações do país estão preparadas para agir de forma coordenada em qualquer situação.

Uma vez que existem registos históricos – desde a conquista das Ilhas Canárias no século 15 – La Palma foi palco de sete das 16 erupções vulcânicas ocorridas no arquipélago.

O Parque Nacional Cumbre Vieja é um dos complexos vulcânicos mais ativos das Ilhas Canárias. Duas das últimas três erupções registradas nas ilhas aconteceram ali, o vulcão San Juan, em 1949, e o Teneguía, em 1971.

O complexo vulcânico ganhou destaque no Brasil após ser noticiado que seria o único que, em caso de erupção explosiva — nível mais alto de atividade vulcânica —, poderia ser capaz de gerar deslizamentos massivos de terra da encosta da montanha para o mar e provocar um tsunami com força suficiente para chegar à costa brasileira. O risco desse cenário acontecer, entretanto, é muito baixo, de acordo com especialistas.

O vulcão Teneguia, que faz parte da cadeia vulcânica Cumbre Vieja, já entrou em erupção em 1971 – a última erupção superficial em solo espanhol. Um homem foi morto no evento anterior quando tirou fotos perto dos fluxos de lava. Nenhuma propriedade foi danificada.

Antes da erupção do Cumbre Vieja , um terremoto de magnitude 3,2 foi registrado a apenas 300 pés abaixo da superfície no sábado. Na manhã desse domingo, mais tremores foram sentidos antes da erupção que cuspiu uma grande nuvem de poeira, lava e fumaça no ar.

O enxame de terremotos começou em torno da área de Cumbre Vieja em 11 de setembro. Desde então, mais de 22 mil terremotos foram registrados na área. Em primeiro lugar,  observou  a possibilidade de erupção última quarta-feira, quando o Instituto de Vulcanologia das Ilhas Canárias (Involcan) disse que não há razão para acreditar que o enxame sísmico é devido ao magma subindo lentamente à superfície.

22 mil terremotos

Foram registrados mais de 22 mil tremores na última semana na área de Cumbre Vieja, uma cadeia de vulcões que teve uma grande erupção em 1971 e é uma das regiões vulcânicas mais ativas das Canárias. A primeira erupção vulcânica registrada nas Ilhas Canárias de La Palma ocorreu em 1430, de acordo com o Instituto Geográfico Nacional Espanhol (ING). Em 1971, um homem foi morto enquanto tirava fotos perto dos fluxos de lava, mas nenhuma propriedade foi danificada.

Na semana passada, as autoridades locais relataram que um sensor no vulcão fez uma leitura dos “níveis mais altos de hélio-3 em 30 anos”. O gás é considerado uma mensagem do manto sobre a futura atividade vulcânica.  

O vulcão Cumbre Vieja tem sido o assunto de algumas teorias selvagens, como, por exemplo, se a erupção for grande o suficiente, pode desencadear um megatsunami. Steven Ward explicou  essa teoria pela primeira  vez em uma pesquisa do Instituto de Geofísica e Física Planetária da Universidade da Califórnia, Santa Cruz, Califórnia, há duas décadas. 

La Palma viveu sua última erupção há cinco décadas, quando o vulcão Teneguía expeliu lava por mais de três semanas depois de abrir uma brecha na parte sul da ilha em outubro de 1971. O subsolo de La Palma permaneceu adormecido até 2017, quando teve início uma atividade sísmica que se intensificou nos últimos dias. Essa constante repetição de pequenos sismos, chamada de enxame, está localizada a poucos quilômetros de Teneguía, na região de Cumbre Vieja, no sudoeste da ilha.

{Excerto do post: Brasil e EUA: ‘Futura Devastação’ por Tsunamis

Ned Dougherty é um milionário norte-americano que teve uma experiência de “quase-morte” [EQM] no distante1984. Era alcoólatra, usuário de cocaína e levava uma vida de playboy, mas essa experiência que teve enquanto em coma mudaria a sua vida por completo e para sempre. Ele então  escreveu o livro Fast Lane to Heaven sobre a sua experiência de quase morte e das suas visões que teve enquanto estava inconsciente. Durante o estado de coma por causa do ataque cardíaco, ele viu e conversou com um ser luminoso. 

Um dos elementos mais dramáticos dessa visão do milionário e que também está relatado no livro são as ondas gigantes que ele vê chegar do Oceano Atlântico e desaguar na Costa Leste dos EUA, sumindo do mapa toda a Flórida e uma parte das Carolinas:

“Do alto de uma colina na Costa de Long Island (Nova York) vejo enormes ondas sucessivas tomando o litoral leste dos EUA, deixando o país debaixo d’água. Vejo uma outra cena a partir do ângulo de uma rua em Nova York: uma enorme parede de água caindo em uma grande avenida, enquanto prédios ao redor caem aos quilos. Vejo um muro de água atingir a costa de Miami Beach. De seu rastro uma nova terra surge do oceano”.

“Os EUA (e todos os demais países e povos do planeta) vão encontrar grandes dificuldades, que vão gerar conseqüências econômicas consideráveis para o resto do planeta. Estamos NO LIMIAR de uma mudança completa na Terra, que vai sofrer uma inversão de seu eixo, que se traduzirá em alguns bilhões de mortos”, ele descreve. 

Após sua EQM, Dougherty soube dessa ameaça representada pelo vulcão Cumbre Vieja e viajou para La Palma, nas Ilhas Canárias, para investigar a área por conta própria. Ele agora está convencido de que a profecia que testemunhou durante sua EQM está diretamente relacionada à ameaça representada pelo colapso do vulcão Cumbre Vieja nas Ilhas Canárias. Veja este artigo relacionado sobre um mega-tsunami que mostra como esse evento parece ser a “enorme montanha em chamas” sendo lançada ao mar, conforme descrito no livro do Apocalipse (Apocalipse 8: 8). }


Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 00001756-6 – TIPO: 013 [poupança] e pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa).


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é segundo-sol-abril-2018-tsunami-300x214.jpg

“Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DAGRANDE COLHEITA  se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes.

Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol) que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. Saiba mais AQUI 


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to Aconteceu como previsto: Vulcão CUMBRE VIEJA entra em erupção nas Ilhas Canárias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.