Aumentam as Evidências de que Mossad ‘Permitiu que Ocorresse’ Ataque do Hamas

Através do  Washington Post : “Especialistas em segurança dizem que a guerra é o resultado de graves falhas militares e de inteligência [ou de ambas]Militantes do Hamas e da Jihad Islâmica vinham treinando há semanas perto da fronteira israelense  – realizando exercícios de lançamento de foguetes, sequestrando soldados e ‘atacando assentamentos’…Aharon Zeevi Farkash, ex-chefe do ramo de inteligência militar das Forças de Defesa de Israel, disse à estação de rádio israelense Reshet Bet que “depois que pudermos investigar isso, veremos que sabíamos quase tudoHouve avaliações de inteligência horas antes . A questão é: “entendemos” o que sabíamos?”

Aumentam as evidências de que a inteligência israelense [Mossad] permitiu que ocorresse o ataque do Hamas

Fonte: Armageddon Prose

“… Existem três portões para o INFERNO, um está no deserto, um esta no oceano e o outro esta em JERUSALEM”.  – Jeremias XIX, Talmud

A inteligência egípcia – que estaria em posição de saber alguma coisa, dado que o Egito controla parte das fronteiras de Gaza – teria avisado a inteligência israelita “repetidamente” que o Hamas estava a planejando “algo grande”.

Através  do Insider :

“Antes da organização militante palestiniana Hamas lançar os seus ataques sem precedentes e em grande escala contra Israel no fim de seman, o governo israelita foi repetidamente avisado de que ‘algo grande’ estava sendo preparado por parte do grupo que controla a Faixa de Gaza, disse um responsável dos serviços secretos egípcios à The Associated Press [AP].

No entanto, as autoridades israelenses minimizaram a ameaça de Gaza e, em vez disso, concentraram-se na Cisjordânia ocupada, afirmou o oficial anônimo da inteligência egípcia, informou o meio de comunicação na segunda-feira.

Nós os avisamos que uma explosão da situação estava chegando, e muito em breve, e seria grande. Mas eles subestimaram tais avisos”, disse o responsável egípcio à AP. O responsável egípcio disse que o Egito, que historicamente agiu como mediador entre Israel e o Hamas, disse repetidamente a Israel que ‘algo grande’ estava sendo planejado.”

É claro que não é necessária a confirmação da inteligência egípcia ou de qualquer outra fonte para compreender que um ataque proveniente da região mais vigiada da Terra, aproximadamente do tamanho de dois Washington DC, envolvendo dezenas de milhares de agentes, meses, se não anos, de planejamento, toneladas de armas, equipamentos, incluindo dezenas de milhares de foguetes importados e armazenados em Gaza, e um influxo de dinheiro para fazer tudo isso acontecer poderia ter ocorrido sem a bênção tácita, se não a facilitação ativa do Mossad e/ou da CIA

Quase imediatamente após o ataque, a mídia estatal corporativa [as pre$$tituta$, controladas por judeus khazares] lançou uma blitzkrieg de propaganda para oferecer todos os tipos de desculpas sobre como a inteligência israelense “falhou” em detectar o acúmulo mais óbvio possível, precisamente porque é tão óbvio para qualquer pessoa com bom senso que nada do Era possível que tal campanha de relações públicas fosse necessária para sair na frente da narrativa. 

O público comum israelense também tem expressado indignação...

Uma ex-soldado das FDI explica que os acontecimentos que aconteceram hoje são impossíveis. Ela era uma observadora de fronteira com a mais alta tecnologia disponível. “Se um pássaro chegasse perto, nós saberíamos. Até mesmo uma barata chegasse à nossa fronteira cercada, nós saberíamos. “Como é que 400 militantes do Hamas passaram hoje”?

A inverdade comprovável é que qualquer narrativa estatal corporativa é diretamente proporcional à intensidade com que é forçada garganta abaixo do público americano e mundial, principalmente se tratando dos interesses de Israel.

Afirmaram que as IDF foram apanhadas desprevenidas por causa do feriado de Yom Kippur –  apesar do fato de os inimigos de Israel terem lançado um mortal ataque surpresa há décadas, no mesmo feriado.  Ofereceram a desculpa de que as IDF tinham transferido as suas forças para a Cisjordânia para reprimir revoltas contra os colonos. 

As desculpas desafiam a lógica básica. Nessas situações, também é aconselhável fazer a pergunta de ouro:  Cui bono ? Quem se beneficia?

Bibi Netanyahu e Ali Khamenei, o autodenominado “Líder Supremo do Irã”, são eternamente sedentos de sangue porque a guerra é a saúde do Estado e de psicopatas fanáticos, de ambos os lados. Não existe melhor remédio para um impasse político do que uma guerra à moda antiga. As cruéis animosidades tribais entre judeus e muçulmanos já existiam muito antes de qualquer uma destas figuras assumir o poder, mas eles as exploram e capitalizam para os seus próprios fins.

Na frente interna americana, como parece que o financiamento para a Ucrânia pode não ser politicamente viável a longo prazo, os fornecedores de armas do Complexo Industrial Militar que vivem da guerra perpétua vão banquetear-se com qualquer conflito de maior escala que surja do desastre de Gaza e sua expansão para todo o Oriente Médio.

Chickenhawk Josh Hawley já está pedindo o redirecionamento do financiamento de guerra da Ucrânia para Israel. Você pode esperar que essa retórica aumente nos próximos dias e semanas.

Os apelos à censura da “desinformação” e do “discurso de ódio” nas redes sociais por parte de entidades como a judaica ADL irão certamente aumentar. “Aqui está o porta-voz censor da ADL ontem no MSNBC aproveitando o ataque”

Se você criticar qualquer guerra em que os EUA se envolvam em nome de Israel, sempre como seu exército mercenário, você será rotulado de nazista antissemita, suas contas nas redes sociais serão suspensas (na medida em que os dissidentes ainda as tenham) e seu banco as contas serão congeladas.

As autoridades governamentais nunca permitem que boas tragédias sejam desperdiçadas. Na maioria das vezes, suas impressões digitais estão espalhadas por todas as tragédias secretamente fabricadas visando a implantação de uma agenda oculta.  

Ben Bartee, autor de  Broken English Teacher: Notes From Exile , é um jornalista americano independente baseado em Bangkok com polegares oponíveis. Siga o material dele,  Substack, se você estiver inclinado a apoiar o jornalismo independente, livre de tendências corporativas. Além disso, fique de olho no  Twitter .


AVISO PARA OS ASSINANTES DO BLOG: Para os leitores assinantes do Blog, que recebiam o link para acessar as postagens em seus endereços de E-Mail, solicitamos, por favor, que refaçam a sua inscrição aqui neste LINK: https://linktr.ee/thoth3126, devido à problemas técnicos e perda de dados que tivemos com a migração de servidor. Também avisamos aos nossos leitores que estamos preparando uma NOVA VERSÃO do Blog que em breve será disponibilizada para todos.


“E ouvireis de GUERRAS e de rumores de GUERRAS; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores.  –  Apocalipse 13:16


0 resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.327 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth