Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

CDC adverte sobre ‘Infecção Fúngica Perigosa’ se Espalhando pelos EUA em ‘Taxa Alarmante’

Imagem 1 de 4 de Pôster Gigante - The Last Of Us Hbo - Pôster A

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) estão alertando sobre um Fungo emergente cada vez mais resistente a medicamentos que, segundo a agência de saúde, representa uma séria ameaça à saúde global. O Fungo Candida Auris é uma doença fúngica rara que se espalha facilmente pelo contato com superfícies contaminadas ou de pessoa para pessoa e pode causar doenças graves em pacientes hospitalizados e naqueles com sistema imunológico enfraquecido, de acordo com ‘autoridades’ de saúde.

CDC adverte sobre ‘Infecção Fúngica Perigosa’ do Fungo Candida Auris se Espalhando pelos EUA em ‘Taxa Alarmante’

Fonte: The Epoch Times

Em alguns casos raros, a levedura pode entrar na corrente sanguínea dos pacientes e se espalhar por todo o corpo, causando infecções graves por candidíase invasiva, que podem afetar o sangue, o coração, o cérebro, os olhos, os ossos e outras partes do corpo e podem ser fatais.

Dados de um número limitado de patentes mostram que 30 a 60 por cento das pessoas diagnosticadas com a doença fúngica morreram. No entanto, pessoas saudáveis ??normalmente não adoecem com a doença fúngica.

O CDC disse estar preocupado com o Candida Auris por três razões principais: muitas vezes é multirresistente, é difícil de identificar usando métodos laboratoriais padrão e causou rapidamente surtos em ambientes de assistência médica.

Além disso, os indivíduos que foram hospitalizados em unidades de saúde por longos períodos de tempo – especialmente aqueles que têm tubos de respiração, tubos de alimentação e cateteres venosos centrais entrando em seus corpos – parecem estar em maior risco de contrair Candida Auris.

Outros fatores de risco são geralmente semelhantes aos fatores de risco para outros tipos de infecções por Candida e incluem cirurgia recente, diabetes e uso recente de antibióticos ou medicamentos antifúngicos, mostram os dados iniciais.

Dados do CDC mostram aumento nos casos

Infecções por Candida Auris, também conhecida como C. Auris, foram encontradas em pacientes de todas as idades, desde bebês prematuros até idosos, dizem as autoridades de saúde.

De acordo com dados do CDC, o fungo resistente a medicamentos, detectado pela primeira vez nos Estados Unidos em 2016, vem se “espalhando em um ritmo alarmante” entre pacientes hospitalizados nos últimos anos, com casos clínicos do fungo quase dobrando em 2021 e continuando a subir em 2022.

Houve pelo menos 2.377 casos clínicos confirmados de Candida Auris nos Estados Unidos em 2022, de acordo com as estatísticas do CDC, contra 1.474 casos em 2021 e 757 casos em 2020. Os dados mostram que a doença fúngica está agora presente em mais da metade dos estados dos EUA.

Dados separados do CDC publicados no Annals of Internal Medicine em 20 de março também descobriram que os casos de triagem – nos quais o fungo é detectado, mas não está causando infecção – triplicaram de 2020 a 2021, de 1.310 para 4.041 casos.

O CDC disse estar preocupado com a triplicação em 2021 do número de casos resistentes a equinocandinas, medicamentos antifúngicos que normalmente são a primeira linha de tratamento para Candida Auris.

Funcionários do CDC disseram em um comunicado à imprensa que o número de casos de Candida Auris pode ter aumentado por vários motivos, incluindo más práticas gerais de prevenção e controle de infecções em unidades de saúde, embora esforços aprimorados para detectar casos também possam ter contribuído para o aumento.

“O momento desse aumento e as descobertas das investigações de saúde pública sugerem que a disseminação do C. Auris pode ter piorado devido à pressão nos sistemas de saúde e saúde pública durante a pandemia do COVID-19”, acrescentaram os funcionários do CDC.

O risco para a população em geral permanece baixo

“O rápido aumento e a disseminação geográfica dos casos são preocupantes e enfatizam a necessidade de vigilância contínua, capacidade laboratorial expandida, testes de diagnóstico mais rápidos e adesão à prevenção e controle comprovados de infecções”, disse a epidemiologista do CDC, Dra. Meghan Lyman, principal autora do artigo. .

o fungo Candida Auris foi identificado pela primeira vez em 2009 no Japão, embora análises retrospectivas tenham descoberto que a cepa mais antiga da doença apareceu em 1996 na Coréia do Sul.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), que incluiu Candida Auris em sua “lista de patógenos fúngicos prioritários” de fungos com risco de vida, os indivíduos com maior risco de infecções graves por candidíase invasiva incluem aqueles com câncer, HIV/AIDS, transplantes de órgãos, doença respiratória crônica e infecção tuberculosa pós-primária.

“Evidências emergentes indicam que a incidência e o alcance geográfico de doenças fúngicas estão se expandindo em todo o mundo “devido ao aquecimento global” e ao aumento de viagens e comércio internacional”, disse a OMS em um comunicado à imprensa em outubro.

O CDC diz que a triagem para Candida Auris pode ajudar a proteger as pessoas com maior risco de infecção grave.

Apesar das preocupações do CDC e da OMS sobre o aumento de casos e resistência às equinocandinas, o Dr. Ashley Lipps, médico de doenças infecciosas do Wexner Medical Center da Ohio State University, disse à Healthline que a maioria dos casos ainda é tratável com medicamentos antifúngicos.

“Se alguém tiver uma infecção por C. Auris, o fungo precisará ser enviado ao laboratório para testes de suscetibilidade para determinar qual medicamento antifúngico funcionará melhor para tratá-lo”, disse Lipps. “O risco para a população em geral permanece muito baixo.”


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fim-dominio-eua-otan-nabucodonosor-fim-roma.jpg

“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá Fomes, e PESTES, e Terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio das dores”. Mateus 24:6-8


{Nota de Thoth: A estrondosa queda da “Estátua de Nabucodonosor“, com o fim do Hospício e os psicopatas da civilização ocidental e a própria destruição da região da cidade de Roma [incluso a cloaca do Vaticano] estão bem próximos de acontecer. O Hospício Ocidental, o circo do G-7 os ditos “Países de Primeiro Mundo” vão fazer face ao seu carma “liberal“, “acordado” . . .}


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informações, leitura adicional:

Permitido reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

0 resposta

  1. Aposto que esse fungo atinge principalmente pessoas vacinadas contra covid… se é que não faz parte do pacote de coisas que contem nas vacinas…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *