Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Cúpula do Governo Mundial estilo NWO em Dubai

Cúpula do Governo Mundial sugere que ‘Eventos de Crise’ são um ‘Caminho Útil’ para o globalismo: Uma das principais conferências sobre centralização global por trás [e depois] da reunião do WEF de Davos é a Cúpula Anual do Governo Mundial em Dubai; um lugar onde as elites e oligarcas, como Klaus Schwab,( WEF) [e muitos psicopatas] do establishment podem falar em voz alta sobre Agendas que eles costumavam manter altamente secretas apenas uma década atrás. 

Aqueles que ‘dominarem’ a inteligência artificial e a biologia sintética serão ‘mestres do mundo’: Klaus Schwab

Fontes: The Epoch TimesZero Hedge

A conferência de 2023 da Cúpula Anual do Governo Mundial em Dubai está fornecendo uma enxurrada de discursos muito reveladores, incluindo uma palestra de Ian Bremmer, presidente e fundador do Eurasia Group . A organização é uma “consultoria de risco político” que vê a criação de uma governança global como a solução para a maioria dos problemas mundiais [criados intencionalmente para se impor um Governo Mundial].

O clipe a seguir do discurso de Bremmer é mais um exemplo de um globalista idiota dizendo a parte silenciosa em voz alta – eles veem os eventos de crise como úteis para promover a centralização, e Bremmer inclui a pandemia covid em sua lista de desastres valiosos. Por que? Ele não dá detalhes, mas é provável porque os desastres causam medo público, e o medo é fácil de explorar. 

Embora Bremmer pareça admoestar o aumento do “protecionismo” e do “nacionalismo” nos últimos anos, está claro que ele vê as tensões nacionais como uma ferramenta valiosa para o eventual fim do jogo: a imposição do governo global [no estilo NWO-Nova Ordem Mundial].

Ian Bremmer, Presidente e Fundador do Eurasia Group afirma que um dos obstáculos para alcançar a globalização e uma “nova ordem” é o “nacionalismo” na Cúpula Mundial do Governo 2023 em Dubai Ele cita a agenda “America First” de Trump como um obstáculo Ele também afirma que a “pandemia” fez o globalismo mais forte . . .

Mais uma do senil judeu khazar Klaus Schwab: Aqueles que ‘dominarem’ a inteligência artificial e a biologia sintética (??!!) serão os “Mestres do Mundo”

O medíocre Klaus Schwab, presidente do Fórum Econômico Mundial (WEF), durante a conferência de 2023 da Cúpula Anual do Governo Mundial em Dubaipediu aos governos globais que trabalhem juntos e controlem novas tecnologias como inteligência artificial (IA) para decidir o destino da humanidade, contradizendo o recente alerta [citado mais abaixo] de Elon Musk ao mesmo tempo e no mesmo evento sobre o risco de se ter um “único governo mundial”.

Em 2015, Schwab escreveu um livro chamado A Quarta Revolução Industrial, no qual mencionou mais de 20 tecnologias que mudarão o mundo. “Todas essas tecnologias se tornaram realidade”, disse ele na Cúpula do Governo Mundial em Dubai esta semana, acrescentando que a humanidade está entrando na “fase exponencial” da transformação tecnológica.

Schwab citou tecnologias como IA, metaverso, criptomoedas, tecnologia espacial e biologia sintética que mudarão o mundo. “A nossa vida daqui a 10 anos será completamente diferente, muito afetada. E quem dominar essas tecnologias de alguma forma será o mestre do mundo”, afirmou Schwab.

A engenharia [genética] de organismos para desenvolver propósitos e habilidades únicas, que não estão inerentemente disponíveis, é conhecida como biologia sintética. Envolve mudar o código genético do organismo, infundindo-o com o DNA de outra criatura, um avanço radical da edição do genoma. O WEF é um proponente desta metodologia.

Você não consegue acompanhar as novas tecnologias. Você tem que ser um favorito porque, caso contrário, estará perdendo ficando do lado de fora”. Uma das principais preocupações é como moldar as “políticas necessárias” para garantir que as tecnologias “sirvam” a humanidade [ao invés de escravizá-la].

“A mudança acontece tão rápido em nosso mundo, e nós vamos ainda mais rápido. Como podemos garantir que o indivíduo, cada cidadão, não se sinta sobrecarregado com a mudança porque não consegue entender realmente o que está acontecendo?” Schwab disse, acrescentando que, se as pessoas não entenderem a mudança, elas podem ficar com medo e reagir negativamente.

O chefe do WEF pediu aos governos que “tenham a ambição e a visão de mostrar que essas tecnologias podem servir para o bem”.

Schwab também levantou temores de que novas tecnologias fiquem fora de controle. “Se não caminharmos juntos em escala global, se você não formular, moldar juntos as políticas necessárias, elas (as tecnologias) escaparão do nosso poder“.

Perigo de muita cooperação governamental

O apelo do chefe do WEF por uma cooperação estreita entre os governos globalmente para moldar o futuro da raça humana contrasta fortemente com o do industrial Elon Musk, que na quarta-feira alertou na Cúpula do Governo Mundial contra a criação de um “governo mundial único”.

Deveríamos estar um pouco [muito] preocupados em realmente nos tornarmos um único governo mundial … Se posso dizer, queremos evitar criar um risco civilizacional tendo – francamente, isso pode soar um pouco estranho – muita “cooperação” entre os governos”, Disse Musk .

Ele apontou que, ao longo da história, várias civilizações surgiram e caíram. No entanto, esses eventos não resultaram na condenação da humanidade como um todo, pois eram civilizações separadas por grandes distâncias.

“Parece um pouco estranho, mas queremos ter um pouco de diversidade civilizacional de forma que, se algo der errado com alguma parte da civilização, a coisa toda não desmorone e a humanidade continue avançando”, alertou o empresário.

‘Modelo’ China, a Ideologia [comunista] das Partes Interessadas

Em seu discurso na Cúpula do Governo Mundial, Schwab não detalhou qual sistema ele acredita que o mundo deveria adotar no futuro.

Mas em novembro, durante uma entrevista à rede de televisão estatal chinesa CGTN, Klaus Schwab chamou a China de “um modelo” para outras nações, embora o regime comunista de Pequim seja conhecido por suprimir a liberdade de expressão, conduzir abusos dos direitos humanos de forma flagrante e generalizada e reprimir as liberdades fundamentais [tudo o que o psicopata senil Schwab quer para o planeta inteiro] . O “modelo chinês é certamente um modelo muito atraente para vários países”, ele disse na época.

Em Dubai, Schwab também impulsionou sua ideologia “das partes interessadas”, segundo a qual os governos trazem “poder diretivo”, as empresas trazem “poder inovador”, a sociedade civil traz “poder preocupado” [??], a academia traz “o poder da verdade” e a [as pre$$tituta$ da] mídia trazem um “poder crítico” para a dimensão neste diálogo”, com todos eles trabalhando para “moldar juntos o futuro”.

Em um comentário de setembro de 2021 no Epoch Times, John Mac Ghlionn, um pesquisador e ensaísta, apontou que o impulso para ideologias como “capitalismo de partes interessadas” soa semelhante à ideia comunista de “prosperidade comum” do líder chinês Xi Jinping, que afirma ter como objetivo abordando a lacuna de riqueza entre “as partes interessadas”.

“Ambos pretendem beneficiar a sociedade em geral, especialmente os mais vulneráveis, e ambos pretendem ser veículos para mudanças positivas. Na realidade, eles só beneficiam aqueles que já têm muito poder. Embora possa parecer óbvio, o poder é um recurso finito”, escreveu Ghlionn.

“Quanto mais seus governos têm, menos seus cidadãos têm. O mesmo vale para o controle. O capitalismo das partes interessadas, semelhante à ‘prosperidade comum’, envolve dar mais controle àqueles que já controlam [e muito] a sociedade”.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a BESTA. Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta. Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; Vencerão os que estão com Ele, Chamados, e Eleitos, e Fiéis. E disse-me: As águas que viste, onde se assenta a prostituta [ROMA], são povos, e multidões, e nações, e línguas“. – Apocalipse 17:12-15

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é nabucodonoor-estatua-daniel.png

A estátua do sonho de Nabucodonosor, um símbolo daquilo que a humanidade construiria na Terra. Os dias de insanidade da atualidade estão contados, muito em breve, a “Grande Prostituta”, a cidade de Roma será varrida da face da Terra, dando início a derrota completa dos servidores das trevas e o fim de seus planos nefastos para o controle do planeta. Em 2023 o Brasil terá um papel decisivo na Guerra entre a Luz e as trevas.


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *