Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Descoberto Novo cometa, o C/2023 P1 Nishimura, que brilhará nas noites de setembro

Cometa McNaught (C/2006 P1),

Hideo Nishimura de Kakegawa, no Japão, estava fotografando o céu noturno em 11 e 12 de agosto de 2023, quando capturou um novo cometa que agora leva seu nome. O cometa C/2023 P1 Nishimura está atualmente na constelação de Gêmeos, visível baixo no céu do amanhecer. O cometa estava escondido sob o brilho do sol antes de Nishimura capturá-lo em suas imagens. E pode ser brilhante o suficiente para ser visto a olho nu no próximo mês, nas noites de setembro!

Descoberto Novo cometa, o C/2023 P1 Nishimura, que brilhará nas noites de setembro

Fonte: Earthsky.org – por Kelly Kizer Whitt

Algumas estimativas já colocam o cometa em magnitude 10,4 , o que significa que pessoas usando telescópios de 6 polegadas ou maiores em um céu escuro podem localizá-lo. Outras observações relatam que a cauda do cometa tem 8 minutos de arco

O novo cometa deve continuar a brilhar e a cauda a crescer à medida que ele se aproximar do sol. O cometa estará mais brilhante em meados de setembro, quando estiver mais próximo do sol e da Terra.

A trajetória do novo cometa

O cometa Nishimura está fazendo um tour pelas constelações zodiacais . Ele passará de Gêmeos para a constelação de Câncer no final de agosto e início de setembro. Atravessará Leão em meados de setembro e visitará Virgem na segunda quinzena de setembro, cada vez mais próximo do sol e aumentando o seu brilho.

Quão brilhante será o cometa?

É sempre difícil estimar o brilho de um cometa porque eles são muito imprevisíveis. Embora o cometa Nishimura possa ser brilhante o suficiente para ser visto a olho nu, ele também pode se desintegrar ao se aproximar do sol. Mas aqui está uma aproximação de quão brilhante o cometa estará em certas datas e onde encontrá-lo.

Os astrônomos estão monitorando um novo cometa que pode se tornar um objeto visível a olho nu no próximo mês, setembro. É o cometa C/2023 P1 (Nishimura), descoberto há poucos dias pelo astrônomo amador japonês Hideo Nishimura. Esta manhã 16-08, pouco antes do amanhecer em June Lake, Califórnia, Dan Bartlett o fotografou nascendo na constelação de Gêmeos:

Starwalk está estimando que o cometa terá magnitude 4,9 – dentro do alcance do olho nu – em 11 de setembro. Na manhã de 11 de setembro, você pode procurar o cometa antes do amanhecer. O primeiro objeto que você notará no céu oriental é uma lua crescente, seguida pelo brilhante Vênus nas proximidades. O cometa estará perto do par e perto da estrela Adhafera (Zeta Leonis) na Foice [cabeça do] de Leão (como um grande ponto de interrogação ao contrário).

A aproximação mais próxima do cometa da Terra é em 13 de setembro, quando ele estará a 0,29 UA de distância. Por volta dessa época, o cometa passa de um objeto matinal para um objeto noturno. Em 15 de setembro, o cometa estará a apenas 10 minutos de arco da segunda estrela mais brilhante de Leão, Denebola. Mas o par também estará a apenas 12 graus do sol, tornando difícil pegá-los após o pôr do sol antes que eles se ponham.

Starwalk estima o cometa em magnitude 3,2 durante o periélio – quando o cometa está mais próximo do sol – em 18 de setembro. Claro, quando o cometa estiver brilhante e próximo ao sol, será difícil vê-lo porque estará próximo ao sol na cúpula do nosso céu também, o que significa que a luz do sol lavará os objetos próximos. Observadores no Hemisfério Norte têm a melhor chance de ver o cometa após o pôr do sol em 18 de setembro em Virgem.

C/2023 P1 (Nishimura) – Novo cometa brilhante se aproximando da Terra em setembro

Dizendo adeus ao cometa Nishimura

À medida que o cometa se afasta do sol, seu brilho diminui. Em meados de outubro, estará mais longe do sol em nosso céu (20 graus), mas ficará mais escuro. Por quanto tempo você consegue seguir Nishimura enquanto ele volta à escuridão do cosmos?

Resumindo: um novo cometa, chamado Nishimura, pode ser brilhante o suficiente para ser visto a olho nu em setembro. Saiba como ver aqui. Via MPEC


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *