Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Escalada no Oriente Médio: EUA enviam Navios de Guerra e Porta-Aviões para Israel para “Operações de Apoio”

O correspondente da NBC no Pentágono está relatando que os militares dos EUA estão enviando navios de guerra da Marinha com um porta-aviões, para águas no Mediterrâneo ao largo de Israel, como parte de “operações de apoio”. “ Os militares dos EUA estão planejando mover navios e aeronaves militares dos EUA para mais perto de Israel como uma demonstração de apoio , de acordo com duas autoridades dos EUA familiarizadas com o planejamento”,  escreve Courtney Kube da NBC . “Os movimentos podem começar imediatamente, mas todos os ativos só estarão disponíveis daqui vários dias.”

Escalada no Oriente Médio: EUA enviam Navios de Guerra e Porta-Aviões para Israel para possíveis “Operações de Apoio”

Fonte: Zero Hedge

⁷ E, quando ouvirdes de guerras e de rumores de guerras, não vos perturbeis; porque assim deve acontecer; mas ainda não será o fim. ⁸ Porque se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes e tribulações. Estas coisas sào os princípios das dores. – Marcos 13:7,8

Cenas no aeroporto internacional Ben Gurion de Israel mostraram longas filas de israelenses frenéticos, bem como de turistas, tentando sair do país em meio a temores de uma guerra mais ampla e de uma escalada após o grande ataque de sábado do Hamas e de militantes da Jihad Islâmica em Gaza.

Provavelmente nos próximos dias assistiremos a um êxodo de dezenas de milhares de turistas, bem como de cidadãos estrangeiros que residem em Israel. Cidadãos israelenses com dupla nacionalidade e com lugares para ficar no exterior também provavelmente tentarão sair.

A NBC observa ainda que pessoal não essencial pode estar deixando a embaixada dos EUA em Jerusalém : 

Os EUA também estão a elaborar planos para uma possível evacuação de não combatentes – ajudando os americanos a sair de Israel. Nada foi decidido ou ordenado, mas eles estão trabalhando em opções, incluindo uma que envolve colocar alguns americanos em navios da Marinha para colocá-los em segurança.

https://twitter.com/_Hareem_Shah/status/1711015119290065252?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1711015119290065252%7Ctwgr%5Ec944c4ab6e93e94424b276af3040e8bc903d476f%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.zerohedge.com%2Fmilitary%2Fus-sends-warships-aircraft-carrier-israel-potential-support-operations

Embora o Presidente Biden tenha prometido no sábado total apoio ao Primeiro-Ministro Netanyahu enquanto Israel embarca numa nova guerra em Gaza, que poderá ser a maior em décadas, continua a existir o potencial de envolvimento militar direto dos EUA se as coisas saírem do controle

Afinal de contas, há relatos de americanos entre os mortos e raptados (provavelmente muitos deles com dupla cidadania norte-americana e israelita) após o devastador ataque do Hamas ao sul de Israel. Em alguns bolsões, os combates podem continuar.

Enquanto isso os ataques aéreos israelenses continuam a dizimar quarteirões inteiros dentro da Faixa de Gaza…

Este é o bombardeio muito seletivo de Gaza, não de Mariupol [Ucrânia], então acho que não importa

Atualmente, as Forças de Defesa Israelenses estão bombardeando fortemente a Faixa de Gaza, no que é apenas o início de mais ataques que estão por vir e, possivelmente, de uma incursão terrestre para resgatar reféns.


Não, a invasão do Hamas não foi uma “falha da inteligência” [Mossad] israelense

Seria preciso ser quase irremediavelmente ingênuo e ignorante para acreditar na linha da comunicação social estatal corporativa de que a invasão do Hamas ontem de manhã foi uma “falha da inteligência” israelita.

O Mossad é uma da, senão a melhor, agência de inteligência mais poderosa do planeta. Além disso, partilha rotineiramente informações com os serviços de inteligência “Cinco Olhos” [G-7].

O Mossad tem os seus tentáculos bem no fundo de cada aliado e inimigo importante. Os seus espiões estão espalhados por toda a Faixa de Gaza, que é uma enorme e eficaz prisão ao ar livre, para onde as mercadorias só fluem com a bênção do Estado israelita. A Faixa de Gaza é indiscutivelmente a área geográfica mais vigiada do planeta.

A invasão do sul de Israel pelo Hamas ontem, por milhares de militantes, foi uma operação que envolveu dezenas de milhares de agentes, pelo menos, sendo feita por terra, mar e ar, utilizando todo o tipo de equipamento e armamento – drones, milhares de foguetes, inúmeras armas de fogo e até escavadoras que foram posicionadas para derrubar as cercas israelenses.

E a MSNBC e a CNN querem que você acredite que tudo isso foi uma grande “falha de inteligência” do Mossad.

O primeiro ministro Netanyahu estava em verdadeiros e crescentes problemas políticos antes desta invasão convenientemente cronometrada. Agora, ou pelo menos esta é a esperança, os israelitas irão unir-se em torno da bandeira da sua defesa para algum castigo patriótico aos palestinos e a corrupção iminentemente óbvia do seu Primeiro-Ministro será, pelo menos temporariamente, esquecida, se não perdoada.

Entretanto, a inteligência israelita, em vez de ser punida pelo seu “fracasso”, usará o seu “fracasso” como pretexto para angariar mais financiamento e mais autoridade para si, de modo a evitar outro “fracasso” semelhante. A invasão do Hamas só foi um “fracasso” se se acreditar que o objetivo da Mossad é proteger os civis israelitas em vez de acumular mais poder para si.

No mínimo, a Mossad sabia do ataque de antemão e deixou que acontecesse por conveniência política. O mais provável, na minha opinião, é que até mesmo tenha facilitado ativamente o ataque. O próximo passo pode ser a decretação de Lei Marcial em Israel, com a suspensão de todos os direitos civis, já que um projeto quase nestes termos, do governo de Netanyahu, foi rejeitado pelo congresso israelense.

O tipo de pessoa que acreditaria que isso foi uma grande falha de inteligência é o mesmo tipo de pessoa que acreditaria que um punhado de habitantes de cavernas semianalfabetos do outro lado do mundo realizaram sozinhos o maior ataque terrorista da história mundial, sem a ajuda de ninguém, a não ser de fantasmas e que grandes edifícios com incêndios estruturais no topo desabam em velocidade de queda livre perfeitamente em suas próprias pegadas [o atentado de 11/09 às torres gêmeas de N. York], também acreditam que quem manda em seu país é um velho senil, demente, pedófilo e corrupto.


“Eis que eu farei aos da “SINAGOGA de SATANÁS”, aos que se dizem judeus, e não o são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés (às almas em evolução encontradas dentro de TODAS AS RAÇAS, e não em um “POVO ELEITO”!), e saibam que eu te amo”.  Apocalipse 3:9


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *