Mais de dois mil mortos e mais de nove mil feridos em dois terremotos no Afeganistão

Mais de 2.000 pessoas morreram e mais de 9.000 ficaram feridas no oeste do Afeganistão após uma série de fortes terremotos no sábado, com dois de 6,3ª na escala Richter, disseram as autoridades do Taleban.  A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que o número de mortos provavelmente aumentará à medida que as equipes de resgate limparem os escombros.

Dois fortes Terremotos de magnitude de até 6,3º na escala Richter atingiram o oeste do país no sábado, com a OMS afirmando que o número de mortos provavelmente aumentará.

Fonte: Rússia Today

Terremotos gêmeos ocorreram com cerca de 30 minutos de intervalo na manhã deste sábado, 35 km (20 milhas) a noroeste da cidade de Herat. Estes foram seguidos por vários tremores secundários significativos. De acordo com o Serviço Geológico dos EUA (USGS), pelo menos um dos terremotos atingiu magnitude 6,3.

Durante uma conferência de imprensa no domingo, Janan Sayeeq, porta-voz do Ministério de Desastres do Talibã, estimou o número de mortos em 2.053, com outros 9.240 feridos. O responsável disse ainda que pelo menos 1.320 habitações foram danificadas ou destruídas. Segundo Sayeeq, dez equipes de resgate estão atualmente trabalhando nas áreas afetadas.

O Gabinete das Nações Unidas para a Coordenação dos Assuntos Humanitários (OCHA) no Afeganistão informou que pelo menos oito aldeias nas províncias de Herat e Zenda Jan foram afetadas pela catástrofe natural. Os trabalhadores humanitários também alertaram que o número de vítimas poderá aumentar.

Um homem faz buscas após um terremoto no distrito de Zenda Jan, na província de Herat, no oeste do Afeganistão, domingo, 8 de outubro de 2023. ©  AP Photo/Omid Haqjoo

O OCHA estimou que milhares de famílias foram deslocadas pelo terremoto, tendo aproximadamente 300 sido levadas para a cidade de Herat, onde se abrigaram em edifícios abandonados.

A Reuters, citando um funcionário do departamento de saúde de Herat, informou que havia muitas mulheres e crianças entre as vítimas, com as autoridades locais lutando para conseguir leitos adicionais em hospitais em meio ao fluxo de feridos.

A Associated Press citou um residente de Herat dizendo que o pânico reinava na cidade, com as pessoas com medo de regressar às suas casas por medo de mais tremores secundários. No ano passado, um poderoso terramoto atingiu as regiões do sudeste do Afeganistão, na fronteira com o Paquistão. Os tremores ceifaram mais de 1.000 vidas e feriram cerca de 1.500.

O país montanhoso não é estranho aos terremotos, que se tornam ainda mais mortais devido à qualidade geralmente fraca dos seus edifícios, muitos dos quais consistem em estruturas simples de pedra e tijolos de barro. O sistema de saúde do Afeganistão também depende em grande parte da ajuda externa, que tem diminuído consideravelmente desde que os talibãs assumiram o controle do país em 2021 devastado por vinte anos de conflito.


⁷ E, quando ouvirdes de guerras e de rumores de guerras, não vos perturbeis; porque assim deve acontecer; mas ainda não será o fim. ⁸ Porque se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes e tribulações. Estas coisas sào os princípios das dores. – Marcos 13:7,8


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.328 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth