Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

‘Estamos sendo totalmente inundados de pseudociência’ sobre as ‘Mudanças Climáticas’, declara físico Prêmio Nobel

O físico vencedor do Prêmio Nobel, John Clauser, não tem medo de ir contra a corrente e a narrativa do establishment. Em uma entrevista de 26 de julho para o Epoch Times, o Sr. Clauser explicou que realizou as suas primeiras pesquisas sobre mecânica quântica também contra a oposição de alguns cientistas no campo. Quando jovem, ele conduziu o primeiro experimento para demonstrar a realidade do emaranhamento quântico independente de local – a ligação entre múltiplas partículas através de qualquer distância física.

”Estamos sendo totalmente inundados de pseudociência” sobre as Mudanças Climáticas, declara físico vencedor do Prêmio Nobel

Fonte: The Epoch Times

Muitos anos depois, esse trabalho inovador lhe rendeu um terço do Prêmio Nobel de Física de 2022.

Hoje, o cientista de 80 anos enfrenta outro establishment. Desta vez, porém, ele não está violando uma previsão para descartar uma explicação alternativa para a mecânica quântica. Ele está violando um tabu, um dogma que atende uma “agenda” que lenta mas seguramente se tornou um dos maiores da ciência e da política.

“Acho que sou o que você chamaria de ‘negacionista da mudança climática’”, disse Clauser ao Epoch Times.

Seu treinamento em ciência o torna “um pouco diferente” de alguns outros “negacionistas”, disse ele.

O físico, que também ganhou um terço do Prêmio Wolf por suas contribuições à mecânica quântica, compartilhou algumas de suas opiniões sobre o clima durante um discurso recente na Coréia do Sul logo após sua eleição para o conselho de diretores da CO2 Coalition.

‘Desinformação perigosa’

“Acredito que a mudança climática não é uma crise real”, disse Clauser ao público na Quantum Korea 2023. Ele também descreveu o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) das Nações Unidas como “uma das piores fontes e perigosa de desinformação”.

O Sr. Clauser elaborou mais suas opiniões em sua entrevista com o Epoch Times.

Faça o que fizer, não deve questionar “A Ciência”, mesmo que seja um laureado com o Nobel.

Contra o IPCC e outras instituições importantes, ele argumenta que o clima é definido principalmente pelo que ele chama de “termostato de cobertura de nuvens”, um processo auto-regulador pelo qual mais nuvens começam a envolver a Terra quando a temperatura é muito alta e vice-versa. 

Embora ele aceite as observações que mostram que o dióxido de carbono atmosférico está aumentando, ele disse acreditar que o efeito do gás na transferência de calor é abafado por um grande ciclo natural de nuvens.

“[O dióxido de carbono] pode ou não ser produzido por seres humanos”, disse Clauser. “Realmente não importa de onde ele vem.”

O físico disse acreditar que a ciência objetiva sobre o clima foi sacrificada pela [Agenda] política. A preeminência da política é ainda pior, disse ele, porque muito dinheiro já foi destinado a iniciativas climáticas.

“Estamos falando de trilhões de dólares já gastos”, disse ele, acrescentando que pessoas poderosas não querem ouvir que cometeram “erros de trilhões de dólares” [ou que foram infantilmente enganadas].

Preocupações sobre tais erros podem ter sido relevantes depois que Clauser foi escalado para falar perante o Fundo Monetário Internacional (FMI) da ONU em 25 de julho e foi “cancelado”. Nos últimos anos, a agência econômica e monetária internacional concentrou-se fortemente no clima. As autoridades enfatizaram particularmente os impostos internacionais sobre o carbono.

“A última análise do FMI conclui que os grandes países emissores precisam introduzir um imposto sobre o carbono que aumente rapidamente para US$ 75 a tonelada em 2030”, afirma o site da agência sobre mitigação climática .

Poucos dias antes de sua palestra acontecer, o Prêmio Nobel recebeu notícias alarmantes. Clauser disse ao Epoch Times que recebeu um e-mail indicando que o diretor do Escritório de Avaliação Independente (IEO) do FMI, Pablo Moreno, não queria que a conversa fosse adiante naquele dia.

Em um e-mail, um alto funcionário do IEO disse ao Epoch Times que o discurso do Sr. Clauser “foi adiado para reorganizá-lo em um painel de discussão”. “Estamos trabalhando para reagendá-lo após o verão”, escreveu o funcionário.

Nenhuma Nova Data Definida

Por enquanto, uma nova data não foi definida.

Clauser apontou que uma tentativa anterior de um debate vigoroso e transparente sobre a mudança climática – ou seja, o exercício “time vermelho, time azul” proposto pelo veterano do governo Obama, Steve Koonin, em 2017 – foi finalmente frustrado durante o governo Trump. Quando o diretor da Agência de Proteção Ambiental, Scott Pruitt, tentou realizar o exercício, o chefe de gabinete da Casa Branca, John Kelly, supostamente rejeitou a ideia.

Aos olhos de alguns observadores, o adiamento declarado parece mais um cancelamento direto.

“O Dr. John Clauser, ganhador do Prêmio Nobel de Física de 2022 e membro do conselho da CO2 Coalition, foi sumariamente cancelado como palestrante confirmado em 25 de julho no Fundo Monetário Internacional. Eles dizem que seu discurso foi ‘adiado’. Don’ Prenda a respiração!” Patrick Moore, co-fundador do Greenpeace e agora um cético climático de destaque, escreveu no X , anteriormente conhecido como Twitter.

O Dr. John Clauser, ganhador do Prêmio Nobel de Física de 2022 e membro do conselho da CO2 Coalition, foi sumariamente cancelado como palestrante confirmado em 25 de julho no Fundo Monetário Internacional. Dizem que seu discurso está “adiado”. Não prenda a respiração!

O Sr. Moore é ex-presidente da CO2 Coalition.

“Faça o que fizer, voce não deve questionar ‘A Ciência’, mesmo que voce seja um laureado com o Nobel”[e tenha um QI de 500], escreveu Joshua Steinman, um empresário de segurança cibernética que atuou no Conselho de Segurança Nacional do governo Trump, no Twitter X.

Se o IEO do FMI convidar Clauser novamente, seus comentários podem causar um impacto maior do que sua palestra inicialmente agendada. Como Robert F. Kennedy Jr., no entanto, Clauser pode achar difícil divulgar sua mensagem se a oposição permanecer suficientemente entrincheirada. Por enquanto, o físico não parece disposto a ceder.

“Estamos totalmente inundados de pseudociência”, disse ele ao Epoch Times.


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]. Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ” – Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *