Ex-primeiro-ministro exorta israelenses a ‘sitiar o Knesset’ para expulsar Netanyahu

Este fim de semana assistimos a grandes protestos tumultuosos anti-Netanyahu em Tel Aviv, liderados pelas famílias dos reféns e das vítimas do 7 de Outubro. As famílias há muito que exigem que o governo leve mais a sério sobre outra troca de reféns/prisioneiros. Acusaram o primeiro-ministro de frustrar intencionalmente um acordo com o objetivo de prolongar a guerra e, por sua vez, prolongar a sua permanência no poder.

Ex-primeiro-ministro exorta israelenses a ‘sitiar o Knesset’ [o Parlamento judeu] para expulsar Netanyahu

Fonte: Zero Hedge

A cena ficou violenta no sábado, quando a tropa de choque a cavalo atacou os manifestantes em uma praça central de Tel Aviv. A polícia também usou canhões de água contra os manifestantes. Assista a alguns dos desdobramentos do caos abaixo:

A oeste, Israel é o estado mais democrático do Oriente Médio: a polícia israelense chicoteia um manifestante no rosto durante protestos anti-Netanyahu em Tel Aviv.

https://twitter.com/HKX07/status/1761522843614081174?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1761522843614081174%7Ctwgr%5Ef0b3f03a766145f55e2db1c7720601ba14c856c5%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.zerohedge.com%2Fgeopolitical%2Fformer-prime-minister-urges-israelis-besiege-knesset-oust-netanyahu

Netanyahu tentou acalmar a raiva crescente dirigida contra ele com uma declaração em X dizendo:  “Estamos trabalhando para obter outro esboço para a libertação de nossos reféns”. Ele acrescentou: “É por isso que enviei uma delegação a Paris – e esta noite discutiremos os próximos passos nas negociações”.

A mídia israelense relata mais uma vez “otimismo cauteloso” em relação às negociações de cessar-fogo, mas Netanyahu tem insistido ao mesmo tempo em rejeitar as condições “ilusórias” do Hamas para um acordo – mais especialmente a exigência de que todas as forças israelenses se retirem da Faixa de Gaza.

Pelo menos 21 pessoas foram presas na manifestação de sábado, com alguns feridos entre os manifestantes também relatados. É um sinal de que tais manifestações estão prestes a ficar mais violentas.

Os familiares das vítimas de sequestro pelo Hamas acreditam que um acordo é realista e alcançável e mantêm a esperança de que os seus entes queridos sejam devolvidos a Israel. Ainda há mais de cem israelenses detidos em Gaza – embora muitos possam já ter morrido neste momento.

No domingo, o ex-primeiro-ministro do país, Ehud Barak, acrescentou lenha à fogueira anti-Netanyahu, ao pedir uma escalada nos protestos até que Netanyahu seja forçado a renunciar. De acordo com a Al Jazeera :

Ehud Barak diz que os israelitas precisam de protestar fora do seu parlamento “dia e noite” para ajudar a pôr fim ao governo de Netanyahu .

Barak, que foi primeiro-ministro de Israel entre 1999 e 2001, acrescentou que as manifestações deveriam continuar “até que Netanyahu entenda que o seu tempo acabou e que o público já não confia nele” .

“Quando o Estado for encerrado, Netanyahu perceberá que o seu tempo acabou ”, disse ele à Rádio do Exército, conforme noticiado pelo jornal Jerusalem Post.

Em comentários de domingo, Netanyahu disse que seu gabinete está avaliando várias opções para Rafah e disse que se um acordo for alcançado com o Hamas, o ataque será adiado. No entanto, ele alertou que, se não houver acordo, ocorrerá uma ofensiva terrestre em grande escala. Comentários anteriores de autoridades israelenses sugeriram um prazo até o início de março para um ataque, já que os EUA continuaram a pressionar os militares para permitirem a evacuação dos civis de Gaza primeiro.

Estima-se que existam atualmente 1,5 milhões de pessoas – a maioria civis deslocados internamente – em Rafah, depois de a maioria ter sido expulsa das suas casas no norte durante a operação judeu que começou após o ataque terrorista de 7 de outubro pelo Hamas.


Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás.Apocalipse 2:9

⁹ Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não o são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo. – Apocalipse 3:9


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.310 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth