browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Força de Defesa das Colônias Humanas de MARTE (Randy Cramer), parte III

Posted by on 18/04/2017

marte-forca-defesa-randy-cramerEsta é a transcrição final do explosivo testemunho de Randy Cramer (aka Capitão Kaye) que afirma que ele serviu em forças militares especiais em Marte, como parte de uma força de elite militar (USCM-SS) na defesa da colônia humana existente secretamente no planeta MARTE, serviço que durou por pouco mais de 17 anos. O principal objetivo era proteger a “Mars Colony Corporation”, que tem cinco BASES civis em Marte de ataques de marcianos nativos…

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Revelações de ex-super soldado do Governo Secreto da aliança Terra/Reptilianos-Draconianos e a Força de Defesa das Colônias Humanas de MARTE (Randy Cramer) parte III-Final

POR DR. MICHAEL SALLA – Fonte: http://exopolitics.org

… Na entrevista, Cramer descreve como viajou à base lunar secreta para assinar papéis que o cometeram a uma excursão de 20 anos do dever. Ele foi então transportado para uma base militar em Marte, onde sua unidade se envolveu em batalhas territoriais com o nativo reptiliano e insetoide marcianos. Esta foi a segunda entrevista de Cramer em uma série de cinco partes, onde descreveu seu treinamento como um super soldado criança para servir como membro de uma unidade de elite da Marinha que fornece pessoal para um programa secreto de espaço com bases militares na Lua, Marte e outras partes Do sistema solar.

Original Entrevista Skype Áudio publicada através ExoNews.TV em https://youtu.be/YCTYkYcYuI0

Link para a parte um AQUI, para a parte dois AQUI.


Abreviaturas: MS: Michael Salla, Ph.D. – RC: Randy Cramer (Capt, USMCSS)

[0.00] – timestamp Red refere-se ao tempo na entrevista

Nota. Randy Cramer usou o pseudônimo Captain Kaye nas cinco séries de entrevistas publicadas em abril de 2014. As redundâncias linguísticas como “você sabe”, “assim”, “e”, “ah” etc. foram removidas quando apropriado para gramática correta e facilidade de leitura. Uma reticência … significará o texto removido para corrigir a gramática ou eliminar redundancias. O tempo de gravação irá permitir ao leitor localizar as passagens de áudio relevantes.

Formatação: Todas as perguntas estão destacadas em negrito, e o texto normal é a resposta dada por Randy Cramer (aka Capitão Kaye).

© Michael E. Salla, Ph.D. 


TRANSCRIÇÃO DA ENTREVISTA REALIZADA VIA SKYPE

Continuação da Parte 1 e 2:

MS Certo, agora é claro que você chegou lá em Marte em 1987, e 1975 foi quando (a Base) Aries Prime foi criada. Agora, é claro, aqui na Terra isso foi durante a Guerra Fria, e lá fora a União Soviética fazia parte da Força de Defesa da Terra e do funcionamento de Aries Prime?

RC Absolutamente. Sim, os EUA, Rússia, China, Alemanha, quero dizer, todos cooperaram juntos. Absolutamente isso estava acontecendo, e eu me fiz tive essa pergunta muitas vezeso. Como é que essas pessoas cooperam (em Marte), enquanto, ao mesmo tempo, todos estavam lutando na Terra. Como, quem está mentindo ou é apenas um show. (o tal de Pão e Circo). Acho que a resposta real para isso é que as pessoas que se separaram das autoridades regulares do Estado há décadas atrás para estabelecer as organizações paralelas, são tão separadas que as pessoas não sabem o que realmente está acontecendo, estão realmente lutando uns com os outros. Eles estão todos tendo todos os tipos de problemas uns com os outros, e se odeiam uns aos outros, e querem matar uns aos outros. As pessoas que se estabeleceram sobre o que fizeram essa outra coisa, que foi vamos cooperar para metas e benefícios mútuos, e tentar resolver todos os outros nossos problemas ao longo do tempo, mantendo-os separados. Isso é apenas um pouco que explica por que eles fizeram isso. [35,41]

MS Eu vejo, então neste momento você vai começar suas funções oficiais, então para o que é que você foi oficialmente recrutado? [38,50]

RC Nesse ponto (no tempo) chego ao Aries Prime, e nesse ponto todos nós fomos informados de que agora somos membros da Mars Defense Force (MDF). O MDF é a organização militar específica, organização militar contratada privada que é especificamente contratada para servir ao abrigo da MCC [Mars Colony Corporation) para proteger e defender a Colônia humana em Marte e seus interesses. Nós fomos informados que agora seríamos um membro da força de Defesa de Marte, a você será atribuído um chip, um pequeno cartão, semelhante a um cartão que vai dizer que tipo de transporte você está sendo atribuído. Então você vai pegar essa nave shuttle que vai levá-lo a uma estação e essa estação é onde você vai provavelmente residir nos próximos 20 anos, e quando você chegar a essa estação, então você vai se informar exatamente sobre que tipo de atribuição lhe cabe, e exatamente com quem você está trabalhando, e receber todo o equipamento de treinamento necessário, etc, quando você chegar no local designado.[37,02]

Então eu pego meu cartão, uma espécie de pedaço de papel, vagando para fora para o asfalto novamente, sendo direcionado para o tipo de transporte que eu tenho que embarcar. Desta vez, estas espaçonaves são muito pequenas, na medida em que não é muito maior do que a metade de um ônibus. Eles são como meio ônibus da cidade, eles não são tão grandes. Acho que nessas coisas só cabiam cerca de 20 caras, além de um piloto e um co-piloto na frente e as filas de assentos tipo um de frente para o outro com uma porta na parte de trás. Então venha, entre, sente-se. Os assentos nem sequer são todos preenchidos neste veículo particular, há apenas cerca de 15, 16 pessoas, por isso tivemos alguns assentos vazios. Ao contrário do veículo maior, que era muito suave, muito silencioso ao decolar, e pousar, sem um monte de movimento ou distúrbios, este veículo era meio alto e você poderia definitivamente sentir que você estava sacolejando e movendo-se quando a nave levantou acima da terra … [a nave] pareceu fazer a maioria de sua manobra em altitude entre 15-20 pés acima do terreno, era uma sorte o veículo voar rente ao terreno. Eu acho que poderia a nave poderia ir mais alto, mas ficou se deslocando em baixa altitude o que significava que era um alvo mais difícil, … [inaudível] poderia ser um alvo para qualquer coisa que fosse maior voando.[38,11]

Passamos como o que parecia … três ou quatro horas de voando sobre sobre esta paisagem rochosa vermelha da superfície de Marte. Assim nós conseguimos encaminhar até a estação Zebra que seria o local onde eu passei os próximos 17 anos de minha vida como um membro da divisão de operações táticas especiais 098  Zebra Forward Station que também abrigou uma unidade de divisão irmã cuja instalação era menor que 100 pés da estação principal. De modo que há um tipo  como duas estações separadas uma ao lado da outra, que [era] a Divisão 097. Nossa divisão irmã era 097, nós éramos divisão 098-Divisão de Operações Táticas Especiais, da Força de Defesa de Marte, Forward Station Zebra (Estação Zebra Avançada).[39,47]

Chegamos lá e fomos apresentados a essa instalação e novamente estamos satisfeitos por alguns jovens recrutados que já estão estacionados lá, perambulamos um pouco, nos levaram para o interior da estrutura e, em seguida, andamos por aquilo que eu chamo, chamamos de, “A ferradura”, porque a principal sala de estar no quartel estava na parte de trás, o ponto de retirada mais longe visto pela frente, e o mais distante no ponto de trás da estação em uma espécie de forma de ferradura, de modo que as duas pontas da ferradura virava e havia um corredor que conectava-os assumindo assim um formato de ferradura …[40,50]

Eles nos levaram para a ferradura e, enquanto andávamos, estávamos chamando nomes e apontando para os quartéis individuais para os esquadrões que estavam ao redor. Havia alfa, bravo, charlie, delta, por todo o caminho ao redor, e descendo. Eles estavam chamando ” alfa, assim e assim”, “bravo.” Chegamos à instalação delta e era eu e outro cara. Era como, o esquadrão Cramer, Hansen, Delta. Por isso fomos lá e eles nos disseram para esperar aqui para o resto da sua equipe para voltar, e você será informado por eles e o que fazer. Eu poderia contar em grande detalhe sobre esse tipo de coisas, mas melhor a história curta, o resto da equipe retornou. Nós nos conhecemos, nos familiarizamos, todos percebemos que teríamos que ser amigos, e esse foi o primeiro dia em que conheci meu esquadrão e percebi o que ia acontecer.[41.32]

randy-cramer-marte-forca-defesa-01

A revelação da existência de um Programa Espacial Secreto, Bases na Lua, Colonias humana e Alienígena em Marte

O dia seguinte foi o nosso primeiro dia de treinamento, onde nos familiarizamos com uma poderosa armadura motorizada, os trajes para o ambiente de Marte e os rifles gauss de mão ou armas magnéticas, e praticamos nossas simulações colocando e tirando nossa armadura, disparando as armas, E disparar contra o que eram ameaças supostamente conhecidas na época. Recebemos um briefing do oficial de inteligência da base sobre onde estávamos, e o que estávamos fazendo, e que as ameaças que poderíamos enfrentar … Ele nos explicou que o trabalho da Mars Colony Corporations é extrair minerais e recursos para essas pessoas que os utilizam em seu trabalho. E o nosso trabalho era eliminar qualquer coisa que tentasse ficar em nosso caminho.[42,32]

Fomos informados de que as espécies nativas de Marte eram numerosas, como se verificou. Há uma série de diferentes seres vivos que vivem em Marte agora. A superfície ainda é meio esparsa em comparação com o que costumava ser antes do grande acidente, como eu meio que penso nisso. Que em outro lugar da história será mais apropriado falar dessa parte, sobre a história de Marte como eu cheguei a entendê-la, ou como veio a ser contada para mim. Por isso, foi-nos dado um briefing sobre quem e o que é o quê em Marte. Portanto, verificou-se que existiam duas espécies principais evoluídas, para além de nós, que habitavam neste planeta, os quais poderíamos vir a ter que enfrentar. Uma espécie nativa  Reptiliana e uma espécie Insetoide nativa que não necessariamente vivem nas mesmas áreas, mas têm seus próprios ninhos e colmeias, como eles queriam chamá-los na época.[43,27]

Nós fomos tratados essencialmente para o típico [briefing], estes são os selvagens nativos e bestas que você vai ter que lidar. Não nos deram qualquer tipo de impressão de que essas culturas evoluíram ou eram civilizadas, ou tinham alto conhecimento, ou filosofia, ou tecnologia ou qualquer outra coisa. Apenas que estes tendiam a ser uma dor de cabeça muito grande de que nós teríamos que tratar. Aprendi mais tarde que esse não era o caso. Essas espécies eram muito evoluídas, tinham bastante inteligência, bastante cultura, um pouco de civilização. Essas informações não foram dadas durante nosso briefing.

Foi-nos explicado qual era a principal tática e estratégia em Marte, e a maneira como esses seres trabalhavam em Marte era uma constante prova de limites. Onde quer que suas fronteiras se encontrassem, uma Estação Avançada se encontra com o limite de uma espécie Reptiliana ou Insetoide, um covil ou colmeia, o local vai ser um lugar de espaço contestado, onde eles vão desafiar esse espaço. Eles vão desafiar para ocupar esse espaço, tanto quanto para atacar e completamente submergir sua própria colmeia ou ninho, como eles gostam de chamar suas bases. Mas eles têm uma estratégia, que é você não entrar e eliminar completamente o ninho de alguém, você não mata tudo dentro do ninho. Se você realmente entrar na colmeia de alguém ou ninho; ou no nosso caso, a nossa base, o seu objetivo é eliminar todos os soldados, ou matar todas as “formigas do exército”, por assim dizer, ou matar, ou quebrar todos os ovos no incubatório, a próxima geração de guerreiros. Você não está tentando eliminar a espécie, uma vez que isso criaria um vácuo de espaço, e você não sabe necessariamente o que vai entrar e ocupar esse espaço vizinho vazio novamente porque a maioria  é bastante contida onde eles estão alocados. [44.28]

Não há muita necessidade de ter uma colméia ou ninho para expandir lá, ou lá e lá. Há um monte de isolacionismo, estamos bem aqui [sentimento]. Fique onde está e, ocasionalmente, testaremos sua área e testaremos seu espaço e, ocasionalmente, reduziremos o seu nível a ser uma ameaça para nós pisando em todos os seus ovos ou pisando em todos os seus soldados para que você perceber qual raça vai crescer um monte mais. Isso mantém um certo equilíbrio de segurança e um certo equilíbrio de “todos nós podemos crescer e se dar bem sem que ninguém tenha que ficar muito louco ou fora de linha.” Isso mantém todos em constante estado de guerra e conflito, e ameaça, e ataque e defesa. Nossa principal estratégia, como nos foi dito, era defender essas fronteiras e ocasionalmente invadir o ninho de alguém e seguir essas mesmas condições. Se invadimos … o covil ou o ninho de alguém, não se esperava que os destruíssemos com todas as tecnologias que tínhamos. Nós éramos supostos fazer a mesma coisa que era pisar nos ovos, ou o mesmo em todos os filhotes pequenos, e ajustra seu crescimento populacional para trás um par de gerações por muito tempo [assim] que será x o número de meses que eles não vão ser capazes de formular qualquer tipo de ofensiva novamente. [46,35]

Fomos informados de que era assim que ia ser e íamos gastar bastante tempo fazendo isso. Depois do briefing das informações recebidas aqui, onde você está, aqui está contra quem você está lutando, e aqui é onde você vai estar lutando contra isso, nós temos um discurso do velho, o coronel da base. Um grande homem, quero dizer, um cara que ainda respeito até hoje um dia, que nos deu seu grande discurso sobre quem somos, por que estamos aqui. Para ser honesto, foi um discurso bastante motivador. Ele disse um monte de coisas positivas sobre quem nós somos, e por que estávamos lá, o que nós estávamos fazendo lá de bom para o nosso povo no nosso planeta quando de volta para casa, e por que deveríamos estar orgulhosos do que estamos fazendo e onde estamos. Novamente, foi um bom discurso, eu me senti bastante motivado por ele. Então, depois de todos os discursos de apresentação de todos, então, como eu disse, no dia seguinte foi direto … [ininteligível] descobrir como trabalhar todo o equipamento … Nós provavelmente tivemos nossa primeira escaramuça no quinto dia em que eu estava lá.[47,50]

MS Você mencionou que as raças Reptilianas e Insetoides que estavam lá eram nativas de Marte. Eu estou supondo que eles não têm nada a ver com as raças Reptilianas e Insetoides fora do mundo que têm espaçonaves avançadas que viajam através da nossa galáxia, e têm sido relatados como interagindo com pessoas na Terra. Que essas raças indígena marciana Reptilianas e Insetoides são algum tipo de desenvolvimento de povos nativos ao longo de muitos, muitos milênios.[48,52]

RC Sim, definitivamente, nesse ponto eu posso entrar em um pouco mais de detalhes sobre o que eu entendo ser a história marciana como “foi contada” para mim. Eu tenho que pular um pouco à frente Eu acho que caso contrário,esta história será muito longa. Então eu vou apenas avançar nesta parte realmente interessante. Alguns anos mais tarde, bem na minha segunda década de meu serviço … no momento em que eu tinha ido de ser um plebeu em uma equipe de ataque, para ser o líder do esquadrão Delta Squad e fomos capturados, intencionalmente pela espécie Reptilianas que se referiam a si mesmos como Gah Lukas [fonético], que é tanto quanto pensamos de nós mesmos como terráqueos, porque nós vivemos na Terra, Gah Luka é o nome de como que eles chamam o seu planeta, sua casa, então eles realmente se chamam pessoas de casa, os filhos de Gah Luka.[49.26]

secret-space-program-UFOs

Quando fomos capturados, que lembramos de ter sido nossa intenção, eles decidiram que tinham tido o suficiente do jogo que tínhamos estado fazendo ao longo desses anos e era hora de chegar mais perto de quem este macaco (os humanos) rosa sem pelos que tinha pousado em seu planeta e estava dando-lhes problemas. Mais uma vez, eles não são selvagens. Eles são muito, muito inteligentes. Na verdade, eles são os remanescentes da espécie marciana antiga, que era muito avançada e tinha tecnologia realmente avançada e tecnologias de viagens espaciais. Avançado o suficiente para que eles quase se destruíssem quando eles explodiram sua atmosfera. Quando a atmosfera foi soprada para fora, que essencialmente mudou o equilíbrio de pressão atmosférica planetária…. A mudança de pressão fez os oceanos ferverem, e fez a alta pressão, sistemas de baixa pressão tão rápido que ventos de  800 mph [sopraram]. Enquanto todo esse ar e umidade foram empurrados para fora do planeta e, em seguida, a gravidade tentando puxá-lo de volta, algumas horas ou dias … foi [tudo] que levou para a atmosfera [se] reestabilizar e criar outra bolha atmosférica em torno de Marte. Naquela época, tudo tinha girado em torno de horríveis ventos soprando a altas velocidades quem sabe por quanto tempo, destruindo quase todos os seres (biologia) vivos na superfície.[50,42]

Se eles ainda não tivessem feito um esforço sério para ter bases muito grandes ou cidades próprias, profundas e fortes, completamente seguras, há centenas de pés nos subterrâneos, nunca teriam sobrevivido porque tudo na superfície foi absolutamente aniquilado. Minha compreensão do que aconteceu naquele ponto são os sobrevivente Reptilianos que estavam todos nos subterrâneos naquele momento, houve um momento de realização e despertar para eles irem em frente e “wow, acabamos de matar o nosso planeta. “Isso não foi muito legal para nós … . Havia uma divisão, e eu não direi bem no meio. Havia dois lados antagônicos que se formaram. Havia aqueles que disseram, “uau, nós fizemos algo ruim e vamos ter que pagar nossa penitência por isso, e nós vamos ter que ficar aqui e consertar isso. Nós vamos ter que ficar aqui e curar nosso planeta, e recuperar o nosso planeta … Se levar os próximos dez, vinte, ou mil anos, bem é a nossa responsabilidade e o que vamos ter que fazer para corrigir o que fizemos matando tudo na superfície do planeta “.[52.10]

A outra facção era, “aos infernos, nós estamos saindo daqui. Tudo está morto, o planeta se foi, adeus, acabou. Podemos partir. “Eles pegaram e saíram. É inteiramente possível ou mesmo provável que alguns deles vieram para aqui [na Terra], e que … uma das muitas espécies de Reptilianos que vieram para cá há dez ou vinte mil anos atrás, que podem ou não ser amigáveis, nos causando alguns problemas, certamente poderiam ser alguns daqueles Reptilianos  marcianos que deixaram seu planeta quando isso aconteceu. Tenho certeza de que não eram apenas eles, e tenho certeza de que há mais espécies que nos causaram mais danos do que eles. Mas alguma coisa, eles poderiam ser uma dessas espécies de nível médio de gestão do tipo Illuminati, ou algo que poderia estar aqui na Terra, que poderia ser uma resposta para isso.[53,22]

Mas os que ficaram em Marte após a destruição, realmente mudaram suas maneiras para serem honestos. O tipo de diferença entre as tribos do norte e as tribos do sul, como são conhecidas agora, é que a tribo do sul decidiu que para apaziguar seu planeta que eles deveriam retornar aos velhos caminhos. Tanto de sua escolha para lutar com armas primitivas, ou para lutar usando técnicas de guerra mais primitivas é uma postura muito específica de sua parte para fazer o que eles pensam, que é ser fiel às velhas formas de seu mundo e de seu planeta ,  ter essa velha filosofia de guerreiro, e esse velho modo de viver, do que ter guerra, já que obviamente a nova maneira fez todos morrerem … Então sua filosofia é Ludita, “vamos voltar, avançar era ruim, então vamos voltar, O modo que nós devemos reparar o  planeta. “Assim os tribos do sul, eu não diria que são os mais amigáveis ou realmente os povos lá que nós poderíamos tentar e fazer boas relações, ou ter relacionamentos positivos com els, porque não estão interessados nisso. Eles estão interessados em uma vida de guerra, é isso que eles fazem e eles acreditam que estão sendo fieis ao seu planeta, e seu verdadeiro ser é ser guerreiro.[54,25]

As tribos do norte são um pouco mais variadas, um pouco mais diferentes, e em alguns casos mais místicas, mais espirituais … e assim quando fomos capturados era para chegar ao fundo do onde estávamos e o que estava acontecendo em nossas cabeças e o que eles poderiam decidir se era para apagar esses intrusos que tinham vindo ao seu planeta, esta espécie invasora. Ou se era alguém que deveria coabitar e aprender com essa experiência em seu mundo também. Foi através de uma espécie de processo longo, um processo tortuoso muito doloroso, eles não foram agradáveis sobre isso no início. Eles estavam realmente querendo chegar ao fundo de tudo. Assim, houve um número de dias onde eu estive desligado com meus braços pendentes, como agora, em uma posição de estresse, sendo questionado por um bom número de dias antes de ser aprisionado, e permitindo a me misturar com a comunidade e uma oportunidade de participar como um membro do grupo. Senti-me realmente abençoado, dada essa oportunidade, e tive que gastar bastante tempo para aprender um pouco com eles, e nesse período de tempo também fui levado por um líder da tribo dos Reptilianos para nos encontrar com membros da tribo Insetoide, e consegui conhecê-los pela primeira vez através dos saurios, como uma ligação, como um intermediário. Isso foi muito interessante.[55,48]

Os Insetoides eram essencialmente uma espécie subterrânea que estava evoluindo até uma inteligência mais elevada, e sua habilidade de manipular sua própria biologia, e a habilidade de crescer organicamente e chocar seus ovos da maneira que quisessem. Eles eram muito avançados para uma espécie de inseto humanoide que não usa qualquer tipo de tecnologia eletrônica … ficamos surpresos com o tipo de coisa que pode ser realizada. Essencialmente, quando os Reptilianos foram obrigados a viver em subterrâneos pela superfície de Marte ter sido destruída, durante o tempo de recuperação do planeta na superfície, a oportunidade para que os insetos saíssem à superfície e começassem a construir colmeias grandes para fora na superfície para se expandirem. O fato de que os Reptilianos quase se aniquilaram é o que permitiu que [Marte] se tornasse um planeta de duas espécies humanoides…. Esta outra espécie teve sorte e foi capaz de sair, garantir algum espaço; e de acordo com o próprio sistema dos Reptilianos, daquilo que eles acreditam ser leis de como seu planeta funciona, os insetos poderiam defender e manter seu espaço jogando com as mesmas regras de respeito e força, então estava tudo certo. Eles poderiam definir seu espaço e todos eles poderiam coabitar juntos, e ainda ter uma escaramuça ocasional ou invasão de tipo pelo outro, pois isso é o que você faz às vezes.[57,13]

Houve também um bom e interessante tratado de paz entre a maioria das tribos do norte e os Insetoides. Os insetos e as tribos do norte não lutavam muito. Eles realmente tiveram sua merda juntos. Enfim, eu poderia blah blá sobre isso, mas vou deixar você fazer outra pergunta e vamos em frente.[58.50]

MS Essencialmente, sua principal responsabilidade quando estacionado servindo no Forward Station Zebra era para participar das hostilidades em qualquer superfície marciana e para proteger a Mars Colony Corporation, os diferentes postos avançados que tinham lá. Eu acho que isso pode ser o que aconteceu mais tarde, houve batalhas mundiais de que você fazia parte, ou você sabia que estavam ocorrendo e isso era algo que você iria apoiar de alguma forma, ou mais tarde, tornou-se diretamente ativo? [59,05]

base-lunar-lua

[RC] Segundo o meu conhecimento na época, não recebemos muitos detalhes em nossas sessões diárias sobre o que estava acontecendo fora da superfície marciana, ou o que estava acontecendo muito fora de nossa zona. Nós até mesmo não recebíamos relatos sobre o que estava acontecendo nas outras estações, ou o que estava acontecendo com os outros assentamentos. Tínhamos realmente informações limitadas sobre o que estava havendo em nossa zona, e nossa área que a nossa estação avançada era responsável. Tínhamos uma impressão de tudo o mais que estava acontecendo, houve também uma batalha acontecendo nos céus, com certos povos. Nós não podíamos necessariamente ter muita informação de quem estava lutando ou atirando em quem. Eu acho que devo dizer isso, o conflito em si, nós não entendemos quem era todo mundo neste jogo, porque enquanto havia uma espécie nativa Reptilianos, e uma espécie nativa Insetoide, e também nós da Terra, também havia uma outra espécie invasiva de Reptilianos que durante vários anos  não percebemos que era separado das espécies nativas. [59,45]

Por um número de anos nós apenas supomos que um réptil era um réptil, era um réptil, e todos faziam parte do mesmo grupo, mesmo se fossem diferentes no tamanho, na forma ou na cor. Eles só deveriam ter diferentes tipos de classes, distinções, ou raças individuais, com as quais eles estavam trabalhando. Presumimos por muito tempo que todos os répteis eram os mesmos, mas eles não eram. Havia uma espécie de Reptilianos invasora, eles eram os Draconianos, do sistema solar de Alpha (estrela Thuban) Draconis. Durante muito tempo pensamos que os dois grupos de répteis eram os mesmos. Os draconianos estavam realmente tentando o controle, fazendo todos os outros lutar uns com os outros (como fazem aqui na Terra: Divide Et Impera). Assim, quanto mais hostilidade, mais louca a ação que nos encorajavam a tomar uns contra os outros, os Reptilianos nativos, os insetos nativos e nós humanos, era bom para os Dracos. Levou muito tempo para percebermos por meio de serviço de inteligência que não era o caso, e precisávamos reorganizar o que estava acontecendo. Nosso objetivo definitivamente era defender tudo e qualquer coisa que nos ameaçasse, mas eu só quero fazer a distinção de que o que nós pensamos que era, não era exatamente o que parecia ser. Foi em parte por causa do mau serviço de inteligência, e em parte por causa da ignorância das espécies envolvidas, na medida que todos eles têm a mesma coisa … [sem perceber] eles eram duas espécies completamente diferentes.[1: 01.03]

Nós não sabíamos que os répteis nativos e os répteis Dracos invasores estavam lutando entre si, e os insetos e os répteis Dracos invasores também estavam lutando, e tentando nos levar a lutar uns com os outros, para nos impedir de lutar contra eles. Nós não percebemos que se estivéssemos sob ataque aéreo, os atacantes não eram os mesmos répteis que estavam tentando nos atacar desde o mundo subterrâneo, através da areia. Por isso, foi bastante confuso para nós, sobre quem estava fazendo o que, e contra quem estávamos lutando. As operações do dia-a-dia era que, se algo se aproximasse da nossa área, era vestir-se, sair, e lutar com o invasor. Se alguma coisa vem e nos ataca ou invade nosso espaço, passando pelos protocolos de defesa do lugar, lutaríamos até que acabasse, para em seguida, fazer a mesma coisa no dia seguinte se você tivesse que combater.[1: 02.39]

MS Tem havido uma série de fontes que descreveram uma raça humana nativa de Marte que historicamente, em um momento de devastação, é possível que eles emigraram para a Terra, e alguns deles foram para o nosso subsolo. Alguma vez você encontrou qualquer tipo de evidência, ou qualquer informação sobre uma raça nativa parecendo com os Marcianos?[1: 03.23]

RC. Não uma nativa. Foi-me explicado que muitas espécies diferentes tocaram a superfície de Marte ao longo dos anos. Assim como muitas espécies extraterrestres têm tocado a superfície da Terra ao longo dos anos. Assim, Marte não é exceção a isso. Eles certamente tinham um número de outros Reptilianos, mamíferos e outros tipos de espécies que vieram de lá, ficaram fora por um tempo, ficou por um tempo vagando, tiveram conflitos, para em seguida, saírem. Havia certamente épocas em que os Reptilianos nativos não eram tão avançados … [inaudible] desenvolveram tecnologia, que lhes ajudaram… tiveram o mesmo tipo de evolução da mesma história mas em sua própria maneira original que nós temos aqui na Terra.[1: 03.49]

Dracoconstelation

MS Então você está estacionado na Estação Avançada Zebra há 17 anos e você estava vivendo tudo isso lutando, se adaptando para combater com quem está ameaçando a Colônia de Marte ou Aires Prime ou outros assentamentos, em seu tempo de inatividade, o que fazia para recreação. Você viajou para Aries Prime, e simplesmente saiu? O que estava acontecendo no seu tempo de inatividade?[1: 04.46]

RC Oh, claro, nunca deixamos a estação, a menos que fosse em missão militar, teríamos que sair para defender algo e voltar. Nós nunca saímos. Todos os nossos períodos de recreação eram gasto na ferradura praticamente. Felizmente, havia os simuladores que nós usamos para o treinamento, poderia também ser usado para a recreação. Eles são essencialmente um tipo de sistema experiencial holográfico que você se conecta. Há um capacete, e uma espécie de coisa para o corpo que você sentava e você se envolvia nesta experiência que tem uma capacidade completamente virtual porque é completamente enganchado em seu sistema nervoso central, para treinar memória muscular ao mesmo tempo. Então nós realmente fizemos um monte de treinamento nos simuladores em que passar pelas experiências simuladas virtuais é realmente fazer passar todas as mensagens mesmo, eletro, bioelétrica através de nossos corpos, pelo menos, fazendo o mesmo treinamento como memória muscular. O peso da informação que é transmitida nos simuladores, é mais rápido do que o tempo real. Então você pode realmente fazer 12 horas de treinamento em um simulador, em três horas de tempo real. Assim, esses mesmos simuladores também são usados para recreação. OK, então para onde queremos ir hoje? Vamos dar uma volta na praia. Ok, vamos passear na praia. Você pluga no simulador e esta na praia pela tarde.[1: 05.18]

MS Eu vejo, assim por exemplo, e o companheirismo feminino, mulheres eram permitidas na estação, ou estava usando esses simuladores?[1: 06.56]

RC Absolutamente era um grupo misto coexistindo. Homens e mulheres foram designados para a divisão de operações táticas especiais lá. Novamente, eu diria que nas categorias supersoldados você ainda tinha esse tipo de dois terços, quase masculino, para uma relação de um terço de mulheres. Definitivamente havia mais homens do que mulheres, mas para lidar com isso, a fim de lidar com o que de outra forma teria sido uma situação bastante competitiva, as regras e regulamentos eram muito bem estabelecidas para uma abordagem muito liberal para os militares (homens e mulheres) fazendo sexo uns com os outros, tanto hétero e homoerotico de maneiras que eram consideradas, desde que fosse no seu tempo de folga, e era de tal forma, o que você precisava fazer para gastar os seus hormônios. Caso contrário, haveria muitas brigas com as pessoas  batendo uns nos outros pelos corredores sobre coisas que realmente não importavam. Portanto, foi uma política muito liberal para a interação sexual. Uma política muito liberal para a interação sexual e no seu tempo de folga  você poderia praticamente fazer o que quisesse. Tivemos um grupo misto.[1: 07.10]

MS Depois de passar 17 anos no Forward Station Zebra, que posição você alcançou, quais responsabilidades você teve e o que aconteceu que precipitou a próxima transição em suas próprias atividades fora da Terra?[1: 08,32]

RC Estou percebendo que a pergunta que você me fez antes eu não consegui terminar, [eu posso terminar] respondendo a esta pergunta. Na minha capacidade na divisão de operações táticas especiais, eu passei por todo o caminho até chegar ao posto de Sargento-Major após um período de 17 anos 3 meses de tempo de serviço. Só um pouco mais de 17 anos. Naquela época, ocorreu um horrível desastre. Vou ter que escolher as minhas palavras cuidadosamente aqui. Não foi um acidente, não foi um desastre natural, mas basta dizer que a minha divisão 098, nossa divisão irmã 097, e duas outras divisões de uma estação vizinha 096 e 095, que é de cerca de 244 pessoas por divisão. 16 esquadrões de 16 pessoas cada um que eu acho que é 244 [na verdade, 254] vezes quatro, quase, apenas quase um milhar de nós. Quando terminou, desses quase mil, havia menos de 35, dos quais eu era um membro sobrevivente. Foi uma coisa realmente ruim que todos foram mortos. Nesse ponto, terminou, a divisão foi feita. Se eles fossem reconstruir a divisão, eles teriam que reconstruir a partir do zero. Não havia nenhuma maneira que você faria para tirar os seis ou sete caras da divisão que foi deixada e ver todo o resto da divisão ser massacrada, e colocá-los de volta, e ser uma parte da próxima divisão. Isso simplesmente não ia acontecer.[1: 08.53]

Eu tinha um oficial superior que veio a mim quando eu estava na minha cama em recuperação, e me perguntou se eu queria ir para uma escola de vôo e aprender a voar. Eu sequer pisquei. Eu estava como se eu tivesse com muita vontade de voar. Ele disse: “Ótimo, assim que você terminar aqui, os docs limpam você daqui, nós vamos mandar você para a Escola de Oficiais OCS, e você pode ir aprender a pilotar e voar. Os últimos quase três anos do meu tempo, em minha turnê de 20 anos, eu passei como piloto, como oficial, como capitão. Naquele momento, a OCS ainda estava em uma divisão de corpo aéreo da Marinha … A divisão de Air Corps interessantemente, eu acho que foi modelado após um programa da Força Aérea dos EUA, mas continha um número de pilotos e oficiais de outros ramos do exército. Enquanto todos nós temos que usar o mesmo uniforme, tínhamos fitas e  distintivos que identificavam exatamente qual serviço e país (interesses) que estávamos servindo. Ao contrário do que era no solo. No chão, todos nós tínhamos um uniforme completamente diferente, um uniforme de MDF, que não tinha nenhuma dessas insígnias ou marcação nele. Mas quando nos mudamos para a divisão de vôo, isso era diferente. Estávamos mais claramente identificados como de onde nós éramos, e de que país nós éramos de modo que todos … Era um modo como de uma mistura internacional junto. Então isso é para responder à pergunta sobre coisas que estavam acontecendo no ar. Yeh, que nos últimos anos eu tenho que gastar voando, em várias escaramuças em torno do sistema solar, e fazer algumas coisas interessantes nessa capacidade, incluindo o bombardeamento da base (Grey) Zeta Reticuli, em Ganimedes, lua de Júpiter, que ao meu conhecimento, os nossos problemas com os Zetas terminaram quando bombardeamos os Greys fdp para fora de sua base em Ganímedes.[1: 10.57]

draconiano

Reptilianos Dracos

MS Eu estava deixando as perguntas sobre os seus últimos três anos de serviço para outra parte, uma parte de conclusão final, mas eu quis terminar esta parte sobre esta batalha final onde sua divisão foi varrida do mapa com aproximadamente mil vítimas. Em primeiro lugar, o que envolvia essa batalha, foi com as raças nativas de Marte? Finalmente, qual foi a consequência para a Mars Colony Corporation, foram destruídas as atividades das Corporações ou inibidas pelo que aconteceu com a Mars Defense Force.  [1: 13.05]

RC Todas essas perguntas foram muito boas. Essencialmente, nessa época, pouco antes da missão, a guerra acabara. Uma guerra que eu tinha passado 17 anos como parte dela, mas que tinha começado antes que eu chegasse. Meu entendimento, [foi de que] durou por mais de 25 anos. Isso tinha terminado, nós tínhamos realmente assinado tratados com os Repteis e os Insetoides nativos, e tínhamos reconhecido a espécie de invasores reptilianos [draconianos] como os maus, e todos tinham se reunido e assinaram um tratado. [Nós] nos juntamos e caímos sobre eles [os draconianos], numa força militar de três contra um, e os expulsamos completamente da esfera marciana para o nosso bem. Isso foi enorme, foi um grande momento de aplauso e nós ficamos basicamente dizendo: “OK, precisamos que vocês entrem neste ninho reptiliano, que se supunha ser um local muito mais antigo que tinha artefatos que realmente eram muito antigos, mas que os cientistas queriam “. Não era incomum para eles encontrar alguma área ou ruína que tinha algumas facetas antigas arqueológicas, tecnologias que eles iriam enviar-nos para tentar extrair ou obter. Às vezes seria apenas lixo, e às vezes algumas coisas estranhas interessantes. Às vezes seria, oh, pura merda, há um ninho deles aqui, e nós recuávamos, porque nós não levamos muitos soldados.[1: 13.51]

Nós terminamos a guerra e em vez de finalizar os combates, eles nos convocaram, OK, para irmos buscar essas coisas neste local e estamos enviando quatro divisões, um milhar de vocês. O que é muito estranho para enviar um milhar de homens em uma missão para pegar um tipo de objeto qualquer. A maioria de nós pensou que era muito estranho e a maioria de nós tinha um mau pressentimento sobre o que estávamos fazendo. Pensamos “esperar, esperar, esperar, não queremos que isto seja mal interpretado. Nós assinamos um tratado com esses caras e nos juntamos com os caras, com esses caras, os reptilianos, nós realmente queremos arriscar [que] enviando milhares de caras para um de seus locais de templos mais antigos  que eles nos pediram para não entrarmos? Eles não vão receber isso muito bem. “Alguns de nós estavam preocupados. Certamente, sendo um alistado mais velho, protestei para o meu oficial de comando, para a equipe de comando, e eu protestei com o velho [o Coronel comandante], usei o peso que levei com ele para dizer: “Olha, olha, eu não penso que isso seja uma boa ideia. Eu acho que isso é sujo, eu não sei o  que vamos fazer com isso, e devemos saber melhor que a reunião deles no campo, que eles possuem, noventa por cento. Se eles realmente nos atacarem como loucos, nós estamos feitos. Eles são realmente guerreiros poderosos e na maioria das vezes eles realmente lutam contidos, porque se eles realmente caírem em cima de nós com barreira seria tudo mais rapidamente. Não é divertido para eles dessa maneira. “Sabendo disso, eu não estava interessado em entrar em qualquer coisa que estivéssemos entrando. Mas o velho realmente concordou comigo, que também não gostou. Ele disse: “Eu tenho as minhas ordens, agora você tem as suas, e fazer o que eu sei que você faz de melhor é entrar lá, fazer o seu trabalho e sair. Se houver um problema, saia. Eu confio em você para comandar o seu grupo, e eu confio em você para ser um cara de cima lá no chão, e eu … não posso estar lá e é por isso que você vai estar lá, e é por isso que eu espero que isso não vá acabar tão mal como eu acho que vai ser. Mas, todos nós recebemos nossas ordens, então vá lá e cumpra com elas”. [1: 15.34]

RC. Nós essencialmente tivemos de vir a este grande e antigo site subterrâneo através de uma série de túneis e cavernas que desciam para ele. Nós não enviamos todos os soldados através de uma mesma direção, além do que isso teria nos engarrafado nas cavernas menores em que não caberiam mais do que seis ou oito caras. Você tem mil caras, isso deixou os corredores lotados. Nós tentamos manter … nas direções como poderíamos. Certos o bastante, nós começamos a andar nesta área principal do edifício abobadado que é essencialmente como estar dentro de algo do tamanho do superdome ou o astrodome (estádios nos EUA) ou algo semelhante. Algum tipo de arena esportiva com domo. Era apenas tão grande e circular quanto. Nós começamos a ir para dentro e nossas comunicações foram absolutamente cortadas, e nossos rádios e nossos sinais foram cortados, e nós todos começamos a olhar um para o outro com sentimento de que isto não poderia ser bom. Em seguida, em volta deste grande telhado abobadado, a intervalos regulares, o que parecia ser uma superfície rochosa se tornavam portas. Eu não tenho certeza se isso era sólido ou algo holográfico, ou não um sólido holográfico, ou o que parecia parede sólida, de repente não era uma parede sólida, e foi se abrindo portas por todo o caminho nesta sala. Como córregos saindo de um tubo de drenagem, de cada buraco chegavam inundações dos guerreiros marcianos [Repteis] muito grandes, muito maldosos e muito irritados, balançando em ambas as mãos grandes armas de espadas largas. Eles apenas começaram a se mover e cercando todo mundo e se movendo em um grande círculo, uma espiral, e balançando. Um círculo externo de todas os nosso caras que começaram a cair e a serem cortados, tentamos forçar e tentamos, tentamos obter alguma distância para tentarmos nos defender e lutar. Não conseguimos reagir, foi como ser pego dentro de um liquidificador.[1: 17.44]

Nessa fase, nós, os cabeças de ovo, havíamos desenvolvido uma tecnologia de buraco de minhoca localizada, de modo que grande parte do nosso transporte de tropas nessa fase do jogo, estava sendo feito por um fenômeno de buraco localizado. Mas eles [Repteis] tinham bloqueado completamente a nossa capacidade de comunicação, estavam bloqueando nossa capacidade de enviar coordenadas de transporte de tropas localizadas … Alguém conseguiu fazer o seu rádio funcionar corretamente, ou conseguiu obter outro sinal em outra freqüência para que eles pudessem se conectar ao QG, para tentar comunicar o que estava acontecendo, e o que deveríamos fazer, o que estava acontecendo. Eles nos disseram para ficarmos e lutar, como se pudéssemos fazer qualquer outra coisa, e a qualquer momento agora eles  descobririam como abrir os wormholes para nos tirar de lá.[1: 20.38]

espaçonaves-terra

Bem, o que aconteceu foi que a espaçonave que usa o fenômeno localizado wormhole [ficou atolada], então eles tiveram que usar uma espaçonave maior de transporte para criar o fenômeno de transporte pelo wormhole que trouxe esta nave grande direto acima de nós. [Ela] chupou os sobreviventes, o que ficou naquele ponto. O círculo estava ficando cada vez menor e, em seguida, quem foi pego no horizonte de eventos da nave wormhole foi cortado direto para fora onde quer que eles tocassem o horizonte de evento. A próxima coisa de que eu lembro é que estamos deitados em macas com médicos chegando … [Randy fica muito emocionado nesse ponto] Eu posso ver a metade superior de uma mulher, o sangue saindo dela tão rápido que ela ficou pálida tão rápido, e sem vida tão rápido . Tudo que eu podia fazer era gritar, “médico, médico, eu preciso de um médico aqui. Eu tenho pessoas morrendo. “Foi o caos, e todos morreram, exceto os 35  de nós que sobreviveram. Minha compreensão foi de que esta foi uma mudança de decisão de comando por pessoas no MCC que queriam aqueles objetos, a coisa que fosse tão especial … eles estavam dispostos a violar o espaço do tratado, o que nós já tínhamos feito, enviando os mil caras para Sua morte certa.[1: 21.35]

O meu conhecimento, acho que o MCC realmente sofreu com isso. Eu não acho que os nativos marcianos teriam escolhido aquele momento para nos dizer, “vocês nos trairam, vamos acabar com vocês agora.” Eu acho que eles teriam dito, “bem, nós matamos todos os seus caras que vieram em nosso templo, como nós dissemos que não deveria se feito. Isso vai te ensinar essa lição. “Eu imagino que qualquer outra pessoa que pensou … [inaudível] uma resposta áspera deles naquele momento. Eles essencialmente … [inaudível] parâmetros do tratado. Eu duvido seriamente que se degradaria de volta à guerra com base no tratado que nós arquivamos, mas seria visto como um excesso que foi respondido com firmeza”, bem os seus caras vieram aqui mas eles não deveriam e nós matamos todos eles como nós dissemos  que faríamos. Não faça isso de novo.[1: 23.10]

MS Bem, obrigado por compartilhar isso. Acho que muitos dos ouvintes gostariam de saber exatamente o que aconteceu, mesmo que os detalhes sejam obviamente muito emocionantes e traumáticos para você, muitos espectadores se beneficiariam ao saber o que exatamente aconteceu, e quais foram as ramificações. Então, vou encerrar essa parte e depois voltaremos para outra parte para examinar os últimos três anos e encerrar as coisas. Quero agradecer ao capitão Kaye, e voltaremos em breve.[1: 23.56]

FIM 


contagem-regressiva-azul

“O medo é a emoção predominante das massas que ainda estão presas no turbilhão da negatividade da estrutura de crença da (in)consciência de massa. Medo do futuro, medo da escassez, do governo, das empresas, de outras crenças religiosas, das raças e culturas diferentes, e até mesmo medo da ira divina. Há aversão e medo daqueles que olham, pensam e agem de modo diferente (os que OUVEM e SEGUEM a sua voz interior), e acima de tudo, existe medo de MUDAR e da própria MUDANÇA.” –  Arcanjo Miguel


Mais informações:

  1. http://thoth3126.com.br/operacao-highjump-nazistas-na-antartica/
  2. http://thoth3126.com.br/o-3o-reich-nazista-fatos-desconhecidos/
  3. http://thoth3126.com.br/eventos-incriveis-acontecendo-na-antartica/
  4. http://thoth3126.com.br/nazistas-na-antarticaum-video-russo-a-respeito/
  5. http://thoth3126.com.br/discos-voadores-dos-nazistas-alemaes/
  6. http://thoth3126.com.br/nazismo-vril-e-o-poder-feminino-na-natureza/
  7. http://thoth3126.com.br/antartica-aberturas-e-base-nazista-neuschwabenland/
  8. http://thoth3126.com.br/nazismo-os-arquivos-secretos-da-waffen-ss/
  9. http://thoth3126.com.br/illuminati-1-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite/
  10. http://thoth3126.com.br/eua-sabiam-sobre-acordo-nazista-com-extraterrestres-de-draco/
  11. http://thoth3126.com.br/o-nazismo-e-o-programa-espacial-secreto-dos-eua/
  12. http://thoth3126.com.br/programa-espacial-secreto-um-assombro/
  13. http://thoth3126.com.br/programa-espacial-secreto-dos-eua-e-mais-complexo/
  14. http://thoth3126.com.br/insider-denuncia-frota-secreta-de-naves-espaciais-dos-eua/
  15. http://thoth3126.com.br/comando-espacial-da-frota-secreta-de-espaconaves-anti-gravidade-dos-eua-final/
  16. http://thoth3126.com.br/revelacoes-de-super-soldado-do-governo-secreto-alianca-terrareptilianos/
  17. http://thoth3126.com.br/forca-de-defesa-das-colonias-humanas-de-marte-randy-cramer-parte-i/
  18. https://thoth3126.com.br/ruinas-ets-antigas-descobertas-na-antartida-e-a-derrota-da-cabala-2/
  19. https://thoth3126.com.br/uma-mensagem-alien-para-a-humanidade-corey-goode/
  20. https://thoth3126.com.br/a-ameaca-da-ia-inteligencia-artificial/
  21. https://thoth3126.com.br/ex-soldado-milab-divulga-viagem-no-tempo-manipulacoes-de-linha-temporal/
  22. https://thoth3126.com.br/aliens-brancos-e-altos-tall-whites/
  23. https://thoth3126.com.br/base-subterranea-1-extraterrestre-humana-na-antartica-revelada/
  24. https://thoth3126.com.br/aliens-tall-white-controlam-os-eua-e-ajudaram-hitler/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

Comentários estão fechados.