browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Guerra entre ETs hostis Greys e Reptilianos e a humanidade já começou

Posted by on 05/01/2022

Michael Prince [nome real James Michael Casbolt], um insider denunciante treinado para ser um super soldado assassino estilo ciborg  nas agências de inteligência SS e MI-6 do Reino Unido, declarou que a Terceira Guerra Mundial, uma guerra entre civilizações extraterrestres hostis à humanidade e a civilização humana começou. Hostilidades armadas entre forças humanas e forças extraterrestres hostis estão ocorrendo com frequência, afirma o Sr. Prince.

Guerra entre ETs hostis Greys e Reptilianos e a humanidade já começou

Por Alfred Lambremont Webre, JD, MEd – Fonte:  Exopolitics.com

“E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da Terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha”. – Apocalipse 20:8

Uma operação de “bandeira falsa” sobre ETs também está planejada

Os humanos da aliança entre o  Complexo Industrial  Militar Extraterrestre[MIEC] com os extraterrestres Greys / Reptilianos estão simultaneamente preparando uma invasão [fake] Extraterrestres/Alienígenas no estilo bandeira falsa, afirmou o Sr. Prince. A intenção negativa da aliança extraterrestre-humana na conquista total da Terra é conhecida como o  Complexo  Industrial  Militar Extraterrestre[MIEC].

Dinâmica de sobrevivência superior do homo sapiens [a humanidade]

Por causa da dinâmica de sobrevivência superior da espécie humana, afirma o Sr. Prince, a sociedade humana derrotará as civilizações extraterrestres hostis que consistem principalmente de uma facção Reptiliana dos Dracos associados aos Greys. “É uma situação muito perigosa”, afirma Prince no final da entrevista. “No entanto, tudo está sob controle e as pessoas não devem entrar em pânico”, quando tudo vier à tona

Assista à entrevista do insider Michael Prince [nome real James Michael Casbolt]

As revelações do Sr. Prince estão contidas em uma entrevista de 2 horas e 29 minutos que ele deu durante a Conferência Probe Spring de março de 2011 em St Annes-on-sea, Lancashire, Reino Unido. Os leitores podem acessar essa entrevista incorporada no artigo acima ou no URL abaixo:

http://www.youtube.com/watch?v=s6K7C8bndHk  [o YouTube baniu a conta e o vídeo não esta mais disponível]

Em 1964, a inteligência dos Estados Unidos esperava que uma invasão aberta de ETs Greys / Reptilianos acontecesse entre 2000-2030

A guerra atual entre a facção extraterrestre Reptilianos Draco / Greys e a humanidade está em desenvolvimento há várias décadas [há milênios].

Em seu livro, James Casbolt MI6 – Buried Alive revela que em 1964 as agências de inteligência dos EUA concluíram que uma aliança extraterrestre Gray / Reptiliana tinha um cronograma para uma tomada planetária total da Terra em algum momento durante o período de 2000-2030. Ele escreve:

“Em 15 de abril de 1964, dois funcionários da inteligência dos EUA se reuniram sob o Projeto Platão com os aliens Greys no deserto do Novo México [Base DULCE?] para marcar um encontro em 25 de abril na base da força aérea de Holloman no Novo México. Esta reunião era para renovar o tratado que havia começado em 1934  e era uma tentativa psicológica de ganhar tempo a fim de resolver o problema dos reptilianos Draco e seus associados Greys. Os níveis superiores da inteligência dos EUA agora acreditavam que os Greys e Dracos tinham programado para invasão e controle total e final do nosso planeta entre os anos de 2000 e 2030″.

Baixe o livro de Michael Prince: James Casbolt MI-6: Buried Alive

O Sr. Prince, cujo nome de nascimento é Michael Prince e cujo nome adotivo é James Casbolt, fez essas revelações em seu livro James Casbolt MI-6: Buried Alive , que pode ser acessado no seguinte URL: http://bit.ly/joXELw

Implicações exopolíticas da aquisição Grey / Reptiliana

As revelações de Michael Prince têm implicações importantes para as circunstâncias exopolíticas da Terra neste momento. Há abundantes evidências independentes de uma ameaça de aquisição da sociedade humana por uma elite [nazistas, Deep Stete, Khazares, Illuminati, Bilderbergers, et caterva..] controladora de servidores humanos que está seguindo a agenda da facção extraterrestre  Grey / Reptiliana identificada pela inteligência dos EUA em 1964.

Até 1 bilhão de humanos já foram abduzidos por ETs hiperdimensionais, e os seres humanos estão em dissonância cognitiva

Esta elite controladora de seres humanos que servem a agenda dos extraterrestres reptilianos e Greys inclui quase todos os políticos de inúmeros governos terrestres (nos ramos executivo, legislativo e judiciário), as principais organizações de mídia, organismos internacionais [ONU, FMI, BIS, WHS, etc] organizações militares, conglomerados do  Complexo Industrial Militar] e de inteligência que são povoadas por clones, zumbis ou ciborgues sob o comando e controle mental da facção Grey / Reptiliana cuja intenção é assumir o controle total da Terra.

O próximo colapso [intencional e programado] da atual ordem econômica mundial 

Treinado como um super soldado assassino, começando na base Q552 SS em Nelson ou Fort. Nelson, BC, no Canadá

Em sua entrevista de março de 2011, Michael Prince revela que entre 1976-1979 ele fez parte de um grupo de 42 crianças que foram submetidas a um programa de controle mental baseado em trauma e implantadas como futuros super soldados ciborgues em um centro de treinamento de controle mental de traumas da SS nazista secreto próximo a Nelson ou Fort Nelson, British Columbia, Canadá. Um correspondente afirmou: “Acredito que seria Fort Nelson BC, perto de onde a base militar está localizada. Já ouvi falar dos acampamentos da FEMA lá.”  Uma fonte  afirma:

  1. “Fort Nelson é uma cidade de aproximadamente 5.000 residentes no canto nordeste da Colúmbia Britânica. É o centro administrativo da recém-formada Northern Rockies Regional Municipality, a primeira em BC.
  2. A maioria das atividades econômicas de Fort Nelson historicamente tem se concentrado nas indústrias de energia e turismo e, até muito recentemente, na silvicultura.
  3. As florestas ao redor do Fort Nelson fazem parte da floresta boreal do Canadá. O Fort Nelson fica na extremidade sudoeste do campo de petróleo e gás da Grande Sierra.
  4. “A cidade fica a leste das Montanhas Rochosas do Norte na região de Peace River, diretamente ao longo da Rodovia do Alasca na milha 300.
  5. Durante todo o ano, a cidade abriga mais de 4.500 residentes, enquanto 1.600 residentes adicionais se estabelecem na área circundante, que inclui a reserva Fort Nelson First Nations. Há cerca de 500 membros vivendo na reserva e, em toda a região, os aborígines constituem aproximadamente 15% da população total”.
  6. Fort Nelson, BC teve uma conexão militar desde o seu início. “O Aeroporto Fort Nelson foi construído em 1941 como parte da Rota Aérea Noroeste da Segunda Guerra Mundial.”

Bebês de proveta e controle mental baseado em trauma

As 42 crianças eram bebês de proveta, cada um carregando DNA humano alterado – Aliens extraterrestres, que foram adotados por famílias humanas que faziam parte de famílias sob o programa de controle mental baseadas em traumas de várias gerações. As crianças estavam sendo treinadas para serem futuros assassinos treinados.

Este repórter Alfred Lambremont Webre falou com uma fonte confiável na Colúmbia Britânica que se encontrou pessoalmente com coordenadores de uma rede nazista existente na Colúmbia Britânica que, no período de 1976-79, atuou como fachada para uma base nazista na área de Eagle Lake, também conhecida como Murphy Lake, British Columbia . Eagle Lake fica a noroeste da área de Nelson, British Columbia, Canadá Nazi Base SS Q552 local de treinamento de controle mental baseado em trauma  que o Sr. Prince/Casbolt expôs em sua entrevista.

Tratado de 1934 assinado entre os extraterrestres Greys e o governo dos EUA

De acordo com Michael Prince, o primeiro tratado com os extraterrestres Grey foi assinado em julho de 1934. O Sr. Prince afirma: “Foi quando o acordo foi feito pela primeira vez entre os Greys (que estavam na verdade representando uma raça de seres semelhantes aos reptilianos do sistema estelar de Alpha (Thuban) Draconis, na Constelação de Draco-Dragão) e representantes da comunidade de inteligência dos EUA. O tratado afirmava que, em troca do fornecimento de alta tecnologia pelos Greys, o governo federal dos EUA permitiria que os Greys prosseguissem sem impedimentos com abduções humanas para uso em um programa genético [e de hibridização] ET em andamento”.

Sol/estrela Thuban, também designada Alpha Draconis ( α Draconis , abreviado Alpha Dra , α Dra ), é uma estrela (ou sistema estelar) na constelação de Draco. Uma estrela relativamente discreta no céu noturno do hemisfério norte, é historicamente significativa como tendo sido a anterior estrela do polo norte celeste da Terra do 4º ao 2º milênio a.C.

O Sr. Prince descreve:

“Em 11 de julho de 1934, o primeiro tratado secreto entre os seres, que se tornaram conhecidos como pequenos Greys (seres cinzentos de aproximadamente três pés e meio – em torno de um metro – de estatura com grandes olhos negros e envolventes em enormes cabeças,  oriundos de um sistema estelar/solar da Constelação de Orion) e o sistema federal de governo dos EUA, sob a presidência de Franklin Delano Roosevelt (FDR), ocorreu a bordo de um navio da marinha na cidade portuária de Balboa, no Panamá. Este foi um dos eventos mais importantes da história humana porque nos empurrou para um papel para o qual não estávamos preparados, no que diz respeito a sermos hospedeiros de uma raça extraterrestre malévola e altamente predadora.  Embora existam extraterrestres Greys benevolentes (??) [como os oriundos de Zeta Reticulum 1 e 2], essas entidades de Orion não tinham os melhores interesses da humanidade em seus planos”.

“O governo dos Estados Unidos desrespeitou completamente o povo e a Constituição dos Estados Unidos ao fazer isso e não contar ao povo americano. Foi aqui que o acordo foi feito pela primeira vez entre os Greys (que na verdade representavam uma raça de seres semelhantes a répteis do sistema estelar Thuban em Draco) e representantes da comunidade de inteligência dos EUA. O tratado afirmava que, em troca do fornecimento de alta tecnologia pelos Greys, o governo federal dos EUA permitiria que os Greys prosseguissem sem impedimentos com abduções humanas para uso em um programa genético em andamento pelos extraterrestres.

“Os americanos declararam que só concordariam com os termos se uma lista dos abduzidos fosse fornecida ao governo e os abduzidos voltassem ilesos com suas memórias apagadas do evento. Em troca os Greys forneceriam dispositivos [sistemas de propulsão] antigravidade, novos metais e ligas metálicas, engenharia do meio ambiente, geração de energia gratuita e tecnologia médica em troca disso. Esses Greys basicamente disseram que forneceriam essas tecnologias em troca de permissão para se infiltrar na sociedade humana em todos os níveis. Eles fizeram isso e começaram a substituir importantes líderes mundiais por clones sob o seu controle [ou simplesmente passaram a controlar – obsediar e/ou possuir – a maioria dos agentes políticos e outros atores desde o plano astral de onde eles também operam associados aos reptilianos].

“Sete anos após este tratado com os EUA, em 1941, os Greys abordaram os nazistas do governo alemão e Hitler. Um tratado foi então acertado com os nazistas. Os Greys ofereceram ceder tecnologia para controle mental e outras tecnologias para os alemães, e em troca queriam seres humanos para conduzir seus experimentos genéticos. A informação que tenho é que Hitler disse aos Greys que eles não deveriam tocar no povo ariano alemão, mas podiam fazer o que quisessem com as pessoas nos campos de concentração. No último século, a Alemanha e a América foram as principais áreas de invasão Grey e reptiliana, como você pode ver pela grande quantidade de pessoas desaparecidas na América desde há muito tempo. É por isso que os nazistas estavam tão envolvidos com a tecnologia de clonagem e experimentação em gêmeos nos campos de concentração nazistas.

“Aproximadamente vinte pessoas nos Estados Unidos e na Alemanha na época estariam diretamente envolvidas nos tratados Grey / humanos. A informação foi mantida com base na estrita necessidade de conhecimento de membros dentro dos governos e serviços secretos.  Poucas coisas mudaram em relação às questões dos Greys, governo e campos de concentração. Agora [a partir de 2006] temos os Greys, reptilianos Draco e seus aliados humanos no governo na Grã-Bretanha e dentro da estrutura de governo dos EUA que estão torturando cobaias humanas enquanto falamos, instalados em campos de concentração [imensas bases subterrâneas, como DULCE] conjuntas”.

Extensões de 10 anos do tratado de 1934 com os extraterrestres Greys

Michael Prince-James Casbold escreve em seu livro que o tratado secreto dos Estados Unidos de 1934 com os extraterrestres Greys foi renovado a cada dez anos. Ele afirma: “À medida que o Complexo Industrial Militar Extraterrestre começou a se expandir no início dos anos 40, com o uso da tecnologia extraterrestre, a segunda extensão do tratado com os Greys e o governo dos EUA de 1934 foi assinado em 1944. Este tratado foi renovado a cada dez anos de 1934 a 1964 e o tratados ainda estão sendo renovados hoje. Lincoln visitou recentemente a instalação de biogenética da Chrysantheum em DULCE, Novo México, quando um novo sistema de arquivo estava sendo instalado lá. Um cientista que trabalha em DULCE desde os anos 1970 informou-o que um novo tratado acaba de ser assinado”.

A foto mostra a cabeça de um reptiliano que foi morto e decapitado na selva da América do Sul [Amazônia] por xamãs locais

Tratado quebrado por extraterrestres Greys e Reptilianos Draco

Michael Prince afirma que na época da extensão de 10 anos do tratado em 1944, o tratado foi quebrado pelos extraterrestres Grey. O Sr. Prince escreve: “Em 1944, o tratado Grey / humano estava mostrando sinais de estresse, pois foi descoberto que os Greys estavam sequestrando muito mais norte americanos do que colocavam nas listas do governo. Em maio de 1954, sob a administração Eisenhower, foi assinada a terceira extensão do tratado do governo dos EUA com os extraterrestres Greys – o Tratado de Granada. Os Greys de Orion e os Reptilianos Draco quebraram os termos descaradamente, como veremos mais tarde no livro.

O Tratado de Granada foi acordado sob a base da força aérea de Holloman no Novo México pelos Greys e pela unidade ULTRA da NSA. O nome da instalação sob Holloman AFB era codinome DANDELION, embora isso possa ter mudado agora. A unidade ULTRA era uma das mais elitistas e supersecretas das facções da agência NSA na época e era dirigida pelos cientistas Nazistas do Projeto Paperclip  que fazia parte da NSA depois de 1945. Todos os membros da ULTRA eram humanos clonados.

“Os documentos originais deste tratado e os materiais originais dos ETs podem ser encontrados hoje na instalação da NSA chamada Blue Moon. Azul [Blue] é uma palavra de código que significa extraterrestre. Relacionado:

“Blue Moon também é uma instalação subterrânea sob a base da força aérea de Kirtland, no Novo México. A entrada da base fica nas Montanhas Manzano. Dentro de Blue Moon está a sede tecnológica do muito secreto DOE, para o qual Lincoln e Dean Warwick trabalham. Hoje [2006], o DOE na Blue Moon está construindo dispositivos de geração de energia livre, desenvolvidos a partir da tecnologia reptiliana de Draco e os seus associados aliens Greys, para uso no espaço”. 

Os Extraterrestres Greys e Reptilianos tem planos para controlar a Terra

Com relação a um cronograma para invasão e conquista da Terra pela facção Grey / Reptiliana, o Sr. Prince escreve: “Com cada tratado humano / ET, os governos [dentro do MEIC] estavam se tornando mais avançados, e agora havia grupos de pessoas que eram literalmente milhares de anos mais avançados do que a população civil. A cada ano que passa, desde o início desses tratados, a tecnologia militar avança mais de cinquenta anos … de vez em quando, o público ganha um novo computador ou alguma outra tecnologia do Complexo Militar Industrial Extraterrestre [MIEC] , mas essas são apenas pequenas bugigangas semelhantes a quando os primeiros colonos americanos brancos davam contas e espelhos aos índios nativos da América do Norte.


“Em 15 de abril de 1964, dois funcionários da inteligência dos EUA se reuniram sob o Projeto Platão com os Greys no deserto do Novo México para marcar um encontro em 25 de abril na base da força aérea de Holloman no Novo México. Esta reunião era para renovar o tratado que havia começado em 1954 novamente e era uma tentativa psicológica de ganhar tempo a fim de resolver o problema dos reptilianos Draco e os Greys. Os níveis superiores da inteligência dos EUA agora acreditavam que os Greys e Dracos tinham este planeta programado para invasão e controle total entre os anos de 2000 e 2030. ”

Reptiliano da casta militar

Letalidade dos Reptilianos Draco

Michael Prince escreve que nem todos os extraterrestres reptilianos são perigosos para a raça humana. Uma exceção são os Reptilianos oriundos de Draco que faz parte da facção Grey / Reptiliana que agora ameaça dominar a Terra. Ele escreve:

“Os Dracos malévolos não são agradáveis. Pode haver seres compassivos entre eles, mas há uma grande parte deles que são totalmente maus, crueis e perigosos. Esta notícia preocupante é contrabalançada pelo fato de que também existem muitos ETs benevolentes de vários sistemas estelares que estão aqui para nos ajudar e estão envolvidos em uma antiga guerra cósmica com os Dracos e Greys. Os Dracos são seres reais; no entanto, a comunidade de inteligência está envolvida em uma operação psicológica para fazer as pessoas do mundo temerem todos os ETs”.

O Sr. Prince afirma: “Os reptilianos Dracos são onívoros e se movem através dos planetas como gafanhotos em busca de recursos naturais, incluindo alimentos, que neste caso somos nós. Haverá enormes evidências de apoio neste livro, mostrando que eles estão nos usando como alimento. Os dracos têm dois corações, medem entre 2 a 3,6 metros de altura e têm a força de 8 a 16 homens. Eles são difíceis de matar, têm habilidades psíquicas e tecnológicas em batalha que estão milhares de anos à frente das nossas, são de sangue frio e muito cruéis e não têm remorso ou compaixão e nenhuma empatia pela humanidade que consideram como seus escravos”.

“Existem Draco de cores diferentes, mas os Draco Prime {Royal White] são brancos e muito altos [segundo outro insider, Corey Goode, eles podem atingir cerca de 4,25 metros de altura] e parecem ser a realeza e/ou elite dos Dracos. Eles quase nunca se apresentam para os seres humanos, mesmo para os seu aliados”.

Um reptiliano DRACO ROYAL WHITE, oriundo de um planeta do sistema solar de THUBAN, na constelação de Draco (Dragão) com cerca de 4,25 metros de estatura, com peso em torno de 1.360 quilos, ombros de 1,50 metros, estão no topo da pirâmide no comando de nosso planeta e se alimentam das nossas emoções negativas, como o ÓDIO, RAIVA, MEDO, FANATISMO, LUXÚRIA, LASCÍVIA, CORRUPÇÃO, PROMISCUIDADE e DEPRAVAÇÃO SEXUAL, etc…. Operam a partir de níveis mais sutis, VAMPIRIZANDO nosso campo (AURA) ENERGÉTICO. Tem bases SUBTERRÂNEAS na Lua e em Marte, de onde operam.

Instalações e abduções: Os reptilianos Draco são de várias cores, têm pequenas asas, enquanto os reptilianos mais abaixo na hierarquia, vistos com mais freqüência por humanos, não as possuem. As asas são feitas de longos e minúsculos espinhos ósseos ou costelas que se projetam de suas costas. As costelas são unidas por abas de pele marrom-escura e coriácea, e as asas geralmente estão retraídas.

Seres que correspondem à descrição do Draco foram vistos voando usando suas asas. Isso foi relatado em vários avistamentos de criaturas parecidas com Draco na cidade de Point Pleasant, que deu origem ao filme The Mothman Prophecies, estrelado por Richard Gere. Em vários contatos, as pessoas viram seres reptilianos usando capas penduradas sobre os ombros e nas costas. As capas podem ser uma peça de roupa projetada especificamente para cobrir as asas dos Dracos, ou suas abas retraídas de couro escuro podem parecer um material semelhante a um tecido que atravessa os ombros e as costas.

“O que mais impressiona as testemunhas oculares sobre a aparência física de um ser Draco são os chifres. Os chifres são geralmente curtos. Eles têm formato cônico e se estendem de dez a doze centímetros do crânio. Alguns relatórios descrevem cristas ósseas baixas ao longo das cabeças de formato cônico. Essas cristas aparecem no meio do caminho entre a sobrancelha e o topo da cabeça. Eles parecem ter uma constituição muito mais atlética e forte do que os outros seres reptilianos. Seus torsos superiores são extremamente magros e os músculos do pescoço estendem-se desde a base da mandíbula até as omoplatas. Se os Dracos conseguem voar usando suas asas, como algumas pessoas relataram, as demandas físicas do voo resultariam em alguns grupos musculares mais desenvolvidos do que outros [ou o uso de tecnologia para levitar].

“Certos indivíduos que afirmam ter tido encontros com Draco dizem que viram alguns com escamas [cor] brancas se aproximando e eles dão instruções aos Dracos alados, que são de cor marrom-esverdeada e são bem menores que os Dracos brancos. Os Dracos brancos são os Draco Prime [Royal Draco White]. Em cada um desses casos, os seres marrom-esverdeados pareciam ser muito respeitosos e submissos ao Draco gigantes de cor branca. Esta reação sugere que a hierarquia Draco é um sistema de castas dependendo de características genéticas desconhecidas.

Os Greys também demonstraram respeito semelhante pelos Draco Prime [Royal Draco White] mencionado em relatórios de contato.

Tratados com a Confederação Galáctica dos Mundos

O Sr. Prince afirma que o governo dos Estados Unidos sabe da existência de pelo menos 118 raças extraterrestres que estão envolvidas com os assuntos da Terra. Ele afirma: “Também houve tratados humanos / extraterrestres com essas raças compassivas [benevolentes], e suas motivações e ações nessas áreas parecem provar suas intenções”.

O Sr. Prince escreve: “Esta situação é tão bizarra e fica ainda mais à medida que nos aprofundamos em áreas altamente classificadas. Meu contato com a NSA, X3, me disse que há pelo menos 118 raças extraterrestres diferentes, que a NSA conhece, envolvidas nos assuntos deste planeta. A NSA se refere a este agrupamento de ET sob títulos como The Link e outros.

Existem ETs benevolentes visitando este planeta de setores estelares como as Plêiades, Andrômeda, Lyra, Tau Ceti, Sirius A e Ummo, que foram referidos por contatados e pessoal do serviço secreto como Confederação Galáctica de Mundos. Aqui, vamos entrar em complicadas questões exopolíticas do tipo Star Wars [pelo contrário é simplesmente a luta entre Luz e Trevas, também mostrada em Star Wars].

“No entanto, existem facções benevolentes de Orion Greys e Draco Reptilians e facções do mal de Pleiadianos, por exemplo. Isso é óbvio, pois em qualquer raça humana extraterrestres de qualquer sistema solar e planetas existem elementos bons e maus. Eu queria apenas deixar essa distinção clara porque no chamado movimento da Nova Era, há quase um tipo religioso de obsessão com os defensores da Nova Era afirmando que todos os reptilianos são negativos e todos os Pleiadianos estão aqui para nos salvar deles. Também houve tratados humanos / extraterrestres com essas raças compassivas, e suas motivações e ações nessas áreas parecem provar suas intenções.

1934 – Pleiadianos loiros e altos [Tall Whites-Nórdicos] e os nazistas

Michael Prince revela que em 1934 um grupo de pleiadianos altos e loiros abordou pela primeira vez o governo dos Estados Unidos e a administração Roosevelt. Eles foram repelidos pelo governo dos Estados Unidos e então os Pleiadianos abordaram os nazistas.

O Sr. Prince escreve: “Em 1934, um grupo de Pleiadianos (seres humanóides altos com cabelos loiros e olhos azuis) abordou o governo dos Estados Unidos, sob a administração Roosevelt, em um esforço para elaborar um eventual desarmamento militar. O governo dos EUA recusou, então os pleiadianos abordaram Hitler e os nazistas. Eu acredito que a essa altura, os reptilianos Draco haviam assumido o controle de muitos dos níveis superiores do governo federal dos EUA, e os fantoches humanos não desistiam de suas armas militares e de mais poder.

Parte da agenda reptiliana secreta é reduzir maciçamente a população mundial por guerras para reduzir a resistência, se e quando chegar a hora, à invasão final dos Dracos e o controle da Terra. Os pleiadianos firmaram um tratado com Hitler e os nazistas que, em troca de tecnologia, os nazistas não atacariam o povo judeu. Os pleiadianos tentaram impedir tudo isso, e seu tratado com os nazistas manteve-se firme até por volta de 1941. Não consigo ter uma imagem muito clara do que aconteceu depois disso, pois as informações são compartimentadas de maneira tão rígida. Também é difícil ver através da enorme quantidade de propaganda que saiu após a Segunda Guerra Mundial. Havia um plano para repovoar a comunidade judaica da Alemanha para Madagascar, mas isso não aconteceu porque os malgaxes não queriam participar dela.

“Os nazistas desenvolveram suas avançadas aeronaves em formato de disco voadores a partir da tecnologia Pleiadiana depois que os pleiadianos derrubaram propositalmente alguns deles na Alemanha para homenagear sua parte no tratado. As naves nazistas eram conhecidas como Haunebu e Vril. Os nazistas não conseguiram copiar completamente [??] o sistema de propulsão antigravidade pleiadiano, mas encontraram maneiras de contornar isso. Em 1941, os pleiadianos desistiram do tratado e não negociariam mais com Hitler e os nazistas. Foi nessa época que os Greys os abordaram, e foi daí que veio a tecnologia de controle da mente nazista baseada em trauma”.

1954: Administração de Eisenhower e a Confederação Galáctica de Mundos

Michael Prince confirma os relatos de uma abordagem de representantes de um órgão de governança galáctica com os níveis superiores da administração Eisenhower em 1954.

O Sr. Prince escreve: “Em 20 de fevereiro de 1954, mais ou menos na mesma época do Tratado de Granada, uma delegação da Confederação Galáctica dos Mundos abordou os níveis superiores do governo dos Estados Unidos. Este foi um esforço para limitar a morte e a destruição do Tratado de Granada e das armas desenvolvidas a partir dele. Essa delegação se reuniu com o governo Eisenhower em uma tentativa malsucedida de chegar a um acordo sobre o programa de armas termonucleares do governo dos Estados Unidos.

“Alguns dizem que o obstáculo era que os ETs da Federação não estavam dispostos a fornecer tecnologia que pudesse ter sido usada pelas facções do então incipiente Complexo Industrial Militar da administração Eisenhower. Outros dizem que muitas facções dos níveis superiores do governo dos EUA estavam sob forte controle mental dos Reptilianos Draco nesta época, e não havia nenhuma maneira de desistir de suas armas nucleares. Esses humanóides ETs protetores e amantes da paz também se recusaram a ser cooptados para o emergente Complexo Industrial Militar e Extraterrestre [MIEC] nos EUA, Grã-Bretanha, Rússia e em outros lugares. ”

A Agenda Pleiadiana

A mensagem de Michael Prince é, em última análise, otimista. Ele afirma que o Complexo Industrial Militar e Extraterrestre [MIEC] está atualmente usando um sistema de supercomputador “Tablets of Destiny” que inclui o HAARP-aerosol / chemtrails e o sistema de controle mental de Inteligência Artificial para tentar o ecocídio e o genocídio planetários. O Sr. Prince afirma que a frota Pleiadiana está aqui para ajudar na liberação da humanidade do controle Grey/Reptiliano e terá sucesso.

O Sr. Prince escreve: “Quando eu for um homem velho, não quero olhar para trás e lembrar que fui uma espécie de profeta da desgraça que trouxe medo à vida de milhões de pessoas. Meu trabalho já atingiu milhões e preciso ter cuidado. Em última análise, minha mensagem é de amor e paz, que é o paradigma Pleiadiano. Uma situação ganha-ganha era cada homem, mulher e criança se beneficiar neste planeta”.

“O corrupto paradigma Illuminati deseja ver a destruição dos chamados Goyim – todas as pessoas na terra que não são “Novos Israelitas”. Quando nossa unidade estava envolvida em operações de RV [visão remota] em Londres nos anos 90, disseram-nos coisas como, “quando tudo acabar, pessoas como você comandarão o planeta para nós”. Muitas vezes, a elite foi chamada clandestinamente para as instalações CLC-1 sob o Parlamento britânico, quando houve ameaças de um ataque nuclear no Reino Unido. Barry King foi emparelhado com uma certa mulher nesta instalação no passado, nesta mesma situação.

“Foi uma operação do tipo COG (Continuidade do Governo) com os Illuminati querendo repovoar a terra com a descendência dos mais talentosos, para renascer das cinzas como a fênix. Felizmente, isso nunca aconteceu. A mensagem de Emanuel era que todas as pessoas, judeus e gentios, poderiam ver a Nova Jerusalém de paz e prosperidade na Terra. Isso é o que o futuro nos reserva, e os Pleiadianos não verão este planeta ser jogado no chão. Estou honrado e grato por poder levar esta mensagem. O que me dá o direito de falar pelos Pleiadianos?”

“A resposta simples é que tenho contato direto com eles desde criança. Parte do meu papel no Projeto Manequim era fazer contato telepático com as grandes naves-mãe Pleiadianas na atmosfera externa e então passar as mensagens para o Comandante Clavius ​​e outras pessoas. Tudo isso foi feito enquanto eu estava no banco da viagem”.

Tablets of Destiny – HAARP e supercomputadores

“Tive tanto contato com eles ao longo dos anos que um livro inteiro poderia ser escrito somente sobre esse assunto. Algumas das mensagens em Mannequin tinham a ver com o fato de que os Pleiadianos não tolerariam o abuso que ocorria nessas instalações militares, e as forças da federação de Aldebaran estariam realizando uma ação militar direta contra eles. Este não é um capítulo sobre “exopolítica”, mas as forças do MIEC têm controle sobre algo conhecido como Tablets of Destiny, que é basicamente uma rede de grandes computadores [Inteligência Artificial] baseados em cristais exóticos”.

“Eles estão ligados em um padrão de grade geométrica em todo o mundo e podem desencadear desastres de grande escala, como ondas gigantes, furacões e terremotos. Qualquer um que tenha investigado este assunto deve estar familiarizado com o sistema escalar de guerra climática HAARP com base no Alasca [Gacona]. Isso faz parte do supercomputador ToD. Em última análise, a humanidade está sendo mantida refém por este sistema. As pessoas costumam perguntar por que os Pleiadianos não vêm e resgatam a nós e a todas as crianças sendo abusadas em bases subterrâneas, se todas as naves estão posicionadas ao redor do planeta?” [invisíveis porque estão em outro nível de consciência]

“A resposta é por causa das Tábuas do Destino. Sim, as grandes naves Pleiadianas estão aqui.  Qualquer pessoa que participou da conferência Probe International no passado viu a prova. Meu colega “Duncan” apresentou as muitas fotos coloridas dessas naves – algumas com mais de cinco milhas de comprimento [8 quilômetros] – para centenas de pessoas atordoadas presentes. Você podia ouvir os suspiros do público enquanto as pessoas perdiam o fôlego”.

“Essas fotos foram tiradas por outro amigo meu, conhecido na internet como Simon Anderson e John Leonard Walson, usando equipamento fotográfico avançado que tira fotos de objetos na atmosfera externa. JLW filmou tantos naves que não posso cobrir todos aqui. Seu trabalho foi incluído no enorme site Rense.com e uma pequena quantidade de filmagens pode ser vista aqui: [URL omitido no texto original]

Forças de libertação da Federação Pleidiana e Aldebaran

“Meus contatos Pleiadianos mais recentes trouxeram notícias de uma ação militar direta das forças da Federação de Aldebaran contra certos locais estratégicos na Grã-Bretanha, América e Austrália. Esses ataques e liberações foram utilizados usando tecnologia do tipo “excalibur”. Este é um armamento sônico de penetração no solo que ataca profundamente no subsolo, mas deixa a superfície ilesa. Esta mensagem foi dada a mim na noite de 25 de agosto por várias pequenas naves de reconhecimento posicionadas acima em um determinado local na Escócia onde eu estou agora baseado”.

“Os ataques aconteceriam entre 25 e 30 de agosto, me disseram. Alguns dias depois, Lincoln me disse que ele ouviu falar de uma enorme explosão e incêndio na instalação subterrânea de Montauk, onde o projeto de controle da mente de Phoenix está sendo executado. Ele também me informou que o sistema de transporte de tubo subterrâneo mag-lev foi desligado entre as bases no Novo México. Todos os terminais foram fechados e isso continuou por um tempo incomumente longo”.

“De qualquer forma, não quero me deter no aspecto guerreiro dos Pleiadianos. Quero me concentrar na alegria e no êxtase que vêm de ter um vínculo de coração com eles, especialmente o aspecto feminino de sua civilização. Eles são uma sociedade baseada na Deusa, que venera as mulheres e a família. O sentimento da energia é semelhante a estar apaixonado. Crianças com genética pleiadiana são muito procuradas no Projeto Mannequin de controle mental e são conhecidas por nomes de código como Platinum Blues e Digital Children.

“Estas são as crianças mais alegres e angelicais, cujas habilidades físicas vêm da habilidade de sentir amor e os sentimentos de outro ser. As pessoas usadas no projeto são como a fênix. Eles são indivíduos de tal paixão e fogo que suas almas são freqüentemente muito poderosas para seus corpos. Muitas vezes leva 30 anos para aprender a desacelerar e cuidar e controlar seus corpos físicos”. 


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“O indivíduo é [TÃO] deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Artigos relacionados:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.