Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Ministério da Justiça russo Exige que Agência judaica na Rússia seja Encerrada

O governo de Israel enviará uma delegação a Moscou “para garantir a continuação” da atividade da Agência Judaica na Rússia, anunciou  o gabinete do primeiro-ministro israelense nessa quinta-feira. O Tribunal Distrital de Basmanny, em Moscou, disse anteriormente que recebeu um pedido do Ministério da Justiça para liquidar a filial russa da agência de Israel em solo da Rússia. 

Governo de Israel está enviando uma delegação a Moscou em uma tentativa de reverter o movimento das autoridades russas.

Fonte: Rússia Today

O possível fechamento da organização de Israel, que promove o repatriamento de judeus para Israel, levou o primeiro-ministro israelense Yair Lapid a realizar “uma avaliação da situação” com diplomatas e membros do Conselho de Segurança Nacional do estado judeu. 

Foi decidido enviar uma delegação conjunta do Gabinete do Primeiro-Ministro, do Ministério das Relações Exteriores, do Ministério da Justiça e do Ministério da Aliá e Integração para garantir a continuação da atividade da Agência Judaica na Rússia”, disse o escritório em uma declaração em comunicado.

Uma nova reunião interinstitucional será realizada no próximo domingo. 

A comunidade judaica na Rússia está profundamente ligada a Israel. Sua importância surge em todas as discussões diplomáticas com a liderança russa. Continuaremos a agir por meio dos canais diplomáticos para que a importante atividade da Agência Judaica não cesse na Rússia”, disse Lapid. 

O tribunal de Moscou disse que a audiência pré-julgamento foi marcada para 28 de julho. Não revelou os detalhes dos argumentos do Ministério da Justiça russo, dizendo apenas que o pedido para encerrar as operações da Agência Judaica estava relacionado à suposta violação da lei russa.

Segundo o jornal Haaretz, uma carta do Ministério da Justiça ao escritório da agência israelense em Moscou, enviada em 1º de julho, afirmava que a organização violava as leis relacionadas ao armazenamento e proteção de dados. No entanto, o meio de comunicação enfatizou que o ministério não exigiu explicitamente na época a cessação imediata das operações da agência.  

No início de julho, enquanto isso, o Jerusalem Post, citando suas próprias fontes, disse que as autoridades russas ordenaram que a Agência Judaica interrompesse todas as suas atividades em território russo.  

A organização posteriormente refutou essa informação, enquanto o Ministério das Relações Exteriores da Rússia chamou o artigo do Jerusalem Post de “uma provocação”, uma visão que compartilhou com as autoridades israelenses. 

A Agência Judaica, fundada em 1929, primeiro ajudou a repatriar judeus para terras palestinas e, depois que Israel conquistou a independência, para o estado de Israel. Seus escritórios e parceiros, de acordo com seu site, operam nas cidades de Moscou, São Petersburgo, Samara, Rostov, Pyatigorsk, Khabarovsk, Irkutsk e Novosibirsk. 

Como relata o Haaretz, citando números internos do Ministério da Aliá e da Integração, nos últimos meses, coincidindo com a ofensiva militar russa na Ucrânia, houve um aumento acentuado na imigração da Rússia para Israel. 

Nos primeiros seis meses do ano, o número de russos que se mudaram para Israel totalizou 16.598, o que é mais que o dobro do número que emigraram para o país durante todo o ano passado. Também está quase 40% acima do número de ucranianos que se mudaram para Israel no primeiro semestre deste ano.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *