Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Não é Mentira se Vocês ‘Acreditarem’

Eu gostaria de passar um dia sem ter que fazer referência a Orwell e Huxley ao observar como a classe dominante é capaz de manipular, subjugar e propagandear as massas ignorantes intencionalmente por meio de mentiras, enganos, desinformação, manipulação e pelo MEDO. Mas aqui estamos nós, vivendo num mundo de pesadelo distópico que mistura os piores aspectos de “1984” de George Orwell e “Admirável Mundo Novo” de Aldous Huxley.

Não é Mentira se Vocês Acreditarem

Fonte: The Burning Platform – Authored by Jim Quinn via The Burning Platform blog,

“O passado foi apagado, o apagamento foi esquecido, e a mentira tornou-se a verdade.”  –  George Orwell, “1984

“Grande é a verdade, mas ainda maior, do ponto de vista prático, é o silêncio sobre a verdade.” ? – Aldous Huxley, Admirável Mundo Novo

É como se O’Brien e Mustapha Mond estivessem comandando o show, usando condicionamento comportamental, restringindo a liberdade de expressão, aderindo a um rígido sistema de castas, vigiando tudo o que dizemos ou fazemos, usando nossos medos para nos controlar, utilizando propaganda para produzir narrativas falsas e, finalmente, ameaçando pisar em nossos rostos para sempre se não obedecermos e nos conformarmos. 

Praticamente tudo o que ouvimos de políticos, burocratas do governo, altas patentes militares, jornalistas “estimadas” pre$$tituta$, “especialistas” médicos, banqueiros, oligarcas bilionários e executivos corporativos é mentira. Eles não acreditam em suas mentiras, mas sabem que mentir beneficiam-nos financeiramente e, desde que trabalhem juntos, sabem que as massas ignorantes acreditarão neles.

George diz a Jerry “Não é mentira se você acreditar”, pois ele vai fazer um teste no detector de mentiras. Eu me pergunto como Fauci, Biden, Hillary, Obama, o Demente Biden, Comey, Wray, Pelosi, Soros, Gates, Klaus Schwab, et caterva e a enorme quantidade de outros conspiradores do golpe Deep State se sairiam em um teste de detector de mentiras sobre Russiagate, Covidgate, J-6 Insurrectiongate e Vacinagate. 

Com base no volume titânico de mentiras que eles vomitaram nos últimos anos, tenho certeza de que a máquina superaqueceria e explodiria se ligada a qualquer um exemplar dessa escória traiçoeira, tirânica, de psicopatas vis e hipócritas.

A frase humorística proferida por George Costanza em uma sitcom vinte e oito anos atrás captura um núcleo significativo de verdade sobre a mentalidade da grande maioria dos zumbis de pensamento não crítico vagando pelos corredores do Wal-Marts e esperando no drive-thru do McDonalds em nossos estados distópicos da América. 

As mentiras são tão profundas que você precisa de botas de pescador até o quadril para percorrê-las diariamente. A razão pela qual nossos pseudo líderes mentem é porque os deixamos mentir e nos é mais confortável aceitar, pois não precisamos pensar. 

A maioria prefere mentiras reconfortantes a verdades desagradáveis, porque aceitar verdades desagradáveis ??exigiria que eles agissem e eles preferem se distrair com trivialidades como esportes, reality shows, curtidas nas redes sociais e, de outra forma, serem viciados babando sobre os seus aparelhos tecnológicos.

“O processo de engano das PRE$$TITUTA$ da mídia de massa tem que ser consciente, ou não seria realizado com precisão suficiente, mas também tem que ser inconsciente, ou traria consigo um sentimento de falsidade e, portanto, de culpa…. Contar mentiras deliberadas acreditando genuinamente nelas, esquecer qualquer fato que tenha se tornado inconveniente e, então, quando se tornar novamente necessário, retirá-lo do esquecimento pelo tempo que for necessário, negar a existência da realidade objetiva e, ao mesmo tempo, levar em conta a realidade que se nega, tudo isso é indispensavelmente necessário – George Orwell

A explicação de Orwell sobre o engano das PRE$$TITUTA$ da mídia de massa é uma avaliação brilhante de como a classe dominante muda a narrativa para atender às suas necessidades e, sem pestanejar, é capaz de negar o que disse e fez imediatamente antes. 

Orwell viu essa manipulação da verdade acontecer antes que existisse a TV, a internet, a mídia social ou propaganda governamental criada profissionalmente. Em sua época, existiam apenas jornais, rádio e discursos para enganar o público.

A proliferação do engano da mídia de massa tecnologicamente aprimorada conseguiu tudo o que a classe dominante/oligarcas/estado de vigilância do Big Brother poderia esperar. Mentiras e enganos nada mais são do que um meio para seus fins de obter mais controle, riqueza e poder. 

Certo e errado; o bem e o mal; justiça e injustiça; verdade e falsidade; humanidade e desumanidade; são conceitos sem sentido para os corruptos, gananciosos, famintos por poder, imorais, desviantes, permissivos, corruptos, senhores do mal que manejam sua riqueza para manter e expandir seu controle sobre as massas ignorantes, relutantes e incapazes de resistir porque sua doutrinação é profunda e a propaganda incessante os mantém confusos e com raiva de inimigos fantasmas.

O exemplo perfeito da decepção da mídia de massa de Orwell na prática tem sido toda a farsa da pandemia Covid, que foi construída sobre uma base de mentiras desde o início. No início, Fauci zombou do conceito de máscaras que fornecem qualquer proteção contra um vírus microscópico ao ser entrevistado no 60 Minutes. Ele não estava mentindo. 

Numerosos estudos científicos documentados pelo CDC provaram, sem sombra de dúvida, que as máscaras são absolutamente inúteis na prevenção da propagação de vírus. Mas, algumas semanas depois, os controladores da “pandemia” perceberam a utilidade das máscaras como o símbolo perfeito para induzir o medo de uma falsa pandemia, subjugar e controlar as massas e o primeiro passo para exigir conformidade e obediência das massas.

De repente, Fauci e sua Big Pharma compraram lacaios médicos “especialistas” que descartaram os fatos inconvenientes de que as máscaras não funcionam e pregaram piamente que todos deviam se mascarar ou a morte em massa ocorreria. Qualquer voz dissidente falando a verdade sobre as máscaras era o inimigo e precisava ser silenciado, desprezado, ridicularizado, censurado e destruído, mesmo que fosse um cientista como o francês prêmio Nobel de Medicina [Virologista] Luc Montagnier

O engano, o policiamento e a censura foram impostos, auxiliado e incentivado pelo Twitter, Facebook, Google e as pre$$tituta$ da MSM irresponsável fazendo o lance da elite governante, enquanto eram pagos pela Big Pharma.

Este foi apenas o começo de uma conspiração mundial de mentiras. Os vídeos da China de corpos nas ruas eram falsos. Evidentemente para provocar medo na comunidade global. A suposta origem do vírus sendo morcegos em um mercado úmido em Wuhan foi uma mentira inventada por Fauci, Daszak e seus co-conspiradores chineses para encobrir seu armamento ilegal do vírus no laboratório de armas biológicas de Wuhan. 

Este encobrimento foi mantido pela mídia herdada moribunda, Twitter, Facebook e Google através da censura e proibição de qualquer um (como do ZeroHedge) que ousasse questionar a narrativa aprovada pelo governo e Big Pharma.

A demanda por bloqueios nacionais foi construída sobre as mentiras de Neil Ferguson, um acadêmico de terceira categoria, e seu modelo de medo do Imperial College de Londres de mortes se o mundo não fechasse. Seus resultados ridículos, baseados em falsas suposições, foram a base para as decisões desastrosas tomadas por políticos corruptos em todo o mundo. Os resultados na Suécia, que não promoveu sequer um dia de bloqueios de sua população e nem fechou escolas, provaram que o tirânico modelo de infinitos lockdowns e mascaramento não vale nada e é responsável pela destruição da vida de milhões em todo o mundo.

Eles mentiram sobre tudo, sobre o distanciamento social, com base no trabalho escolar de uma menina da 3ª série. Eles usaram um teste de PCR [patenteado por um Rothschild] indevidamente para produzir falsamente casos “positivos” a fim de aterrorizar as massas em uma psicose de formação de pânico em massa. Um caso não era uma doença. Eles superestimaram drasticamente a taxa de mortalidade e atribuíram as mortes de doentes extremamente idosos à covid quando eles morreram de sua doença existente. 

Apenas 6% das mortes por covid podem ser atribuídas estritamente à covid. A taxa de sobrevivência geral se você contraiu covid é de 99,7%, com qualquer pessoa com menos de 70 anos de 99,9%. Praticamente ninguém com menos de 21 anos morreu de covid. Foi menos letal do que a gripe anual para os jovens.

Os senhores supremos e seu bando de prostitutas apparatchik no governo, as pre$$tituta$ na mídia e na academia precisavam aumentar o medo por meio do aumento de casos, hospitalizações e mortes para enriquecer com essa plandemia, enquanto plantavam as sementes de seu grande esquema de Great Reset, a reinicialização, para transformar o mundo em um estado de vigilância compatível. 

O golpe de misericórdia das mentiras seria a milagrosa “vacina da Operação Warpspeed” que livraria o mundo dessa pestilência perigosa. Virologistas supostamente brilhantes desenvolveram amnésia sobre o conceito de imunidade de rebanho, que é conhecido há séculos.

E esta Guerra contra a Covid foi tão boa quanto a Guerra contra a Pobreza e a Guerra contra as Drogas, o que significa que foi um fracasso total e absoluto em derrotar seu suposto inimigo, mas teve um enorme sucesso em enriquecer políticos, corporações e a multidão de bajuladores, na mídia, na academia e na burocracia que perpetuam as mentiras e a desinformação que são generosamente pagos para descartar.  As mentiras envolvendo a eficácia das supostas vacinas são profundas e amplas.

Todo o esquema de vacinas é construído sobre um altar de mentiras, inverdades, desinformação, engano e censura. As terapias genéticas de mRNA existem há décadas e sempre falharam na sua aplicação, pois todos os animais testados usando essas misturas morreram. A Pfizer falsificou os dados de seus ensaios, mentiu sobre as reações adversas, mentiu sobre a segurança a longo prazo, mentiu sobre os efeitos em mulheres grávidas e tentou manter esses resultados ocultos por setenta e cinco anos. A bobagem sobre essas “vacinas” serem seguras e eficazes foi e continua sendo a Grande Mentira.

A autorização de uso emergencial dessas vacinas experimentais só poderia ser dada se não existissem medicamentos que fossem um tratamento eficaz para a doença. Houve dezenas de estudos científicos e médicos de renome mundial reconhecendo a eficácia da hidroxicloroquina e da ivermectina no tratamento da covid e no alívio de seus sintomas de forma segura e eficaz – e barata. Esse era o verdadeiro problema. 

“Em uma meta-análise de 63 estudos de ivermectina versus COVID-19 em humanos, 100% deles mostraram resultados positivos… 29 desses estudos foram considerados estatisticamente significativos em relação ao uso de ivermectina isoladamente”.

As centenas de bilhões em lucros a serem obtidos pela Big Pharma e depois divididos entre políticos corruptos, empresas de mídia pre$$tituta$, o FBI e os braços de censura de mídia social da classe dominante seriam impossíveis se a verdade sobre a hidroxicloroquina e a ivermectina fosse revelada, se fossem reconhecidas.

Portanto, Fauci e seus bajuladores alegaram que ambos eram perigosos, remédios para vermes de cavalos e ineficazes. O Twitter, Facebook e Google censuraram e baniram médicos que postaram algo positivo sobre qualquer um dos tratamentos. Enquanto isso, Fauci condenou dezenas de milhares de pessoas à morte ao promover o Remdesivir, um tratamento do qual ele se beneficiou financeiramente, e recomendar ventiladores para pessoas com covid. 

Fauci condenou dezenas de milhares à morte por não permitir que esses tratamentos fossem usados. Ele merece o mesmo destino por suas ações traiçoeiras, mas é tratado como um santo pela mídia de esquerda e pelos asseclas de ‘Dementia’ Joe Biden.

O maior engano da mídia de massa orwelliana de todos eles foi o que os “especialistas” declararam inequivocamente sobre suas gloriosas vacinas. Assim como todas as vacinas da história deveriam evitar que você contraísse a doença contra a qual foi vacinado, Fauci, Biden, Walensky, Gates, o CEO da Pfizer e uma miríade de outros “especialistas” pagos disseram à população global que não contrairiam ou espalharam covid assim que fossem vacinados. Eles estão gravados em vídeo e impressos declarando que isso é verdade.

Mas quando foi provado que isso não era verdade, eles simplesmente negaram que tivessem dito isso.  Enquanto as massas pudessem ser convencidas de que a mentira havia se tornado verdade, então a mentira era a verdade, de acordo com o Partido e seus guardiões da narrativa jornalística. 

Controlar a narrativa por meio da supressão e censura da verdade é como eles continuam a manter o controle. A divulgação dos arquivos do Twitter por Musk confirma todas as “teorias da conspiração” colocadas em domínio público pelos pessimistas, pensadores críticos e alguns poucos jornalistas honestos. Eles mentiram sobre tudo.

“E se todos os outros aceitassem a mentira que o Partido impôs – se todos os registros contassem a mesma história – então a mentira passou para a história e se tornou verdade. ‘Quem controla o passado’, dizia o slogan do Partido, ‘controla o futuro: quem controla o presente controla o passado.  – Orwell

Quando confrontados com a realidade, essas injeções experimentais, tóxicas, que alteram genes e geram proteínas de pico não impedem ninguém de contrair o vírus, ser hospitalizado pelo vírus ou morrer do vírus, os poderes que acabaram de mudar a definição de uma vacina e tentaram alterar a narrativa e fingir que nunca haviam dito o que disseram. Quão orwelliano de nossos senhores do Big Brother. O passado é alterável em um regime totalitário.

“O passado era alterável. O passado nunca foi alterado. A Oceania estava em guerra com a Lestásia. A Oceania sempre esteve em guerra com a Lestásia.  -George Orwell, 1984

Até a definição atual de vacinação é uma mentira. Não apenas não protege você do vírus, mas o Antibody-Dependent Enhancement (ADE), alertado por médicos conceituados como Robert Malone, Peter McCullough e Pierre Kory há mais de um ano, agora está acontecendo com os vacinados e os reforçados. A mentira de Biden sobre ser uma pandemia de não vacinados se transformou na verdade de que estamos vivendo uma pandemia de vacinados. Os vacinados têm agora 4x mais chances de contrair covid do que uma pessoa não vacinada que se recuperou da covid. A imunidade natural, que protege a humanidade há séculos, é real e muito superior a essas injeções da Big Pharma.

A “dissonância [estupidez] cognitiva” dos vacinados é profunda. Eles estão muito constrangidos e envergonhados para admitir que foram enganados, envenenados e ludibriados. Quantos jovens mais precisam “morrer repentinamente” antes de se voltarem contra Fauci, Biden, CEOs das grandes empresas farmacêuticas, as pre$$tituta$ da mídia, políticos corruptos e o complexo industrial de assistência médica e responsabilizá-los? A psicose de formação em massa está muito arraigada em sua psique para se revoltarem ou é a mais profunda vergonha de si mesmo?

As mentiras sobre as vacinas contra a covid serem seguras e eficazes, promulgadas por meio de uma campanha publicitária multibilionária sem parar nos últimos dois anos da “pandemia”, pagando atletas famosos, estrelas de Hollywood, influenciadores de mídia social e médicos antiéticos, estão provando ser as falsidades mais diabólicas e fatais já perpetradas na humanidade global. O absurdo “eficaz” foi posto de lado há dois anos, quando a covid se espalhou mais rápido depois que mais da metade do país foi repreendido e ameaçado de receber a vacina, depois uma segunda dose, depois uma terceira e depois mais um reforço, porque as três doses anteriores simplesmente falharam . . .

E ainda metade do país se recusa a aceitar a verdade porque não quer questionar a narrativa ou abandonar seus companheiros cultistas da vacina. A narrativa do lixo “seguro” está desmoronando diariamente como dados factuais sobre mortes súbitas, estudos científicos reais que comprovam os perigos extremos dessas vacinas, dados de fertilidade, dados de mortalidade em excesso, um fluxo constante de relatórios sobre jovens contraindo miocardite, tendo problemas cardíacos ataques e desenvolvimento de coágulos sanguíneos, inundou Fauci e seu navio de tolos mentirosos – com o resultado final de quebrar a psicose de formação em massa das massas.

Essencialmente, essas vacinas estão criando um evento de mortes em massa em câmera lenta, e todos os envolvidos em seu uso prematuro em seres humanos deveriam ser julgados por assassinato, mas não o farão. Isso ocorre porque o Deep State totalitário se tornou muito poderoso, muito arrogante e muito cheio de desprezo por aqueles que eles governam. 

Eles se sentem invencíveis, pois roubam eleições descaradamente, mantêm manifestantes pacíficos em masmorras, assassinam aqueles que podem implicá-los em conspirações de tráfico de crianças, usam os mecanismos do estado de vigilância para esmagar toda a oposição e conspiram com redes de mídia de massa e a máfia do Vale do Silício, com as pre$$tituta$ da mídia para suprimir a verdade e censurar aqueles que ousam questionar a narrativa sancionada pelo Estado Profundo. Os arquivos do Twitter confirmam o engano e a traição nos mais altos níveis do governo, FBI, mídia e militares.

“Antes que os líderes de massa tomem o poder de ajustar a realidade às suas mentiras, sua propaganda é marcada por seu extremo desprezo pelos fatos como tais, pois, em sua opinião, o fato depende inteiramente do poder do homem que pode fabricá-lo.”  ? Hannah Arendt, As Origens do Totalitarismo

Neste ponto da história, praticamente tudo o que é dito pelo presidente, qualquer político, burocrata do governo, personalidade da mídia, executivo corporativo, “especialista” médico e falso jornalista é uma invenção, exagero, desinformação ou mentira absoluta. 

A lista de mentiras é interminável e continua desde Adão e Eva, mas a quantidade e audácia das mentiras nos últimos tempos se aceleraram a um ponto em que os totalitários não temem mais revelações sobre suas mentiras. Eles se sentem confortáveis ??sabendo que as massas acreditarão em absurdos, desde que confirmem suas ideologias, preconceitos e crenças.

As massas não se importam em ser enganadas porque estão fascinadas por narrativas criadas para mantê-las sob controle e focadas em qualquer inimigo que eles propagandizem para odiar, seja Trump, dissidentes de bloqueio e máscara, anti-vaxxers, supremacistas brancos fantasmas, J6 “insurrecionistas”, os russos, ou “negadores de eleições”. 

Mentirosos comprovadamente ousados como Biden e Fauci são admirados e celebrados por sua dedicação à narrativa, apesar de sua falsidade. Aconteceu na Alemanha nazista, na União Soviética stalinista, na China comunista de Mao e de hoje, enquanto mergulhamos em um totalitarismo da nova ordem mundial de resultados desconhecidos e mais e maiores atrocidades por acontecerem.

“A propaganda de massa descobriu que seu público estava sempre pronto para acreditar no pior, não importa o quão absurdo fosse, e não se opunha particularmente a ser enganado porque considerava cada declaração uma mentira de qualquer maneira. Os líderes de massa totalitários basearam sua propaganda na suposição psicológica correta de que, sob tais condições, alguém poderia fazer as pessoas acreditarem nas declarações mais fantásticas um dia, e confiar que se no dia seguinte eles recebessem provas irrefutáveis de sua falsidade, eles se refugiariam no cinismo; em vez de abandonar os líderes que mentiram para eles, eles protestariam que sabiam o tempo todo que a declaração era uma mentira e admirariam os líderes por sua inteligência tática superior.  ?  Hannah Arendt, As Origens do Totalitarismo

Acho que uma lista de grandes mentiras é suficiente para provar que somos governados por ideólogos totalitários que não se importam que suas mentiras estejam destruindo nosso país, cultura e normas sociais.

Durante minha vida: eles mentiram sobre o assassinato de JFK; eles mentiram sobre o Golfo de Tonkin para nos colocar na Guerra do Vietnã; eles mentiram sobre o 11 de setembro; eles mentiram sobre as armas de destruição em massa no Iraque; eles mentiram sobre o colapso financeiro de 2008; eles mentiram sobre o golpe da CIA em 2014 na Ucrânia, criando a destruição que temos hoje; eles mentiram sobre o aquecimento global e tiveram que mudar para a mudança climática quando a mentira original foi revelada; eles mentiram sobre o Russiagate e seu golpe contra Trump, eles mentiram sobre os protestos “pacíficos” do BLM; mentiram sobre a causa da morte de George Floyd (overdose de fentanil); mentem sobre tráfico e aliciamento de crianças; mentem sobre massacrar crianças em nome da identidade de gênero; eles mentiram sobre o computador de Hunter Biden e o sindicato do crime da família Biden; eles mentiram sobre fraudar a eleição de 2020; eles mentiram sobre o “suicídio” de Epstein; eles mentiram sobre o FBI e Pelosi encenando a “insurreição” de 6 de janeiro; eles mentiram sobre conluio com Twitter, Facebook e Google para influenciar as eleições e criar uma falsa pandemia; eles estão mentindo sobre nossa fronteira ser segura e protegida; eles estão mentindo que o demente Biden não é um senil fantoche dominado por demência controlado por Obama, Soros e Gates; eles estão mentindo que Sam Bankman-Fried e sua operação de lavagem de dinheiro FTX não eram um braço do partido democrata, usando fundos ilícitos e canalizando-os para candidatos democratas; e eles estão mentindo sobre suas intenções de destruir nossa sociedade por meio de políticas econômicas, sociais e legais suicidas, a fim de inaugurar uma Grande Reinicialização totalitária da Nova Ordem Mundial dirigida por elites ricas e seus acólitos detestáveis. Nosso pesadelo distópico está no mesmo nível do de Orwell.

“As bombas atômicas estão se acumulando nas fábricas, a polícia está rondando as cidades, as mentiras estão fluindo dos alto-falantes, mas a Terra ainda está girando em torno do sol.” – George Orwell

Os regimes totalitários têm um tremendo sucesso usando dados falsos e gráficos falsos para dar a aparência de verdade a uma população ignorante demais para investigar se os dados e gráficos são um reflexo verdadeiro e preciso da realidade. 

É muito mais fácil acreditar em supostos especialistas do que pensar criticamente e questionar a narrativa, especialmente quando eles estão dizendo o que você preguiçosamente quer ouvir. Mesmo que a pessoa média saiba que sua situação financeira se deteriorou constantemente nas últimas duas décadas, junto com a situação financeira do país, eles ainda acreditam nos dados falsos vomitados diariamente pelo governo e pela cabala bancária de Wall Street.

Eles estão mentindo sobre a taxa de inflação ser de 7%. É mais do que o dobro do valor relatado pelo governo, com base no cálculo de 1980, quando Volker precisou aumentar a taxa dos fundos federais para 18%.

Eles estão mentindo sobre a taxa de desemprego de 3,7%. A população total em idade ativa é de 265 milhões, acima dos 212 milhões em 2000. Há 158 milhões empregados hoje, contra 137 milhões em 2000. A taxa de desemprego em 2000 de 4% é virtualmente a mesma que a taxa relatada hoje. Como poderia ser isso se a população em idade ativa aumentou 53 milhões, mas o emprego aumentou apenas 21 milhões? Um grande enigma. É fácil se você mentir. De acordo com o governo, 100 milhões de americanos em idade ativa optam por não trabalhar, portanto, não estão desempregados. Esse número era de 70 milhões em 2000. Totalmente 40% de nossos cidadãos em idade ativa não estão trabalhando hoje, mas o governo diz que nossa taxa de desemprego é de 3,7%. Esta pode ser a maior mentira já contada.

O governo relatou crescimento real positivo do PIB na maior parte das últimas duas décadas, com quedas de curto prazo em 2008/2009 e devido à covid em 2020. Esses números são mentiras. O uso de uma figura de inflação verdadeira mostra que o PIB mal se manteve estável nos últimos 20 anos. A grande economia americana não cresce há 20 anos. Somos um império de dívidas moribundo e mentiroso. Nossa dívida nacional cresceu de US$ 5,7 trilhões em 2000 para US$ 31,5 trilhões hoje. A relação dívida/PIB passou de 55% em 2000 para 122% hoje. Ao longo da história, quando essa proporção ultrapassa 90%, segue-se o desastre econômico.

A maior mentira foi perpetrada pelo Federal Reserve controlado por Wall Street, cujos mandatos são uma moeda estável e baixo desemprego. Com uma cara séria, esses curingas declaram que tiveram sucesso, enquanto o dólar perdeu 97% de seu poder de compra desde o enganoso início do Federal Reserve em 1913, e a taxa real de desemprego está acima de 20%. Perder os últimos 3% do poder de compra garante ser o mais doloroso.

Depois de documentar a ultrajante multidão de mentiras contadas por aqueles que controlam as alavancas da sociedade, estou indeciso sobre se confio que pessoas suficientes possam ser despertadas de seu estupor autoinduzido de crença na autoridade para montar uma contra-ofensiva da verdade. Acho que não escreveria artigos sobre esses assuntos, a menos que pensasse que havia um grão de esperança que poderia plantar com meu raciocínio. Mas me sinto mais atraído pela conclusão a que Alexandre Koyré chegou há mais de cinquenta anos sobre as turbas e a facilidade com que as autoridades totalitárias podem manipulá-las:

“A turba acredita em tudo o que é dito, contanto que seja repetido indefinidamente. Contanto também que suas paixões, ódios e medos sejam atendidos. Também não é preciso tentar ficar dentro dos limites da plausibilidade: pelo contrário, quanto mais grosseira, maior, mais grosseira a mentira, mais facilmente ela é acreditada e seguida. Também não há necessidade de evitar contradições: a multidão nunca percebe; desnecessário pretender correlacionar o que é dito a alguns com o que é dito a outros: cada pessoa ou grupo acredita apenas no que lhe dizem, não no que dizem a outros; desnecessário buscar coerência: a turba não tem memória; desnecessário fingir qualquer verdade: a multidão é radicalmente incapaz de percebê-la: a multidão nunca pode compreender que seus próprios interesses são o que está em jogo”.  ?  Alexandre Koyré, Pensamentos sobre Mentir

Quando a multidão foi essencialmente hipnotizada por figuras de autoridade totalitária, desvinculada da lei por invocar ilegalmente poderes de “emergência” para garantir a segurança das massas, é preciso derramamento de sangue maciço e uma enorme agitação antes que a multidão caia em si e perceba seu terrível perda de confiança nos tiranos. Pessoalmente, espero estar errado sobre o que está por vir, mas não vejo um caminho para uma resolução pacífica e racional do que assola nosso país e o mundo.

Tolos, patifes, psicopatas e ideólogos de baixo QI controlam a narrativa, o poder político, as mensagens da mídia, os bancos e as mentes da máfia. Podemos tentar nos distanciar do ataque violento, mas realmente não há como escapar do impacto de uma Quarta Virada, seja conflito global, caos civil, Armagedom financeiro ou a ira da multidão por estar certo sobre as vacinas, políticos, ou os mercados financeiros. Não estou surpreso ou chateado com as mentiras contadas a mim por aqueles que dirigem o show. Nietzsche e Carlin, dois pensadores brilhantes, resumem meus sentimentos.

“Não estou chateado porque você mentiu para mim, estou chateado porque a partir de agora não posso acreditar em você.”  –  Friedrich Nietzche

“Minha primeira regra: não acredito em nada que o governo me diga. Nenhuma coisa. Zero.”  –  George Carlin

Pouquíssimas pessoas que precisam despertar de seu estupor induzido pela propaganda de acreditar em absurdos lerão este artigo. Aqueles que já estão acordados e podem ver claramente o que está acontecendo têm poucas ou nenhuma opção para impactar o curso que estamos percorrendo. Muito poucos veem o iceberg bem à frente enquanto o US Titanic acelera em direção ao seu encontro com o destino. 

Podemos gritar e acenar com as mãos, mas não há nada que possamos fazer para alterar o curso de um império governado por ideólogos idiotas, decididos a destruir nosso navio de estado. Como Bradbury prescientemente observou em sua obra-prima de autoimolação social, não posso fazer as pessoas ouvirem uma mensagem que elas não querem ouvir.

“Mas você não pode fazer as pessoas ouvirem. Eles têm que dar a volta por cima em seu próprio tempo, imaginando o que aconteceu e por que o mundo explodiu ao seu redor. Não pode durar.  ?  Ray Bradbury, Fahrenheit 451

Neste ponto, estou dividido entre a escuridão da visão de Orwell e a atitude estóica apresentada por Tolkien. Estamos vivendo em uma época de engano universal e dizer a verdade parece um ato revolucionário quando a multidão está sob o feitiço da psicose de formação em massa. É uma dicotomia interessante que este artigo seja lido apenas por um pequeno público de pessoas que já concordam com a maioria dos meus argumentos. Se chegasse a um público mais amplo, eu seria atacado pela multidão, censurado, ameaçado e doxado na tentativa de destruir minha vida. Que assim seja.

Farei o que puder com meus recursos limitados, protegerei meus entes queridos, fortalecerei relacionamentos com hobbits que pensam como eu, me desconectarei desta sociedade distorcida e desviante o máximo possível, me distanciarei do governo, me prepararei para um futuro incerto e tentar o meu melhor para navegar pelos perigos à frente. Temos apenas um tempo limitado nesta terra para fazer a diferença. Cada um de nós deve decidir o que fazer com o tempo que nos é dado. Deus nos ajude.

“Gostaria que não precisasse ter acontecido no meu tempo”, disse Frodo. “Eu também,” disse Gandalf, “e também todos os que viveram para ver tais tempos. mas isso não é para eles decidirem. Tudo o que temos que decidir é o que fazer com o tempo que nos é dado.”  ? JRR Tolkien, A Sociedade do Anel


“O indivíduo é deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956.

A estátua do sonho de Nabucodonosor, um símbolo daquilo que a humanidade construiria na Terra. Os dias de insanidade da atualidade estão contados, muito em breve, a “Grande Prostituta”, a cidade de Roma será varrida da face da Terra PELO IMPACTO DE UM METEORO/ASTEROIDE, dando início a derrota completa dos servidores das trevas e o fim de seus planos nefastos para o controle do planeta.


2 respostas

  1. William Shakespeare, poeta e dramaturgo inglês, tido como o maior escritor do idioma inglês e o mais influente dramaturgo do mundo, é autor em sua peça teatral Rei Lear da frase “Que época terrível esta, onde idiotas dirigem cegos”. Esta frase se aplica perfeitamente ao Brasil da era contemporânea no qual constatamos a existência de idiotas, isto é, de governantes desprovidos de inteligência e de bom senso no comando da nação que dirigem cegos, isto é, os incompetentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *