browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Nosso Sol é um Portal Estelar (Stargate) para UFOs do tamanho de planetas ?

Posted by on 02/03/2022

As duas sondas Stereo da NASA que monitoram o nosso Sol 24 horas começou a registrar enormes OVNIs esféricos nas proximidades de nossa estrela por volta de 18 de janeiro de 2010. De acordo com um observador, os OVNIs gigantescos, “parecem estar se movendo, pois estão em posições diferentes em muitas fotos [das sonda Stereo da NASA] e são enormes, possivelmente do tamanho da Terra. Se os OVNIs fossem planetas ou algum tipo de enorme cometa, asteroide, eles já teriam sido puxados para o Sol pela forte gravidade que ele produz, como no caso do mergulho recente de um cometa.”

Nosso Sol é um Portal Estelar (Stargate) para UFOs do tamanho de planetas ?

Fonte: HumansAreFree

Dr. Joe Gurman, cientista do Projeto Stereo [ Solar TErrestrial RElations Observatory ] da NASA afirma que os OVNIs solares gigantes são artefatos de compressão.

Além disso, ele afirma que o “‘gravador de dados central’ na DSN, que armazena todos os dados de reprodução de todas as missões que a DSN suporta, falhou “em 18 de janeiro de 2010, a data em que a onda de OVNIs solares começou, apresentando assim as imagens de OVNIs gigantes.

Em uma solução da física quântica para o mistério dos OVNIs solares gigantes, o físico Nassim Haramein afirma em uma análise gravada em vídeo (abaixo) que os OVNIs do tamanho da Terra são, na verdade, naves espaciais gigantes extraterrestres ou interdimensionais, que estão acessando nosso sistema solar, usando o nosso Sol como uma singularidade de buraco negro, ou stargate .

O Sr. Haramein afirma que os dados das sondas Stereo da NASA registrando OVNIs solares gigantes provam que civilizações extraterrestres acessam nosso sistema solar através de um portal estelar no Sol ao usar naves espaciais de veículos muito grandes (do tamanho da Terra).

O vídeo à seguir (4 min. 50 seg.) analisa imagens semelhantes do Sol das sondas Stereo da NASA, feitas em 21 de janeiro de 2010, e destaca os OVNIs ao redor do Sol.

Recomenda-se que os leitores assistam a este vídeo para visualizar completamente os OVNIs gigantes.

A Explicação da NASA sobre os OVNIs Gigantes mergulhando em nosso: “Falha de Equipamento”

(Dr.) Joseph B. Gurman, cientista do projeto STEREO da NASA respondeu às imagens de OVNIs gigantes em nosso Sol com a seguinte explicação técnica. Dr. Gurman escreveu:

“O que você está vendo é a diferença entre as imagens de “beacon mode” (quase em tempo real, fortemente compactadas, binadas [acredito que 512 x 512 ou menor]) e imagens de telemetria de reprodução normal (2048 x 2048 modo nativo, menos pesada, mas ainda frouxamente comprimido). “Em 18 de janeiro, às 21:47 UT, o ‘registrador central de dados’ da DSN, que armazena todos os dados de reprodução de todas as missões que a DSN suporta, falhou. Um CDR de backup assumiu, mas aparentemente começou a trabalhar nos dados a partir de 10 de janeiro, em vez de apenas quatro horas anteriores, conforme projetado. (A última vez que ouvi, os engenheiros do DSN não entendem o porquê, mas certamente parece um problema de software.)”

“Por algum motivo, o DSN não consegue redefinir um ponteiro e dizer, por favor, inicie o processamento a partir desta hora em vez daquela hora. Portanto, nós e todas as outras missões apoiadas pelo DSN, estamos aguardando nossos dados de reprodução de 18 de janeiro e todos os dias seguintes. Assim que conseguirmos, e as equipes de instrumentos reformatarem a telemetria em formatos cientificamente úteis (que permitem, por exemplo, transformar dados SECCHI EUVI em imagens), postaremos as imagens e outros dados de navegação STEREO nos locais normais”.

E” não, não sei por que a DSN projetou um sistema CDR tão inflexível. Suspeito que eles possam modificá-lo após essa experiência.” – Dr. Joseph B. Gurman

O destinatário da carta do Dr. Gurman não achou a explicação da NASA confiável.

O Físico Nassim Haramein diz que os OVNIs gigantescos acessam nosso [QUALQUER] Sistema Solar através do Portal Estelar do Sol

OVNIs gigantes do tamanho da Terra apareceram antes ao redor do Sol e foram monitorados e registrados pela espaçonave Stereo da NASA. A atual “onda de OVNIs solares gigantes” que começou em 18 de janeiro de 2010 é o mais recente de um fenômeno recorrente.

O físico Nassim Haramein pode ter explicado com sucesso os OVNIs solares gigantes em termos de física quântica e teoria da singularidade. No vídeo a seguir, extrato de uma de suas palestras, usando o exemplo de uma onda gigante de OVNI solar gravada pela espaçonave estéreo da NASA.

De acordo com o Sr. Haramein, todo Sol/Estrela contém uma singularidade de buraco negro . Civilizações avançadas extraterrestres ou interdimensionais que desejam acessar nosso sistema solar com naves espaciais grandes (do tamanho da Terra) podem fazê-lo através do portal estelar do nosso Sol.

Veja também: OVNIs Carregados do Sol — Civilização Alienígena Tipo II em Nossa Vizinhança .

Quais São as Implicações para a Divulgação ET de OVNIs Solares Gigantes?

A onda de OVNIs solares gigantes de 18 de janeiro de 2010 tem profundas implicações para a divulgação extraterrestre de 2010 , assumindo que os dados espaciais originais das sondas Stereo da NASA são de imagens verdadeiras.

  1. A NASA não pode ser confiável para realizar a divulgação extraterrestre. A explicação técnica da falha do equipamento oferecida pelo Dr. Joe Gurman, cientista do Projeto Estéreo da NASA é implausível. Sem alegar uma justa causa, a NASA removeu imagens que mostravam OVNIs solares gigantes de seu site
  2. A ciência humana progressiva agora pode explicar OVNIs solares gigantes. A teoria da singularidade de Nassim Haramein oferece uma explicação plausível e baseada na ciência de OVNIs solares gigantes, que usam o portal estelar do nosso Sol para acessar nosso sistema solar a partir da realidade interdimensional.
  3. A onda de OVNI solar de 18 de janeiro de 2010 constitui uma divulgação de sua presença pelos extraterrestres. Ao entrar em nosso sistema solar através do portal estelar do Sol e ser monitorado e registrado pelas espaçonaves Stéreo da NASA, civilizações extraterrestres (interdimensionais) revelaram de fato sua presença EM NOSSO SISTEMA em naves espaciais tão grandes quanto a Terra.
  4. Naves solares OVNIs do tamanho da Terra acessando o sistema solar através do portal estelar de um Sol que a Terra submeteu ao Tratado do Espaço Exterior de 1967 (Artigo II), que prevê que, “O espaço exterior, incluindo a lua e outros corpos celestes, não está sujeito à apropriação nacional por reivindicação de soberania, por uso ou ocupação, ou por qualquer outro meio.”
  5. As naves espaciais OVNIs solares do tamanho da Terra que acessam o sistema solar através do portal estelar do Sol parecem ter a capacidade de prestar assistência de emergência (ou dominação sociopolítica de) nossa população humana, se necessário. Tal intervenção violaria uma lei universal de não intervenção.

Vídeo do Dr. Michio Kaku sobre Tipos de Civilização Extraterrestres Avançadas:


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.