O Livro (Etíope) de Enoch, Anjos Caídos, Anunnaki, Nephilim e os Vigilantes (20) 

Introdução: Este livro teve como base a tradução acadêmica de Michael A. Knibb do Manuscritos etíopes, (The Ethiopic Book of Enoch, Oxford University Press), que acredito ser a melhor tradução disponível atualmente. Eu ouvi pela primeira vez sobre o Livro de Enoch alguns anos atrás, quando eu estava pesquisando sobre as profecias do “Fim dos Dias”. Quando eu finalmente consegui ter uma cópia em minhas mãos, descobri que era um livro extraordinário e incomum. A primeira vez que o li fiquei cético e um tanto perplexo; eu me perguntei quem teria escrito um livro tão estranho como este.

O Livro (Etíope) de Enoch, Anjos Caídos, Nephilim e os Vigilantes

Fonte: The Ethiopic Book of Enoch – Oxford University Press

20) MENSAGEM DE ORIENTAÇÃO DE ENOCH

94.1 E agora vos digo, meus filhos, amai a retidão e andem nela; pois os caminhos da retidão são merecedores de aceitação, mas os caminhos da iniquidade serão rapidamente destruídos e desaparecerão.

94.2 E para alguns homens, de uma geração futura, os caminhos da iniquidade e da morte serão revelados, e se manterão afastados deles e não os seguirão.

94.3 E agora eu vos digo, os justos: não andeis nos caminhos da perversidade, nem nos caminhos da iniquidade, ou nos caminhos de morte, e não vos achegueis a eles ou podeis ser destruídos.

94.4 Mas buscai, e escolhei para vós, retidão, e uma vida que seja agradável e caminhai nos caminhos da paz para que possais viver e prosperar.

94.5 E firmai minhas palavras nos pensamentos de vossos corações, e não permiti que elas sejam apagadas de vossos corações, pois eu sei que pecadores tentarão os homens a degradar a sabedoria, e não se achará lugar para ela, e a tentação não diminuirá de maneira alguma.

94.6 Ai daqueles que constróem a iniquidade e encontram falsidade, pois serão rapidamente derrubados, e não terão paz.

94.7 Ai daqueles que constróem suas casas com pecado, pois de todas as suas fundações serão derrubados, e pela espada cairão, e aqueles que obtém ouro e prata serão rapidamente destruídos no julgamento.

94.8 Ai de vós, ricos, pois confiastes em vossas riquezas, mas de vossas riquezas vos separareis, pois não vos lembrastes do Altíssimo nos dias de vossas riquezas.

94.9 Cometestes blasfêmias, e iniquidades, e estais prontos para o dia do derramamento de sangue, e para o dia da escuridão, e para o dia do Grande Julgamento.

94.10 Assim eu falo, e faço-vos saber, que Aquele que vos criou vos derrubará, e por vossa queda não haverá misericórdia, e vosso Criador se rejubilará com vossa destruição.

94.11 E vossa justiça naqueles dias serão um opróbrio para os pecadores e os ímpios.

95.1 Ah se meus olhos fossem uma nuvem de chuva, para que pudesse chorar por vós, e derramar minhas lágrimas como chuva, para que assim pudesse descansar a tristeza de meu coração!

95.2 Quem vos permitiu praticar ódio e perversidade? Possa o julgamento vir sobre vós, os pecadores!
95.3 Não temais os pecadores, vós justos, pois o Senhor novamente os entregará em vossas mãos, para que possais executar julgamento sobre eles de acordo com vossos desejos.

95.4 Ai de vós que pronunciais anátemas que não podeis remover. A cura estará longe de vós por causa de vossos pecados.

95.5 Ai de vós que recompensais a vosso vizinho com o mal pois sereis recompensados de acordo com vossas obras.

96.6 Ai de vós, vós testemunhas mentirosas, e aqueles que pesam a iniquidade, pois sereis rapidamente destruídos.

95.7 Ai de vós, pecadores, pois vós perseguis os justos, pois sereis entregues e perseguidos, vós homens de iniquidade, e pesado será seu jugo sobre vós.

96.1 Tende esperança, vós justos, pois os pecadores serão rapidamente destruídos diante de vós, e tereis domínio sobre eles, de acordo com vossos desejos.

96.2 E no dia da tribulação dos pecadores, vossos jovens se elevarão, como águias, e vosso ninho será mais alto que o dos abutres. E vós subireis e como coelhos entrareis nas fendas da terra, e nas fendas das rochas, para sempre, diante dos iníquos, mas eles suspirarão e chorarão por causa de vós, como sátiros.

96.3 E não temais vós que sofrestes pois recebereis a cura, e uma luz brilhante resplandecerá sobre vós , e a Voz do descanso ouvireis dos Céus.

]96.4 Ai de vós, pecadores, pois vossas riquezas vos fazem parecer justos, mas vossos corações vos provam ser pecadores. E esta palavra será um testemunho contra vós como um memorial de vossas más ações.

96.5 Ai de vós que devoram o melhor do trigo, e bebem o melhor da água, e pisam sobre os humildes com vosso poder.

96.6 Ai de vós que bebeis água o tempo todo, pois rapidamente sereis recompensados, e ficareis cansados e secos pois vós abandonastes a fonte da vida.

96.7 Ai de vós que cometeis iniquidade, e falsidade, e blasfêmia, será um memorial contra vós por mal.

96.8 Ai de vós, poderosos, que com poder oprimis os justos; pois o dia de vossa destruição está próximo. Naqueles dias numerosos dias bons virão para os justos no dia de vosso julgamento.

97.1 Crede, vós justos, que os pecadores se tornarão um objeto de vergonha e serão destruídos no Dia do Julgamento.

97.2 Sabei, pecadores, que o Altíssimo lembra da vossa destruição e os Anjos se rejubilam em vossa destruição.

97.3 O que fareis, vós pecadores, e para onde fugireis no dia de julgamento quando escutardes o som da oração dos justos?

97.4 Mas não sereis como eles contra quem esta palavra será um testemunho: “Fostes companheiros de pecadores.”

97.5 E naqueles dias, a oração dos Santos chegará diante do Senhor, e para vós os dias de vosso julgamento se aproximam.

97.6 E todas as palavras de vossa iniquidade serão lidas diante do Poderoso e Santo, e vossas faces se cobrirão de vergonha, e toda a obra baseada na iniquidade será rejeitada.

97.7 Ai de vós, pecadores, que vivem no meio do oceano ou no chão seco, sua lembrança (das obras) será prejudicial para vós.

97.8 Ai de vós que obtém prata e ouro, mas não com retidão, e dizem: “Nos tornamos ricos e temos posses, e obtivemos tudo o que desejávamos.

97.9 E agora façamos o que planejamos, pois ajuntamos prata e enchemos nossos depósitos, e tantos como água são nossos servos de nossas casas.”

97.10 E como água vossa vida se escoará, pois vossas riquezas não permanecerão convosco, mas rapidamente se retirarão de vós, pois vós as adquiristes todas em iniquidade e sereis entregues a uma grande maldição.

98.1 E agora vos juro, aos sábios, e aos tolos, que vereis muitas coisas sobre a Terra.

98.2 Pois vós homens colocareis mais adornos que uma mulher, e trajes mais coloridos que uma moça, vestida em realeza, e em majestade, e em poder, e prata, e ouro, e púrpura, e em honrarias – e alimentos serão vertidos como água.

98.3 Por essa razão não terão nem conhecimento nem sabedoria. E por meio disto, serão destruídos, junto com suas posses, e com toda sua glória e sua honra. E em vergonha, e em matança, e em grande desamparo, seus espíritos serão lançados na fornalha de fogo.

98.4 Eu vos juro, pecadores, que uma montanha não se torna, nem se tornará, um servo, nem um monte uma criada de uma mulher, assim o pecado não foi mandado para a Terra, mas o homem, se si mesmo, o criou. E todos aqueles que o cometem estarão sujeitos a uma grande maldição.

98.5 E a esterilidade não foi dada à mulher, mas por causa das obras de sua mão ela morre sem filhos.

98.6 Eu vos juro, pecadores, pelo Santo e Poderoso, que todas as vossas más ações são reveladas nos Céus e que vossas injustiças não estão encobertas ou ocultas.

98.7 E não penseis em vosso espírito nem digais em vosso coração, que não sabeis, ou que não vedes, porque todo pecado é diariamente anotado nos Céus na presença do Altíssimo.

98.8 De agora em diante, sabeis que toda a vossa injustiça que fazeis será anotada todos os dias, até o dia de vosso julgamento.

98.9 Ai de vós, tolos, pois através de vossa tolice sereis destruídos. E não escutais aos sábios e o bem não virá sobre vós.

98.10 E agora sabei que estais preparados para o dia da destruição. E não espereis viver, pecadores, mas partireis e morrereis, pois não conheceis redenção. Estais preparados para o Dia do Grande Julgamento e para o dia da tribulação e grande vergonha para vossos espíritos.

98.11 Ai de vós, obstinados de coração que fazem o mal e bebem sangue, de onde conseguis boas coisas para comer e beber e ficar satisfeitos? De todas as boas coisas que o Senhor o Altíssimo colocou em abundância na terra. Por essa razão não tereis paz.

98.12 Ai de vós que amais os feitos da iniquidade. Por que esperais por boa sorte para vós mesmos? Sabei que sereis entregues nas mãos dos justos, e eles cortarão vossos pescoços e vos matarão, e não terão piedade de vós.

98.13 Ai de vós que vos rejubilais na tribulação dos justos pois covas não serão cavadas para vós.

98.14 Ai de vós que desprezais as palavras dos justos, pois não tereis esperança de vida.

98.15 Ai de vós que escreveis palavras mentirosas, e as palavras dos ímpios, pois eles escrevem suas mentiras para que os homens possam escutá-las e continuar sua loucura. E não terão paz mas morrerão uma morte súbita.

99.1 Ai de vós que fazem obras ímpias e louvam e honram mentiras; sereis destruídos e não tereis vida feliz.

99.2 Ai daqueles que alteram as palavras de verdade, e distorcem a lei eterna e contam a si mesmos como sendo sem pecado; serão calcados sob os pés sobre a terra.

99.3 Naqueles dias estejais prontos, vós justos, para elevar vossas preces como um memorial e colocá-las como um testemunho diante dos Anjos, para que possam colocar o pecado dos pecadores como um memorial diante do Altíssimo.

99.4 Naqueles dias as nações serão lançadas em confusão e as raças das nações se levantarão no Dia da Destruição.

99.5 E naqueles dias, os desamparados sairão, pegarão seus filhos, e os lançarão fora. E sua descendência escapará deles, e lançarão fora seus filhos enquanto ainda são de peito, e não voltarão a eles, e não terão piedade de seus queridos.

99.6 E novamente vos juro, pecadores, que o pecado está preparado para o Dia do Derramamento de Sangue Sem Fim.

99.7 E eles adoram pedras, e alguns esculpem imagens de ouro e prata, e de madeira e de argila. E alguns, sem conhecimento, adoram espíritos impuros e demônios, e todo o tipo de erro. Mas não obterão nenhuma de ajuda deles.

99.8 E afundarão em impiedade por causa da loucura de seus corações, e seus olhos se cegarão pelo medo de seus corações, e através da visão de suas ambições.

99.9 Por meio destes se tornarão ímpios e medrosos, pois fazem suas obras com mentiras, e adoram pedras, e serão destruídos ao mesmo tempo.

99.10 E naqueles dias, benditos são aqueles que aceitam as palavras da sabedoria, e as entendem, e seguem os caminhos do Altíssimo, e andam nos caminhos da retidão, e não agem com os impiedade com os ímpios, pois serão salvos.

99.11 Ai de vós que difundis o mal a seus vizinhos; pois sereis mortos no Sheol.

99.12 Ai de vós que lançais fundamentos de pecado e falsidade, e que provocam amargura sobre a Terra, pois por isso serão totalmente consumidos.

99.13 Ai de vós que construis vossas casas através do trabalho pesado de outros, e seus materiais de construção são os paus e pedras do pecado; eu vos digo: “Não tereis paz.”

99.14 Ai daqueles que rejeitam a medida, e a herança eterna de seus pais, e fazem suas almas seguir o erro, pois não terão descanso.

99.15 Ai daqueles que cometem iniquidade, e ajudam incorretamente, e matam seus vizinhos, até o Dia do Grande Julgamento, pois Ele derrubará vossa glória.

99.16 E colocais o mal em vossos corações, e despertam o espírito de Sua ira, para que Ele possa vos destruir a todos com a espada. E todos os justos e Santos lembrar-se-ão de vossos pecados.

100.1 E naqueles dias, em um só lugar, pais e filhos lutarão uns com os outros, e irmãos cairão juntos, mortos, até que seu sangue flua como se fosse uma torrente.

100.2 Pois um homem não retrairá, por misericórdia, sua mão de seus filhos e os filhos de seus filhos, para matá-los. E o pecador não retrairá sua mão de seu honrado irmão; do nascer até o pôr do Sol, matarão uns aos outros.

100.3 E o cavalo andará (submerso) até seu peito no sangue de pecadores e a carruagem submergirá até sua altura total.

100.4 Naqueles dias os Anjos descerão aos lugares secretos, e ajuntarão em um só lugar todos aqueles que ajudaram o pecado, e o Altíssimo se levantará naquele dia para executar o Grande Julgamento sobre todos os pecadores.

100.5 E Ele colocará guardiões, dos Santos Anjos, sobre todos os justos e Santos, e os guardarão como à menina dos olhos, até que um fim seja dado a todo o mal e todo o pecado. E embora os justos durmam um longo sono, nada têm a temer.

100.6 E os sábios verão a verdade, e os filhos da Terra entenderão todas as palavras deste livro, e saberão que suas riquezas não serão capazes de salválos ou apagar seus pecados.

100.7 Ai de vós, pecadores, quando afligires o justo no dia da forte angústia, e queimá-los com fogo, sereis recompensados de acordo com vossas obras. 100.8 Ai de vós, perversos de coração, que observam para maquinar o mal; o medo virá sobre vós e não há ninguém que vos ajudará.

100.9 Ai de vós, pecadores, por causa do cômputo das palavras de vossa boca, e o cômputo das obras de vossas mãos que impiamente fizeste; sereis queimados em chamas ardentes de fogo.

100.10 E agora sabei que os Anjos perguntarão nos Céus sobre vossas obras, do Sol e da Lua e das Estrelas, sobre vossos pecados, pois sobre a terra executais julgamento sobre os justos.

100.11 E todas as nuvens e névoa e orvalho e chuva testificarão contra vós, pois elas serão retidas de vós para que não caiam sobre vós, e pensarão sobre seus pecados.

100.12 E agora dê presentes à chuva, para que não seja retida de cair sobre vós, e assim também o orvalho, se recebeu ouro e prata de vós, possa cair.

100.13 Quando a geada e neve, com sua friagem, e todas as tempestades de neve com todas tormentos caírem sobre vós, naqueles dias, não sereis capazes de se manter diante delas.

101.1 Contemplai os Céus, todos vós filhos dos Céus, e todos os trabalhos do Altíssimo, e temei a Ele, e não façais o mal em Sua presença.

101.2 Se Ele fecha as Janelas dos Céus, e retém a chuva e o orvalho, para que ele não caia na terra por vossa causa, o que fareis?

101.3 E se Ele manda Sua ira sobre vós, e sobre todas as vossas obras, não suplicareis a Ele? Pois falais orgulhosa e duramente contra Sua retidão. E não tereis paz.

101.4 E não vedes os capitães dos barcos; como seus barcos são lançados para trás e para a frente pelas ondas e sacudidos pelos ventos e estão em perigo?

101.5 E por essa razão têm medo, por todos os seus bens que vão para o mar com eles, e não pensam nada bom em seus corações, apenas que o mar os engolirá, e que lá perecerão.

101.6 Não é todo o mar, e suas águas, e todos seus movimentos, obras do Altíssimo, e Ele não impôs limites às suas obras e o confinou com areia?

101.7 E à Sua repreensão seca e tem medo, e todos seus peixes morrem, e tudo que há nele; mas vós pecadores que estão sobre a Terra não O temem.

101.8 Não fez Ele os Céus, a Terra, e tudo o que há neles? E quem deu entendimento, e sabedoria, para todas as coisas que se movem na terra e no mar?

101.9 Não temem os capitães dos barcos ao mar? Ainda assim, os pecadores não temem o Altíssimo.
102.1 E naqueles dias, se Ele trouxer um fogo abrasador sobre vós, para onde fugireis, e onde estareis salvos? E quando Ele levantar contra vós Sua voz não ficareis apavorados e amedrontados?

102.2 E todas as luminárias tremerão com grande medo, e toda a Terra se aterrorizará, estremecerá e tremerá.

102.3 E todos os Anjos executarão seus comandos, e procurarão esconder-se daqu’Ele que é Gloriosíssimo, e os filhos da Terra tremerão e estremecerão; e vós pecadores serão amaldiçoados para sempre e não tereis paz.

102.4 Não temais, almas dos justos, e sede esperançosos, vós que morrestes em retidão.

102.5 E não vos entristeçais se vossas almas desceram ao Sheol em tristeza e que durante vossas vidas vossos corpos não tiveram uma recompensa de acordo com vossa bondade.

102.6 Mas quando morrerdes os pecadores dirão de vós: “Do mesmo modo que morremos, também morrem os justos, e que utilidade para eles tiveram suas obras?”

102.7 “Veja, como nós também eles morrem em tristeza e escuridão, e o que vantagem têm eles sobre nós? De agora em diante somos iguais.”

102.8 “E o que receberão e verão para sempre? Pois veja, eles também morreram, e de agora em diante não verão novamente luz.”

102.9 E eu vos digo, pecadores: “Estais satisfeitos comendo e bebendo, e desnudando homens, e roubando, e pecando, e obtendo bens, e vendo bons dias.

102.10 Mas vistes os justos, como seu fim foi em paz, que nenhum erro foi achado neles até o dia de sua morte.”

102.11 “Entretanto pereceram e se tornaram como se não tivessem existido, e suas almas desceram ao Sheol em tribulação.”

103.1 E agora, eu vos juro, justos, por Sua Grande Glória e Sua Honra, e por Sua Magnífica Soberania, e por Sua Majestade: – eu vos juro que entendi este mistério.

103.2 E li as Tabuinhas Celestes e vi os escritos dos Santos. E encontrei escritos e inscritos ali, a respeito deles, que toda a bondade, e alegria, e honra, foram preparadas, e escritas, para os espíritos daqueles que morreram em retidão.

103.3 E muitos benefícios serão dados a vós como recompensa por vosso trabalho pesado, e que vosso quinhão será mais excelente que o quinhão dos vivos.

103.4 E os espíritos dos que morreram em retidão viverão, e seus espíritos se rejubilarão e serão alegres, e a memória deles permanecerá diante do Magnífico por todas as gerações da eternidade. Portanto não temais suas injúrias.

103.5 Ai de vós, pecadores, quando morrerdes em vosso pecado, e aqueles que são como vós disserem sobre vós: “Benditos foram os pecadores que viram em seus dias.

103.6 E agora morreram em prosperidade e saúde, angústia e matança não viram durante suas vidas, mas morreram em glória, e o julgamento não foi executado sobre eles durante suas vidas.”

103.7 Sabei que suas almas descerão ao Sheol, serão desprezadas, e sua aflição será grande.

103.8 E em escuridão, e em correntes, e em chamas flamejantes, vossos espíritos virão ao Grande Julgamento. E o Grande Julgamento durará por todas as gerações, para sempre. Ai de vós, pois não tereis paz.

103.9 Não digais, justos e bons que estais vivos: “Nos dias de nossa aflição trabalhávamos pesado laboriosamente, e vimos cada atribulação, e encontramos muitos males. Estávamos cansados e nos tornamos poucos e nosso espírito fraco.

103.10 Fomos destruídos e não havia ninguém que nos ajudasse com palavras ou com ações. Estávamos sem forças e nada encontramos. Fomos torturados e destruídos e não esperávamos estar vivos de um dia para o outro.

103.11 Esperávamos ser a cabeça e não a cauda. Trabalhamos duro e labutávamos, mas não éramos donos dos frutos de nosso trabalho duro; nos tornamos alimento para os pecadores, e os ímpios fizeram seu jugo pesado sobre nós.

103.12 Aqueles que nos odiavam, aqueles que nos aguilhoavam, eram nossos senhores. E àqueles que nos odiavam inclinávamos nossas cabeças mas eles não tinham misericórdia de nós.

103.13 Procurávamos escapar deles para que pudéssemos fugir e descansar. Mas não achamos nenhum lugar para o qual pudéssemos fugir e estivéssemos seguros deles.

103.14 Reclamamos deles aos dirigentes, em nossa aflição, e clamamos contra aqueles que nos devoravam, mas não fizeram caso de nossos clamores, e não quiseram escutar a nossa voz.
103.15 E eles ajudaram aqueles que nos saqueavam e nos devoravam, e aqueles que diminuíam nosso número, e escondiam seus delitos, e não removeram de nós o jugo daqueles que nos devoravam, e nos dispersavam, e nos matavam. E ocultaram nossa matança e não se lembraram que tinham erguido suas mãos contra nós.”

104.1 Eu vos juro, justos, que nos Céus os Anjos se lembram de vós para bem diante da Glória do Magnífico, e que vossos nomes estão escritos diante da Glória do Magnífico.

104.2 Sede esperançosos! Pois fostes outrora envergonhados através de males e aflições, mas agora brilhareis como as Luminárias dos Céus, e sereis vistos, e o Portal dos Céus será aberto para vós.

104.3 E perseverai em vosso clamor por julgamento e ele surgirá para vós, pois justiça será exigida dos dirigentes para todas as vossas aflições, e de todos aqueles que ajudaram aqueles que vos saquearam.

104.4 Sede esperançosos, e não abandoneis vossa esperança, pois tereis grande alegria como os Anjos dos Céus.

104.5 O que tereis de fazer? Não tereis de esconder-vos no dia do Grande Julgamento, nem sereis contados como pecadores. O Eterno Julgamento será sobre vós por todas as gerações da eternidade.

104.6 E agora não tenhais medo, justos, quando virdes os pecadores se tornando fortes e prosperando em seus desejos, e não vos associeis com eles, mas mantende-vos bem longe de suas iniquidades, pois fareis parte das Hostes dos Céus.

104.7 Pois vós pecadores dizeis: “Nenhum de nossos pecados será investigado e escrito!” Mas escreverão vossos pecados todos os dias.

104.8 E agora vos mostro que luz e escuridão, dia e noite, vêem todos vossos pecados.

104.9 Não sejais ímpios em vossos corações, e não mintais, e não altereis as palavras da verdade, nem digais que as palavras do Santo e Magnífico são mentiras, e não louveis aos vossos ídolos. Pois todas vossas mentiras, e toda vossa impiedade, levam não à retidão mas a grande pecado.

104.10 E agora sei este mistério, que muitos pecadores alterarão e distorcerão as palavras da verdade, e falarão palavras más, e mentirão, e forjarão grandes mentiras, e escreverão livros em suas próprias palavras.

104.11 Mas quando escreverem minhas palavras exatamente em seus idiomas, e não alterarem ou omitirem coisa alguma de minhas palavras, mas escreverem tudo com exatidão, tudo sobre o que testifiquei anteriormente, então eu sei outro mistério:

104.12 Que livros serão dados aos justos e sábios e serão uma fonte de alegria e verdade e muita sabedoria.

104.13 E livros serão dados a eles, e crerão neles e se rejubilarão neles; e todos os justos que aprenderam deles todos os caminhos da verdade se alegrarão.

105.1 E naqueles dias, diz o Senhor, chamarão e testificarão aos filhos da Terra sobre a sabedoria contida neles. Mostrai-os a eles pois sois seus líderes e as recompensas estarão sobre toda a Terra.

105.2 Pois Meu Filho e Eu nos uniremos a eles, para sempre, nos caminhos da retidão, durante suas vidas.

E tereis paz. Rejubilai-vos – filhos da retidão! – Amém


Notas: (20) MENSAGEM DE ORIENTAÇÃO DE ENOCH (páginas 154-168)

Esta é a orientação espiritual de Enoch baseada nos ensinamentos das Sentinelas. A mensagem é direcionada para sua família, e para futuras gerações, e diz respeito à importância de evitar o pecado durante suas vidas.

A mensagem também se direciona para o fortalecimento dos espíritos das pessoas que sofrem dificuldades, e Enoch enfatiza que Deus se ocupará com cada um com justiça, no tempo apropriado.

Perto do fim desta seção (104.11) Enoch encoraja as pessoas tais como eu e voce, que virão após e copiarão este livro em outros idiomas, a fazê-lo com cuidado e exatidão – o que fizemos da melhor maneira possível.


21) PALAVRAS FINAIS DE ENOQUE

108.1 Outro livro que Enoque escreveu para seu filho Matusalém e para aqueles que devem vir após ele e manter a lei nos últimos dias.

108.2 Vós que haveis observado, e estão esperando nestes dias, até que um fim seja determinado para aqueles que fazem o mal, e um fim seja determinado para o poder dos transgressores.

108.3 Esperai realmente até que o pecado vá embora, pois seus nomes serão apagados dos Livros dos Santos, e sua descendência será destruída para sempre. E seus espíritos serão mortos, e clamarão e lamentarão em um lugar caótico e deserto, e queimarão em fogo, pois ali não existe Terra.

108.4 E ali eu vi algo como uma nuvem, que não podia ser compreendida, pois por causa de sua profundidade eu não era capaz de ver dentro dela. E as chamas de um fogo eu vi, queimando brilhantemente, e coisas como montanhas brilhantes se revolviam e sacudiam de um lado para o outro.

108.5 E perguntei a um dos Santos Anjos, que estava comigo, e disse a ele: “O que é este lugar brilhante? Pois não há céu, mas apenas as chamas de um fogo ardente, e os sons de gritos, e choro, e lamentos, e forte dor.”

108.6 E ele me disse: “Este lugar que tu vês, aqui serão lançados os espíritos dos pecadores, e dos blasfemadores, e daqueles que praticam o mal. E daqueles que alteram tudo o que o Senhor falou através das bocas dos profetas sobre as coisas que devem ser feitas.

108.7 Pois há livros, e registros, sobre eles nos Céus acima para que os Anjos possam lê-los e saber o que há de vir sobre os pecadores. E sobre os espíritos dos humildes, e daqueles que afligiram seus corpos e foram recompensados por Deus, e daqueles que foram maltratados pelos homens maus.

108.8 Aqueles que amaram a Deus e não amaram ouro, ou prata, ou quaisquer bens, mas deram seus corpos para tormento.

108.9 Aqueles que, desde o momento em que vieram à existência, não desejaram alimento terrestre, mas consideraram a si mesmos como um sopro que passa, e permaneceram nisto. E o Senhor testou-os muito, e seus espíritos foram achados puros, para que possam bendizer Seu Nome.”

108.10 E todas suas bênçãos eu recontei nos livros, e Ele determinou a eles suas recompensas, pois foram achados amando mais aos Céus que a suas vidas no mundo. E embora fossem pisoteados pelos homens maus, e tivessem de escutar injúrias e repreensões deles, e fossem maltratados, ainda assim bendiziam ao seu Senhor.

108.11 E o Senhor disse: “E agora chamarei os espíritos dos bons, que são da Geração da Luz, e transformarei aqueles que nasceram na escuridão, que na carne não foram recompensados com honra conforme sua fé.

108.12 E trarei para a luz brilhante aqueles que amaram meu Santo Nome e colocarei cada um no trono de sua honra.”

108.13 E brilharão por épocas sem fim, pois justo é o Julgamento de Deus, pois com os que têm fé Ele será fiel na habitação dos retos caminhos.

108.14 E verão aqueles que nasceram na escuridão lançados na escuridão enquanto os justos brilham.

108.15 E os pecadores clamarão quando os virem brilhar mas eles mesmos irão aonde dias e tempos foram escritos para eles.

FIM


“A sabedoria (Sophia) clama lá fora; pelas ruas levanta a sua voz. Nas esquinas movimentadas ela brada; nas entradas das portas e nas cidades profere as suas palavras:  “Até quando vocês, inexperientes, irão contentar-se com a sua inexperiência? Vocês, zombadores, até quando terão prazer na zombaria? E vocês, tolos [ignorantes], até quando desprezarão o conhecimento?  Atentai para a minha repreensão; pois eis que vos derramarei abundantemente do meu espírito e vos farei saber as minhas palavras [o conhecimento]”. – Provérbios 1:20-23


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.326 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth