browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Os EUA tem Flertado com Desastre Esquerdista – É Hora De Parar de se Corromper

Posted by on 14/07/2022

A esquerda política dos ‘democratas” como um movimento provou ser composta por algumas das piores pessoas imagináveis ​​– O tipo de pessoa que tem sede de destruição e poder e se alegra com a opressão dos outros. Eles podem pensar que estão se divertindo com uma forma de anarquia, mas na verdade são o oposto: eles são criadores de caos, mas apenas como um meio de obter controle total sobre todo o pais e sua população.

Os EUA tem Flertado com Desastre Esquerdista – É Hora De Parar de se Corromper

Fonte: Alt Market – Por Brandon Smith

No entanto, enquanto os esquerdistas fazem minha pele arrepiar com seu cheiro pungente do mal, há um grupo de pessoas que é ainda mais irritante, e esses são as ‘Babás’ dos zumbis e os falsos moderados.

Embora essas pessoas nunca admitam isso, há momentos em que surgem conflitos sociais [provocados] e um lado está completamente certo enquanto o outro está completamente errado. Os falsos moderados fingem que há méritos do lado errado, mesmo quando não há nenhum, porque querem parecer “sábios”. A verdade é que eles não têm coragem de se posicionar de um jeito ou de outro, e assim eles agem como se nenhum dos lados estivesse correto, ou que ambos os lados estivessem parcialmente certos.

Ou seja, o lado da destruição recebe licença para continuar sua pilhagem porque, ei, não queremos parecer discriminatórios ou tendenciosos, certo?

É assim que sociedades e culturas são lenta mas inevitavelmente destruídas, apagadas e os princípios que tanto prezam são reduzidos a nada. É feito principalmente através da apatia e uma tolerância bovina à corrupção e a permissividade. O compromisso é a marca da “democracia” e é também a raiz da tirania. 

Se as pessoas não transigissem em seus princípios e liberdades, a tirania não poderia existir. É por isso que os Pais Fundadores dos EUA se opuseram à democracia pura e formaram nossa nação como uma República Constitucional com freios e contrapesos. A democracia por si só muitas vezes exige a aceitação de comportamentos venenosos e opressivos que, de outra forma, poderíamos impedir, tudo em nome de apaziguar a “maioria”.

A discriminação, às vezes, pode ser uma coisa boa. É um imperativo biológico que contribui para o tribalismo e permitiu que a humanidade sobrevivesse como espécie por milênios. Sem a capacidade de discriminar, todos os comportamentos, por mais radioativos e destrutivos que sejam, proliferariam, e é isso que estamos enfrentando hoje nas sociedades ocidentais.

Quando as tribos se deparavam com seus membros narcisistas, psicopatas ou membros totalmente esquizofrênicos e delirantes, essas pessoas eram frequentemente expulsas ou ignoradas e por boas razões. Quando os insanos e os sociopatas podem se integrar a uma cultura, eles também podem injetar um certo nível de insanidade moral nessa cultura. A insanidade geralmente é uma condição inata, mas hábitos insanos também podem ser aprendidos, e se as pessoas pensarem que há benefícios e ganhos associados a agir como insanas, algumas delas o farão e o problema aumentará.

A esquerda política argumenta que todas as tendências discriminatórias são uma forma de intolerância. No entanto, eles são algumas das pessoas mais intolerantes do planeta quando se trata de ideais e crenças opostos aos seus. Podemos ver essa atitude em suas próprias políticas e nas pessoas que eles procuram censurar. Eles prontamente aceitam o apagamento total de todas as ideias que contradizem suas crenças e fazem isso porque sabem, com tempo suficiente, que esse tipo de censura funciona.

Eles estão tentando reverter o velho modelo tribal – Hoje em dia, qualquer pessoa SÃ [visto e taxado como ortodoxo e/ou conservador] deve ser convertida ou expulsa da sociedade. Os exemplos são numerosos:

  • Qualquer um que aponte a falta de ciência por trás da ideologia transexual e transgênero e da teoria da “fluidez de gênero” é imediatamente um “intolerante” e deve ser expulso e cancelado; 
  • Qualquer um que questione o ambientalismo extremo e os controles de carbono é um “negador do clima” e deve ser expulso;
  • Qualquer um que questione “especialistas médicos” pagos pelo governo e seus mandatos draconianos por uma pseudo pandemia é “anticiência” e deve ser expulso;
  • Qualquer um que afirme que a Teoria Crítica da Raça é altamente imprecisa e enganosa é um “racista” e precisa ser expulso;
  • Qualquer um que pense que os professores não deveriam ter permissão para sexualizar crianças nas escolas e explorar essas crianças para sua própria gratificação psicológica é um “homofóbico” que deve ser expulso. Continua e continua, ad nauseam. . .

Já vi até esquerdistas na mídia pre$$titute$ defenderem atos hediondos como a pedofilia porque se opor profundamente a qualquer traço de caráter de qualquer ser humano é cometer o maior pecado da religião esquerdista – Quem é você para questionar a “verdade” interna de um indivíduo e estabelecer limites para o seu comportamento? Você se tornou intolerante e, portanto, é um herege.

Não se engane, essa filosofia de “equidade” pode parecer loucura aleatória, mas serve a uma agenda muito específica. Se todos os comportamentos devem ser tolerados, então qualquer mal pode se tornar aceitável. A única ação maligna que você pode cometer é a intolerância ao mal. Veja como isso funciona?

Psicopatas e aqueles que não têm empatia podem agora dominar nossa cultura porque não podem ser confrontados sem grande risco social. Em um mundo onde todo mundo é uma boa pessoa no coração a ideia de “equidade” pode funcionar (provavelmente não), mas em um mundo onde existe o mal inerente e tais pessoas não têm escrúpulos em machucar quem eles querem para conseguir o que querem, uma cultura construída sobre esse tipo de equidade está fadada à autodestruição. Tudo o que eles têm a fazer é afirmar que são parte de uma “classe oprimida”, um grupo de “vítimas” e, portanto, você não tem permissão para questionar as suas ações sem ofendê-los.

Se alguns homens [??] querem se tornar mulheres e invadir os esportes femininos, vestiários femininos, os banheiros femininos, presídios femininos e a saúde da mulher [que de acordo com o ‘wokism’ são serem com útero], temos que deixá-los, porque se não o fizermos estaremos negando sua “existência” como eles se vêem. em suas próprias cabeças. 

Se um pedófilo quer cometer pedofilia com uma criança, temos que deixá-lo, porque se não o permitirmos, somos culpados de discriminar uma minoria psicológica. Se uma mãe quer matar seu bebê por conveniência, temos que deixá-la, porque quem somos nós para dizer a ela que ela tem que enfrentar as consequências de suas ações sexuais irresponsáveis? Os esquerdistas não acreditam em limites morais, apenas em limites políticos. Os únicos comportamentos que podem ser restringidos são os comportamentos que entram em conflito com a sua [falta de] ideologia.

Os últimos meses foram bastante surpreendentes em termos de decisões da Suprema Corte nos EUA e só posso esperar que isso represente um passo para longe dos flertes extremos de nossa nação com a demência da esquerda. O resultado final da filosofia “faça o que quiser” é claro como o dia – só pode levar ao colapso social e moral completo e à doutrinação das gerações futuras. E talvez, apenas talvez, alguns membros da Suprema Corte tenham percebido isso.

Decisões a favor do direito à legítima defesa sob a constituição finalmente encerraram a obsessão da esquerda política em desarmar seus oponentes. Eles veem a 2ª Emenda como o último reduto de uma cultura conservadora que atrapalha seus planos de absorver e controlar a América, transformando-a em algo irreconhecível no processo. Como em todos os regimes autoritários, os esquerdistas procuram tirar o direito de defesa de quem não acredita no que acredita. Seus sonhos foram esmagados, por enquanto.

A decisão de encerrar Roe v. Wade, tirando o aborto da esfera federal e as proteções federais para o aborto é talvez a mais surpreendente de todas. Os esquerdistas veem a tolerância cultural com o assassinato de crianças no útero como sua maior vitória. Não se trata dos corpos das mulheres ou dos direitos das mulheres; se o aborto fosse sobre “direitos humanos”, então eles teriam que honestamente levar em conta os direitos da criança no útero. 

Mas, eles não vão fazer isso, porque os direitos são irrelevantes para eles. O aborto é realmente mudar os limites do que os americanos estão dispostos a suportar moralmente. Que virtudes antigas estamos dispostos a sacrificar e quantas crianças estamos dispostos a sacrificar em nome da “tolerância e equidade?”

É um jogo, você vê. Um jogo jogado por psicopatas. E o objetivo do jogo é ver se eles conseguem fazer com que todas as pessoas ao seu redor ajam insanamente como eles. Você pode ser voltado para o lado das trevas? Esse é o objetivo deste jogo, e eles se divertem com a ideia de que, no fundo, todos os outros são tão maus quanto eles.

A recusa em transigir em tais questões pode parecer um empurrão para a “extrema direita” do espectro político, e essa é a grande mentira que todos foram levados a acreditar. Os esquerdistas moveram as traves do gol tão longe em sua direção que qualquer desvio moderado de seu jogo final é tratado como um “ataque da direita alternativa” que levará ao fascismo (mesmo que os fascistas sejam todos socialistas psicopatas como os esquerdistas). O que realmente está acontecendo, na minha opinião, é um lento retorno ao centro.

Milhões de americanos não confiam mais na esquerda e certamente não querem viver em um mundo onde não há fronteiras e limites e toda discriminação é considerada um crime de ódio. Em seu núcleo genético, na sua essência, a maioria das pessoas entende que certos comportamentos são errados em todos os níveis e não podem ser permitidos. E se a aceitação é realmente um mantra para os esquerdistas, eles também deveriam aceitar a existência de princípios que não se alinham com os seus.

A reação contra essas pessoas é muito real. Eles vêem isso como uma insurreição conservadora, mas, na verdade, é apenas o começo de um pêndulo de volta ao centro por pessoas que têm consciência. Essa oscilação tem que ser intransigente, porque se houver alguma aparência de fraqueza, os esquerdistas a usarão para nos puxar de volta ao manicômio do hospício que eles criaram e administram

Não pode haver moderação neste momento, nem ficar sentado, em folga. Acabou o tempo de fingir que há méritos no culto esquerdista. A hora de traçar uma linha na areia já começou.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to Os EUA tem Flertado com Desastre Esquerdista – É Hora De Parar de se Corromper

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.