Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Principais diplomatas sauditas e iranianos se encontram na China: ”A era da manipulação dos EUA na região ‘acabou'”

Os ministros das Relações Exteriores do Irã e da Arábia Saudita se reuniram na capital chinesa, Pequim, hoje 6 de abril, menos de um mês depois que as duas nações concordaram em restaurar as relações diplomáticas sob um acordo mediado pela China. Após serem recebidos pelo ministro das Relações Exteriores da China, Qin Gang, Hossein Amir-Abdollahian e o príncipe saudita Faisal bin Farhan presidiram uma reunião entre suas respectivas delegações. 

Principais diplomatas sauditas e iranianos se encontram na China: ”A era do envolvimento dos EUA na região ‘Acabou'”

Fonte: The Cradle

Eles também emitiram uma declaração conjunta dizendo que Teerã e Riad lançariam acordos para reabrir suas respectivas embaixadas e consulados nas próximas semanas.

“As equipes técnicas continuarão a coordenar-se para estudar as formas de ampliar a cooperação, incluindo a retomada de voos e visitas bilaterais de delegações oficiais e do setor privado e facilitar a concessão de vistos aos cidadãos dos dois países”, lê-se no comunicado.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: Pela primeira vez em 7 anos, os ministros das Relações Exteriores do Irã e da Arábia Saudita se encontram em Pequim para uma cúpula histórica como parte de um acordo de reconciliação patrocinado pela China”.

Além disso, o comunicado diz que há planos para reativar um acordo de cooperação em segurança que os dois países assinaram em 2001, bem como um acordo geral de “cooperação nas áreas de economia, comércio, investimentos, tecnologia, ciência, cultura, esportes , e juventude” que foi assinado em 1998.

“Hoje, tivemos uma reunião e discussão positiva com meu colega Amir Faisal bin Farhan em Pequim… a ênfase na estabilidade, segurança sustentável e desenvolvimento da região são as questões acordadas e na agenda comum”, escreveu Amir-Abdollahian em Twitter na manhã desta quarta-feira.

Em 10 de março, Pequim chocou o mundo ao negociar um acordo histórico entre os rivais regionais Irã e Arábia Saudita para encerrar um conflito de sete anos e restaurar os laços diplomáticos – em uma demonstração poderosa da crescente influência da China na Ásia Ocidental e a completa perda de autoridade na região pelos EUA.

Hoje, tivemos uma reunião e discussão positiva com meu colega Amir Faisal bin Farhan em Pequim. O início das relações diplomáticas oficiais entre Teerã e Riad, a retomada do Hajj Umrah, a cooperação econômica e comercial, a reabertura das embaixadas e consulados gerais e a ênfase na estabilidade, segurança estável e desenvolvimento da região, são as questões acordadas e na agenda comum”.

Riad e Teerã cortaram relações formais depois que manifestantes iranianos atacaram missões diplomáticas sauditas em 2016, após a execução pelo reino do líder muçulmano xiita Nimr al-Nimr – um em uma série de conflitos entre as duas potências muçulmanas regionais.

A relação começou a azedar um ano antes, depois que a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos, com o apoio da OTAN, lançaram uma guerra brutal no Iêmen para tirar do poder o movimento de resistência Ansarallah.

No entanto, sob o acordo mediado pela China, Teerã e Riad concordaram em respeitar a soberania nacional de cada um e abster-se de interferir nos assuntos internos um do outro.

Para grande consternação dos EUA e especialmente [dos judeus khazares ] de Israel, a détente é um passo significativo para aliviar as tensões em uma região dominada por conflitos e turbulências por décadas.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a BESTA (Inteligência Artificial). Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à BESTA (Inteligência Artificial). Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; Vencerão os que estão com Ele, Chamados, e Eleitos, e Fiéis. E disse-me: As águas que viste, onde se assenta a prostituta [VATICANO-ROMA], são povos, e multidões, e nações, e línguas“. – Apocalipse 17:12-15


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

0 resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *