Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Republicanos divulgam Registros Bancários mostrando mais de US$ 20 milhões pagos à ‘Famiglia Biden’ e associados

Deputados republicanos do Comitê de Supervisão da Câmara   revelaram na quarta-feira documentos com registro de mais de US$ 20 milhões em pagamentos que afirmam que atores estrangeiros de lugares como Rússia, Ucrânia e Cazaquistão enviaram para contas da ‘Famiglia Biden’ e seus associados enquanto Joe Biden era vice-presidente de Barack H. Obama.

Republicanos divulgam Registros Bancários mostrando mais de US$ 20 milhões pagos à ‘Família Biden’ e associados

Fonte: The Epoch Times

Hunter Biden recebeu especificamente milhões da oligarca russa Yelena Baturina, da gigante energética ucraniana Burisma e do oligarca cazaque Kenes Rakishev enquanto o papai (‘Dementia’) Joe [Big Guy 10%] era vice-presidente, descobriu o comitê.

Os registros mostram que a russa Baturina transferiu US$ 3,5 milhões para a Rosemont Seneca Thornton, uma empresa de fachada pertencente a Hunter e Archer, em fevereiro de 2014. Três quartos de milhão de dólares foram então transferidos diretamente para Archer, e o restante foi usado para financiar uma nova empresa, a Rosemont Seneca Bohai.

O registro do banco mostra uma transferência de $ 3,5 milhões em 14 de fevereiro de 2014 e uma transferência de $ 2,7 milhões para Rosemont Seneca Bohai em 11 de março de 2014. – Daily Mail

“Durante a vice-presidência de Joe Biden, Hunter Biden usou seu sobrenome e o vendeu como ‘a marca’ para colher milhões de oligarcas no Cazaquistão, Rússia e Ucrânia. Parece que nenhum serviço real foi fornecido além do acesso à rede Biden de tráfico de influência e corrupção, incluindo o próprio Joe Biden. E Hunter Biden parece ter cumprido bem seu papel”, disse o presidente do comitê, James Comer (R-KY).

“Está claro que Joe Biden sabia sobre os negócios de seu filho e se permitiu ser ‘a marca’ vendida para enriquecer a família Biden enquanto era vice-presidente dos Estados Unidos.”

Em um exemplo, o oligarca do petróleo cazaque Kenes Rakishev transferiu US$ 142.000 para a corporação de fachada de Hunter Biden para comprar um novo Porsche (que Hunter comprou no dia seguinte), antes de um jantar ser marcado entre o oligarca e Joe Biden, demonstram registros bancários.

E em 25 de março de 2014, houve duas transferências separadas de $ 2,2 milhões e $ 200.000, respectivamente, para a conta Rosemont Seneca Bohai, que Hunter e Devon Archer usaram para receber outros pagamentos pessoais, como os da Burisma. O comitê diz que Hunter então transferiu o dinheiro para outra conta Rosemont Seneca Bohai que ele e Archer conseguiram acessar.

Depois disso, o então vice-presidente Joe Biden participou de um jantar com Baturina, Hunter, Archer e outros no Café Milano em Washington DC. E adivinhem quem foi deixado de fora da lista de Biden de oligarcas russos sancionados por conta do conflito Rússia x Ucrânia? Isso mesmo, a russa Baturina.

O comitê também diz ter provas de que Archer e Biden receberam US$ 1 milhão cada um por seu papel no conselho da Burisma, ou US$ 83.333 por mês. Nada para ser visto aqui, apenas o “especialista em energia”, Hunter Biden, coletando da empresa que seu pai protegeria mais tarde, forçando a Ucrânia a contratar seu promotor-chefe.

O comitê republicanos da câmara intimou registros de seis bancos diferentes e recebeu milhares de registros sobre o corpo de evidências, mas ‘ainda’ não intimou registros bancários da família Biden. Na terça-feira, o presidente da Câmara, Kevin McCarthy, pediu ao presidente Biden “os seus extratos bancários”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *