Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Rússia colocará Armas Nucleares na Bielorrússia até o meio do ano

Moscou terminará a construção de uma instalação de armas nucleares táticas no país vizinho até julho, disse o presidente russo. As armas nucleares táticas russas podem chegar à Bielo-Rússia já neste verão, revelou o presidente russo, Vladimir Putin, no sábado. Moscou está concluindo a construção de uma instalação de armazenamento especializada para essas armas, em meio a repetidos apelos de Minsk para implantá-las em seu solo, acrescentou.

Rússia colocará Armas Nucleares na Bielorrússia até o meio do ano

Fonte: Rússia Today

As instalações na Bielo-Rússia estarão prontas em 1º de julho, disse Putin à Rússia 24 TV. O presidente também disse que Moscou não planeja entregar o controle de nenhuma arma nuclear tática a Minsk e que apenas enviaria suas próprias armas para a Bielorrússia. Ele não especificou quando exatamente as armas seriam transportadas para o novo local.

A medida foi motivada pela decisão do Reino Unido de fornecer a Kiev munições com urânio empobrecido, explicou Putin. O Reino Unido anunciou no início de março que planeja enviar os projéteis para a Ucrânia para uso com os tanques de batalha Challenger 2. Moscou criticou a medida como um sinal de “absoluta imprudência, irresponsabilidade e impunidade” por parte de Londres e Washington.

Os Estados Unidos descartaram as preocupações da Rússia chamando os projéteis de urânio empobrecido de “tipo comum de munição”  que “está em uso há décadas”.  O Ministério da Defesa da Rússia então alertou que seu uso poderia desencadear nada menos que um desastre radioativo na Ucrânia, citando as consequências do uso de tais munições pela OTAN no Iraque.

O presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, levantou repetidamente a questão das ameaças impostas à sua nação por armas nucleares implantadas pelos EUA em países da UE. Em outubro de 2022, ele apontou para negociações de “compartilhamento nuclear” entre Washington e Varsóvia, alertando que armas nucleares poderiam ser colocadas na Polônia, que faz fronteira com a Bielorrússia. 

Minsk precisa tomar “medidas apropriadas” para lidar com essa ameaça, disse Lukashenko na época, acrescentando que discutiria o assunto com Moscou. 

Atualmente, as armas nucleares dos EUA são implantadas na Bélgica, Alemanha, Itália, Holanda e Turquia. Em 2021, a Rússia pediu a repatriação das armas como parte de suas propostas de segurança, mas os EUA e a OTAN recusaram.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fim-dominio-eua-otan-nabucodonosor-fim-roma.jpg

{Nota de Thoth: A estrondosa queda da “Estátua de Nabucodonosor“, com o fim do Hospício e os psicopatas da civilização ocidental e a própria destruição da região da cidade de Roma [incluso a cloaca do Vaticano] estão bem próximos de acontecer. O Hospício Ocidental, o circo do G-7 os ditos “Países de Primeiro Mundo” vão fazer face ao seu carma “liberal“, “acordado” . . .}


Mais informações, leitura adicional:

Permitido reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *