Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Rússia diz ter contido ‘Grande Ofensiva’ ucraniana ‘Horas Após’ o seu Início 

Isso é o que o Ministério da Defesa da Rússia (MoD)  sugeriu nessa segunda-feira  ao anunciar que a Ucrânia iniciou uma “ofensiva em larga escala” em ataques crescentes ao longo de cinco seções das linhas de frente na região leste de Donbass. “As perdas totais das Forças Armadas ucranianas na direção sul de Donetsk foram de mais de 1.500 militares, 28 tanques, incluindo oito tanques Leopard de fabricação alemã e três tanques AMX-10 de fabricação francesa, bem como 109 outros veículos blindados de combate”, disse o disse o porta-voz militar da Rússia.

As forças da Ucrânia acabaram de tentar lançar sua tão esperada contra-ofensiva importante, apenas para vê-la abatida imediatamente após o seu início? 

Fontes: Rússia TodayZero Hedge

As forças russas repeliram um novo ataque em larga escala das tropas ucranianas em várias partes das regiões de Donetsk e Zaporozhye, disse o Ministério da Defesa da Rússia na madrugada desta terça-feira, alegando que as formações armadas e unidades militares de Kiev sofreram “perdas significativas” .

“Tendo sofrido pesadas perdas no dia anterior, após a Rússia frustrar o grande ataque e que cerca de 250 soldados ucranianos foram mortos, o que incluiu a Ucrânia enviando seis batalhões mecanizados e dois batalhões de tanques para o sul de Donetsk controlado pela Rússia.o regime de Kiev reorganizou os remanescentes das 23ª e 31ª brigadas mecanizadas em unidades combinadas separadas, que continuaram as operações ofensivas perto de Novodarovka e Levadnoye”, disse o porta-voz do ministério, tenente-general Igor  Konashenkov  . 

A ofensiva renovada concentrou-se principalmente na vila de Vremevka, na região de Donetsk, mas foi interrompida por ataques de mísseis, artilharia e lança-chamas pesados, de acordo com Konashenkov.

RT
Tripulantes de uma arma antiaérea ZU-23-2 do exército russo em serviço de combate para repelir ataques de veículos aéreos não tripulados ucranianos durante a operação militar da Rússia na Ucrânia, na margem do reservatório de Kakhovka, no território da região de Zaporizhzhia. © Sputnik/Konstantin Mihalchevskiy

“As perdas totais das Forças Armadas ucranianas na direção sul de Donetsk foram de mais de 1.500 militares, 28 tanques, incluindo oito tanques Leopard de fabricação alemã e três tanques de rodas AMX-10 de fabricação francesa, bem como 109 outros veículos blindados de combate”, disse o russo disse o porta-voz militar.

“Na manhã de 4 de junho, o inimigo lançou uma ofensiva em grande escala em cinco setores da frente na direção sul de Donetsk”, começou o comunicado do MoD . “O inimigo falhou em atingir seus objetivos e não teve sucesso.”

Não ficou claro se a contagem incluiu as perdas do ataque fracassado de domingo, que foi descrito como “em grande escala”, mas “malsucedido” pelos militares russos. Somente nessa tentativa, Kiev perdeu mais de 250 militares, 16 tanques, três veículos de infantaria e 21 veículos blindados, segundo o ministério.

Algumas imagens divulgadas por blogueiros militares no Telegram mostraram o que parecem ser vários tanques leves franceses AMX-10 abandonados, mas não incluíram a confirmação visual dos Leopards de fabricação alemã perdidos em batalha.

“Durante o dia, os atacantes fizeram 23 ataquesmas todos foram repelidos por unidades das forças de defesa”, continuou o MoD, referindo-se a ataques também ao longo das linhas de frente de Luhansk, Zaporizhia e Kherson. O ministério especificou ainda que o chefe do Estado-Maior russo, Valery Gerasimov, “estava em um dos postos de comando avançados” no momento dos ataques ucranianos frustrados. 

Embora o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apenas alguns dias atrás, tenha dito que suas forças estão “prontas” para lançar uma contra-ofensiva, ele não mencionou o suposto ataque na noite de domingo, quando fez seu discurso noturno em vídeo.

A BBC permaneceu muito cética em relação à narrativa militar russa e, no entanto, Kiev admitiu algum grau  de “ações ofensivas” de domingo a segunda-feira:

Mas nessa segunda-feira, a Ucrânia emitiu um comunicado denunciando as “mentiras” e propaganda russas que visam desmoralizar e enganar o público ucraniano, mas sem fazer referência direta às reivindicações específicas do Kremlin de uma contra-ofensiva frustrada. Segundo a Reuters : 

O comandante das forças terrestres da Ucrânia, Oleksandr Syrskyi, disse na segunda-feira que as forças ucranianas continuaram “avançando” perto da cidade de Bakhmut, no norte de Donetsk, há muito contestada. Ele não fez comentários sobre a contra-ofensiva.

O relatório diário do Estado-Maior da Ucrânia disse apenas que houve 29 confrontos de combate nas regiões de Donetsk e Luhansk, no leste da Ucrânia. O Centro de Comunicações Estratégicas da Ucrânia não abordou a declaração russa diretamente, mas disse, sem fornecer provas, que a Rússia tentaria espalhar mentiras .

“Para desmoralizar os ucranianos e enganar a comunidade (incluindo sua própria população), os propagandistas russos espalharão informações falsas sobre a contra-ofensiva , suas direções e as perdas do exército ucraniano”, afirmou.

Dada a resposta vaga do lado ucraniano em face das reivindicações russas significativas que atualmente estão ganhando as manchetes mundiais, isso para muitos observadores dará crédito às declarações do Kremlin. Se as declarações do MoD russo forem verdadeiras, isso marca um desastre para os militares ucranianos, dado que uma derrota no início da contra-ofensiva provavelmente enfraqueceria o moral e o ímpeto, dado que também já houve relatos generalizados de que ucranianos inexperientes e não treinados estão sendo enviados para as linhas de frente em massa em meio a pesadas baixas crescentes.  

Enquanto isso, parece haver algum grau de confirmação das autoridades ucranianas de que “ações ofensivas” realmente começaram em vários setores. Mas o vice-ministro da Defesa da Ucrânia está tentando enfatizar que a Rússia está afirmando que está rebatendo a contra-ofensiva para “desviar a atenção da derrota” em locais próximos a Bakhmut.


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é controle-mental-escravos-sistema.jpg

Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente. Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]. Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito “SUGERINDO” às pessoas para que “AMEM A SUA SERVIDÃO” ao invés de açoita-los e chuta-los até obter sua obediência“. – Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1

Artigos Relacionados:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *