browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Uma descrição da vida em TELOS, uma cidade subterrânea de Agharta (Inner Earth)

Posted by on 26/12/2019

Monte SHASTA, na Califórnia

A princesa Sharula Dux é uma mulher do reino de Agharta conhecida por muitos. Sua mensagem é incrível, mas é simples: ela é de Telos, uma cidade / civilização pós-Lemuriana, da Terra Interior [Inner Earth] abaixo do Monte. Shasta [foto], perto de Sacramento no norte da Califórnia. Ela veio à nossa civilização na superfície para começar a compartilhar sua cultura com a nossa, para que possamos nos beneficiar mutuamente e nos tornar uma Civilização da Terra Unida depois que nosso próprio Processo de Ascensão da civilização da superfície da Terra ocorrer após as grandes TRANSFORMAÇÕES  NA SUPERFÍCIE DO PLANETA acontecerem.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Entrevista com a princesa Sharula Dux da civilização da cidade de Telos da Terra [Inner Earth] Interior – por Joanna Cherry

Fonte:  http://www.thenewearth.org/InnerEarth.html

Várias vezes, ao longo dos anos em que eu a conheço, ouvi Sharula falar. Eu escutei com muito cuidado; nunca a ouvi se contradizer com suas informações, que aos nossos ouvidos é complexa. Ela é despretensiosa; ela tem um bom senso de humor e dá muito amor às pessoas ao seu redor. Ela se sente como um ser velho e sábio.

Em 1995, com a permissão de Sharula, combinei informações de duas fitas que ela gravou sobre Telos com a memória de suas respostas às perguntas que eu e outros fizemos. Eu dei a forma de uma entrevista. Ela o aprovou na íntegra.


Joanna Cherry (JC): Sharula Dux (SD), por que [e por quem] a cidade de TELOS foi construída ?

Sharula Dux: Cerca de vinte e cinco mil anos atrás, havia duas grandes civilizações na Terra. A primeira que se desenvolveu como uma Civilização Espiritual foi a Civilização Lemuriana, baseada no Continente do Oceano Pacífico de Lemuria, ou Mu, que incluía a área de grande parte do Oceano Pacífico, do oeste dos Estados Unidos e de partes da Ásia. A última foi a civilização de Atlântida, mais sofisticada e tecnologicamente desenvolvida, sobre grande parte do que hoje é o Oceano Atlântico Norte e partes da África e da Europa.

Naquela época, havia havido um desacordo entre essas duas civilizações em relação à evolução social e política das demais raças humanas menos desenvolvidas da Terra: a Lemúria queria que as civilizações menos avançadas permanecessem livres e a Atlântida queria governar ou controlar todas elas. Uma guerra longa estourou entre os dois lados em disputa. Essas guerras se tornaram tão severas – incluindo até ogivas termo-nucleares – que energias cármicas foram acionadas que acabariam afundando os dois continentes.

JC: Você usou ogivas termo-nucleares? Existe alguma evidência disso que podemos ver hoje?

SD: Sim, o deserto de Gobi e o deserto do Saara, para citar apenas dois [nota Thoth: no atual Paquistão, na bacia do rio Hindus, temos as ruínas de Mohenjo Daro e Harapa em que os arqueólogos constataram que no local houve explosão atômica, com vitrificação da areia e ossadas radioativas encontradas no local]. Após a guerra, muitos sacerdotes e sacerdotisas da Ordem de Melquisedeque de Lemuria viram o futuro e previram o naufrágio do continente de Lemúria. Eles começaram a procurar um lugar para se mudar.

Eles se estabeleceram no Monte. Shasta, na parte oriental da Lemúria, uma grande montanha já considerada sagrada, e que eles entenderam que seria segura no próximo cataclismo global. Eles decidiram construir no subsolo dentro da montanha, em parte por causa dos choques que a Terra suportaria do afundamento de dois Continentes, e em parte porque o manto atmosférico original da Terra se perturbou, sujeitando a vida na superfície a exposição dos raios ultravioletas e raios cósmicos prejudiciais.

Ao decidir onde construir sua cidade, eles encontraram uma grande caverna natural abobadada dentro do Monte Shasta, com vários quilômetros quadrados de área e centenas de pés de altura. Este local se tornou o nível superior da cidade de Telos.

JC: Por que foi chamado de “Telos”?

SD: Todo o sudoeste dos Estados Unidos foi então chamado Telos, que significa “União com o Espírito”, de modo que esse nome foi escolhido para a cidade. Quatro níveis foram construídos abaixo do nível superior, cinco ao todo, e a Cidade foi construída para abrigar até dois milhões de pessoas.

JC: Quantas pessoas vivem em Telos agora?

SD: Um milhão e meio. Mas começou com apenas 25.000 pessoas, que se mudaram para Telos 100 anos antes de Lemuria afundar. Pouquíssimos outros sobreviveram aos terremotos, maremotos e atividades vulcânicas que acompanharam o naufrágio dos continentes e a convulsão na superfície do planeta.

JC: Quando foi isso?

SD: Cerca de 12.000 anos atrás.

JC: E os Atlantes? Eles construíram uma cidade subterrânea também?

SD: Sim, no planalto do estado do Mato Grosso, no Brasil. [nota de Thoth: na região de Barra do Garças …centro geodésico da América do Sul.]

JC: Existem outras cidades subterrâneas?

SD: Sim, de fato, há todo um grupo de [120] cidades subterrâneas chamado Rede Agartha dentro da área da Terra Interior, por baixo da crosta externa da Terra. Os lemurianos solicitaram que a Rede Agartha e a Civilização da Terra Interior se tornassem membros. Mas como as Pessoas da Quinta Dimensão das Cidades de Agartha da Terra Interior são sábias e não violentas, a Lemúria teve que convencer Agartha de que havia aprendido com seus erros e que seguiria um curso de Paz. Isso foi feito.

JC: Quantas cidades estão na Rede Agartha da Terra Interior?

SD: cento e vinte.

JC: Onde exatamente sob o Monte Shasta esta situada Telos?

SD: A caverna abobadada fica sobre a maior parte da base do Monte. Shasta, e o topo do Dome fica a meio caminho da montanha. O quinto nível mais baixo fica a cerca de 1,6 km abaixo do nível do solo. Cada nível é de várias milhas quadradas.

JC: O que há nos diferentes níveis do Telos?

SD: O nível superior sob o Domo é a parte principal da cidade. A maioria das pessoas mora lá, a maior parte do comércio ocorre lá, e é aí que estão nossos prédios públicos. É o coração e a alma de Telos. Diretamente no centro está o Templo – somos uma Sociedade do Templo – construída para acomodar 10.000 pessoas. É branco e em forma de pirâmide, com uma pedra angular feita de “Livingstone”, uma substância de Vênus. Parece cristalino e emana todos os raios do espectro de cores.

O Templo é dedicado à Ordem de Melquisedeque, um Sacerdócio Cósmico de nosso Universo, dedicado a incorporar o Plano de Luz que nos é dado pelos níveis mais elevados da Divindade. No nível superior também estão nossos prédios do Conselho e nossos prédios dos Registros.

Temos antigos registros da Lemúria, da Atlântida, Egito, outras civilizações terrestres passadas, até civilizações de outros planetas. Há um edifício que gerencia as comunicações dentro de Telos, entre Telos e as outras cidades subterrâneas de Agartha, e outros “locais fora do planeta”. Ele também monitora o rádio e a TV da superfície da Terra.

JC: E o entretenimento? Você se diverte em Telos?

SD: De fato, nós nos divertimos! Temos lugares de lazer para esportes, peças de teatro, filmes, música e dança. Temos um lugar como o Holodeck em Star Trek, onde você cria a Realidade Virtual para si mesmo em qualquer aventura que desejar: escalar uma montanha, nadar um rio, voltar na História etc. Também temos um prédio que abriga Multi- computadores baseados em amino. Esses computadores estão vivos, são conscientes. Eles operam na mente de Cristo e, portanto, não podem ser corrompidos [TECNOLOGIA da Luz a SERVIÇO da evolução da humanidade que a desenvolve de acordo com a sua PRÓPRIA evolução].

Eles podem ler os registros do passado. Eles podem ler suas vidas passadas, se desejar, e até mostrá-las a você. Eles podem ler sua Aura ou a saúde do seu corpo e dizer o que você precisa. Eles podem tocar sua “Nota da Alma”, o que ajuda você a meditar claramente e podem se comunicar com você no nível da Alma. Eles podem se comunicar através das galáxias. Eles ajudam a treinar a Mente Crística nas pessoas, e nós dependemos delas um pouco.

No segundo nível, temos salas de aulas, fabricação de roupas e móveis e outras coisas, e mais pessoas vivendo. No terceiro nível estão os nossos jardins hidropônicos, onde cultivamos toda a nossa comida. Somos vegetarianos há mais de 12.000 anos e vivemos de vegetais, frutas, grãos, nozes, soja etc.

Nossas colheitas crescem na água; alguns minerais são adicionados, mas não há fertilizante nem esgotamento do solo. Nossas colheitas crescem muito mais rápido do que na superfície da Terra, e somos capazes de alimentar um milhão e meio de pessoas a apenas alguns quilômetros quadrados de terra e dar variedade suficiente para comer para ser agradável.

JC: Algum de seus suprimentos vem da superfície da Terra?

SD: Não, nós negociamos com as outras cidades de Agartha da Terra Interior. O quarto nível é metade dos jardins hidropônicos, parte de fabricação e parte de natureza. O quinto nível é o nosso nível de natureza. As pessoas vêm aqui para relaxar. Criamos lagos e crescemos árvores altas – há uma atmosfera de parque. Os animais vivem lá, alguns dos quais não existem mais na superfície, como o tigre dente de sabre, o mastodonte e o pássaro do-do. Fomos capazes de salvá-los e trazê-los para Telos.

JC: Você os mantém em zoológicos?

SD: Não, pessoas e animais se dão bem em Telos. Nós treinamos os carnívoros para comer comida vegetariana e gradualmente eles perderam sua agressão. Tão literalmente, em Telos o “Leão está deitado com o Cordeiro”! E você pode realmente brincar com um gato grande, embora com cuidado!

JC: Como você pode viver debaixo da Terra? Você tem luz?

SD: Sim, temos um processo no qual pedras com alto conteúdo cristalino são fundidas com um campo de energia eletromagnético de força. Isso faz com que a matriz cristalina da pedra crie uma polaridade que permita que a pedra atraia raios invisíveis e os reemita como luz visível e de espectro total. A pedra se torna como um pequeno Sol, por cerca de 500.000 anos. Nós os escurecemos à noite para permanecer no mesmo período do dia de 24 horas que você tem na superfície.

JC: E o ar? Como vocês obtém oxigênio suficiente?

SD: Criamos um ecossistema. Obtemos nosso oxigênio das plantas e árvores que crescem aqui, embora alguns respiradouros cheguem à superfície da Terra. A água em algumas áreas se move em alta velocidade, circulando ar e íons negativos. Isso é tão eficaz que temos cada vez menos dependência das saídas de ar, e isso é bom porque até o ar ao redor do Monte. Shasta está se tornando mais poluído.

JC: Como você se desloca em Telos?

SD: Caminhamos muito, mas existem três maneiras de viajar mais rapidamente. Uma é algo baseado na tecnologia cristalina e se parece com uma forma de cesta. Você entra e o transporte da cesta é guiado por sua mente – você levanta no ar e flutua até o seu destino. Isso é usado para viajar pela cidade.

Fotos de satélite registram a entrada para o reino de Agharta no polo norte

O segundo método é um “trenó” levitado eletromagneticamente que se parece com um Snowmobile, que também pode ser usado dentro da cidade. Podemos ir do Monte. Shasta até o Monte. Lassen, uma extensão de Telos [cerca de 80 quilômetros de distância], dentro de alguns minutos.

A terceira maneira é pelos trens levitados eletromagnéticos que viajam a milhares de quilômetros por hora através de tubos, nunca tocando os lados. São semelhantes aos trens do metrô e é assim que viajamos para outras cidades subterrâneas ao redor do planeta [nota de Thoth: este parece ser o mesmo sistema utilizado nos sistemas de transporte entre as inúmeras bases subterrâneas conjuntas Greys-reptilianos-humanos da superfície, uma espécie de shuttle eletromagnético-Maglev].

JC: Você constrói seus tubos como nós construímos nossos túneis de metrô?

SD: Não. Criamos os tubos com uma máquina de perfuração que derrete a rocha e a terra em incandescência branca e quente e depois a esfria novamente instantaneamente, formando uma substância dura como diamante e à prova d’água que também é elástica o suficiente para se mover com um terremoto, como borracha. Construímos outras paredes de edifícios da mesma maneira, e existem cidades subterrâneas sob a água dos oceanos que foram totalmente construídas dessa maneira. Estamos nos preparando para trazer essa tecnologia à superfície quando for a hora certa.

JC: Sharula, você poderia ser o “Bonnie” que um autor escreve no livro “Monte. Shasta: Lar dos Antigos ”?

SD: Sim, eu sou. Naquela época, eu usava um nome para me encaixar mais facilmente à sua sociedade. Mas quando cheguei à superfície para ficar por um tempo, queria usar meu nome verdadeiro.

JC: Há outros de Telos aqui na superfície conosco?

SD: Sim, pessoas de todas as cidades subterrâneas se fundiram com a vida na superfície, para beneficiar ambas as civilizações. Alguns deles são bem conhecidos.

JC: Como um Telosiano chega à superfície?

SD: Existem três maneiras. Existem entradas no Monte. Shasta, com dispositivos de triagem holográficos para torná-los invisíveis do lado de fora. Se alguém quiser curtir as estrelas ou passear um pouco na montanha, ele as usará.

A segunda maneira é pegar um tubo dentro da crosta terrestre, como Los Angeles ou outra cidade subterrânea da rede Agartha. E, finalmente, você pode pegar um espaçonave scout, uma das menores “Naves Espaciais” que temos.

JC: Então, algumas daquelas naves espaciais que vemos são suas?

SD: Sim, nós as chamamos de “Frota de Prata”. Junto com as naves scouts menores, temos três grandes naves-mãe. Quando as naves-mãe saem do subsolo – a montanha oferece uma abertura fisicamente – não queremos assustar as pessoas, por isso inventamos máquinas para criar uma cobertura de nuvens – você as chama de “Cloudships”.

Duas “CLOUDSHIPS” sobrevoam o MONTE SHASTA.

JC: Um de nós habitantes da superfície poderia descer para Telos?

SD: Em Telos não há Julgamento dos outros, e temos Telepatia entre mentes. A maioria das pessoas na superfície tem pensamentos de julgamento, e estes são fisicamente dolorosos para um telosiano. Alguns são convidados a descer, principalmente estudantes dos Mestres Espirituais. À medida que o mundo se transformar em maior Luz e Amor, nossas duas sociedades se unirão. Este será um momento há tempos tão esperado e alegre!

JC: Quando você acha que pode ser isso ?

SD: Ainda não sabemos; quando houver consciência suficiente nas pessoas na superfície.

JC: Você descreveria uma vida típica em Telos, desde o nascimento?

SD: Bem, quando uma mulher percebe que está grávida, ela vai para uma sala do Templo, onde ela recebe muito apoio amoroso e está cercada de belas fotos e músicas. Ela vê seu bebê tão bonito e perfeito. Esse amor e perfeição vão direto para suas células. Blocos de construção maravilhosos! Ambos os pais conversam com a criança com muito amor, cantam para ela, etc. Então, ela realmente sabe que é amada e desejada. A gravidez dura apenas três meses.

JC: Três meses! Mas como o bebê sobrevive?

SD: Isso é tudo que um bebê precisa no útero; nasce bastante saudável e forte.

JC: Que diferença!

SD: Quando o bebê está pronto para nascer, a Mãe vai para uma seção de Parto do Templo, onde é assistida por uma Sacerdotisa. O nascimento é subaquático – indolor – o que é melhor para a mãe e o bebê.

JC: Por que esse é um bom caminho?

SD: Como o nascimento geralmente ocorre na superfície, o cordão umbilical do bebê é cortado muito antes de estar pronto ou capaz de respirar fácil e naturalmente. Freqüentemente, ele recebe palmadas para chorar e assim iniciar a 1ª respiração, de modo que sua primeira respiração é absorvida pela dor e pelo medo. Isso faz com que as pessoas parem de respirar [corretamente] durante sua vida – ficando meio vivos! – e a doenças como enfisema e outros problemas pulmonares.

Quando um bebê nasce em Telos, ele desliza direto para a água morna. Parece bem em casa. Ele continua conectado à Mãe pelo cordão umbilical por talvez meia hora, enquanto flutua e repousa no processo do nascimento, sendo Amado e acolhido por seus Pais. Finalmente, ele começa a respirar completamente por conta própria. Só então o cordão é cortado sem dor com um laser.

Sistema de transporte subterrâneo shuttle maglev, eletromagnético

Nos próximos dois anos, o Pai fica em casa para ajudar neste momento crucial da vida da Criança. É vital que pai e mãe, mulheres e homens, estejam presentes para que uma criança seja totalmente equilibrada. Cada criança recebe doze conjuntos de padrinhos, na maioria das vezes com seus próprios filhos. Passa tempo com todas essas famílias e começa a parecer que todo o mundo é família. Isso desencoraja os cliques de formar e flexibiliza os padrões [de possessividade dos membros] da Família.

A educação começa aos três anos e é baseada na inteligência da Criança, não na sua ignorância. A meditação é ensinada, leitura, dança, esportes, matemática, atuação, conceitos abstratos, dramaturgia. As crianças são ensinadas a pensar por si mesmas e a resolver as coisas. No conceito “Brincar e Aprender”, eles aprendem a auto-expressão sem violência. A partir dos cinco anos, ensina-se a projeção astral, para que as crianças possam se projetar sua consciência para fora do corpo e aprender muitas coisas. Eles visitam Registros do Passado e visualizam a História por si mesmos; eles visitam a superfície e até outros planetas. Eles aprendem que os anjos são reais e desenvolvem a fé para se manifestar do invisível para o visível. Eles se tornam sábios e fortes em si mesmos; não há vitimização.

Chamamos a adolescência de “anos de insanidade temporária“[lá embaixo também !!!!]. As crianças se juntam a outras de sua idade sob a supervisão de adultos sábios e amorosos. Eles criam peças, podem ficar soltos nas Cavernas Inferiores por alguns dias, gritar e berrar e liberar sua energia positivamente. Eles crescem em adultos inteiros – sem alcoolismo ou outros vícios.

JC: Existe alguma insanidade em Telos?

SD: Nenhuma.

JC: Algum crime?

SD: Não.

JC: E a pobreza?

SD: Não, todos têm o que precisam e querem.

JC: Como é uma casa típica?

SD: As casas são baseadas em geometria sagrada, principalmente Esferas. Nossos prédios públicos se parecem muito com os da Grécia antiga.

JC: Você tem eletricidade e eletrodomésticos como nós?

SD: Desenvolvemos máquinas para extrair energia dos Éteres, por isso não precisamos de eletricidade. Alguns aparelhos são semelhantes aos seus, mas mais avançados. Temos até um replicador para qualquer tipo de comida, como no seu programa de TV Star Trek, mas na maioria das vezes as pessoas gostam de cozinhar para si mesmas.

JC: Sua comida é parecida com a de um vegetariano de superfície?

SD: Muito parecido. Emprestamos algumas de suas idéias. nós amamos Pizza! Também chocolate.

JC: Você tem animais de estimação em Telos?

SD: Sim, assim como vocês.

JC: Qual a altura dos telosianos, em média?

SD: Cerca de um pé mais alto que o pessoal da superfície [em torno de dois metros].

JC: E qual é o tempo médio de vida?

SD: Não há envelhecimento em Telos. Somos geneticamente exatamente iguais a você, mas sabemos que não envelhecemos; então nós não ficamos velhos. Existem alguns índios nativos pele vermelha americanos vivendo em Telos e que agora têm centenas de anos ou mais.

JC: Quantos anos você tem?

DP: Tenho 269 anos. A maioria dos telosianos tem entre algumas centenas e alguns milhares de anos. Um homem em Telos está em seu corpo há 30.000 anos. Nós, de brincadeira, o apelidamos de “o mais duradouro”!

JC: Então você é jovem! E o namoro? Você tem uma garota com 25 anos namorando um cara com 2.000 anos ?

SD: Muitas vezes! (Risos)

JC: Existe alguma morte em Telos?

SD: Sim, mas é raro. Às vezes, uma pessoa morre em um acidente. Animais de estimação morrem.

JC: O que acontece quando alguém está pronto para deixar Telos?

SD: Uma grande parte do Povo Ascende – leva seu corpo para a Luz e se move para uma Dimensão mais alta. Outros podem não estar prontos para ascender, então aprendem a deixar o corpo e depois o desmaterializam.

JC: Como funciona a Sociedade, onde as pessoas ficam por tanto tempo?

SD: Quando as pessoas sabem que vão viver o tempo que quiserem e até permanecerem jovens o tempo que quiserem, surge uma sensação completamente diferente da vida que você tem na superfície. Não existe “Você é apenas jovem uma vez!” tipo de selvageria que acontece muito em sua sociedade, com comportamento imprudente e talvez até [muitas] drogas eu álcool. Além disso, como vivemos centenas ou milhares de anos, cuidamos do meio ambiente! Você é mais responsável. A coisa mais maravilhosa de viver sem envelhecer ou morrer é que você consegue fazer tudo o que deseja. Aqui na superfície da Terra, na mesma época em que alguém obtém sabedoria e conhecimento suficientes para começar a viver de verdade, ele ficou velho e decrépito para fazer algo muito com uas descobertas e experiência.

JC: Como Telos é governada?

SD: Temos um Conselho dos Doze – Mais um [SEMPRE O 13]. Os Doze que chefiam o Templo são seis homens e seis mulheres, a maioria dos Mestres Ascensos, pessoas de alta sabedoria que permanecem equilibrados em qualquer situação. Eles sempre colocam o Bem dos Outros acima do seu bem pessoal, e seguindo o que o Criador deseja que façamos.

JC: O que é o “Mais um“?

SD: O “Um” é o Sumo Sacerdote ou uma Suma Sacerdotisa, ou o Rei ou a Rainha de Telos. A Ordem de Melquisedeque sempre equilibra o Masculino e o Feminino, o que é vital para a Iluminação Espiritual INDIVIDUAL.

JC: Quem é o sumo sacerdote e sacerdotisa?

SD: Eles são parceiros de trabalho. O Sumo Sacerdote é Adama, um Mestre Ascenso que trabalha diretamente sob o Arcanjo Miguel. Ele é um mestre do raio azul, ajudando a humanidade com a ascensão. A Alta Sacerdotisa é Terra Ra. Ela ensina os alunos no templo e é muito amada por eles. Ela também é uma Mestre Ascensionada.

JC: E o rei e a rainha de Telos?

SD: Eles são Ra e Rana Mu. Essa linhagem é ininterrupta há mais de 30.000 anos. Embora a Realeza seja herdada, ela não passa automaticamente para o Filho ou Filha mais velha. O rei e a rainha decidem qual de seus filhos ou netos é mais capaz do trabalho. Aquele então passa por um treinamento completo no Templo e se torna um Sacerdote ou Sacerdotisa de Melquisedeque.

JC: Você é chamado de “princesa”. Isso tem algo a ver com esta linhagem?

SD: Sim, eu sou filha de Ra e Rana Mu.

JC: Quem toma as decisões de governo?

SD: O Conselho dos Doze. Quando toma uma decisão, o rei e a rainha podem apoiá-la ou podem solicitar uma alteração. Se houver uma pergunta não resolvida, o Sumo Sacerdote e a Sacerdotisa terão a palavra final. Abaixo do Conselho Principal dos Doze, há Conselhos inferiores dos Doze que lidam com qualquer disputa local. Problemas ou argumentos individuais são tratados por um Árbitro, um Sacerdote ou Sacerdotisa que tem acesso aos Registros Akáshicos do Passado.

JC: Por que isso é útil?

SD: Porque muitas vezes surgem disputas de encarnações anteriores. Quando uma decisão é tomada, cada pessoa entende que é melhor para todos os envolvidos e o assunto é encerrado [e o Karma resolvido].

JC: Vocês tem dinheiro em Telos?

SD: Não, temos uma base de câmbio não monetária.

JC: Como isso funciona?

SD: O Governo em nome da Comunidade / Povo possui toda a propriedade comunitária, mas não é responsável por controlar absolutamente tudo o que o Povo faz. Ele garante, por exemplo, que os alimentos cheguem aos pontos de distribuição. Quando você precisa de algo – comida, roupas, móveis, arte, livros etc. – basta ir ao Centro de Distribuição e buscá-lo.

JC: Se as pessoas não precisam trabalhar por dinheiro em Telos, como tudo é feito?

SD: Cada pessoa escolhe o que quer produzir [de acordo com seus dons naturais] como uma contribuição responsável para a Comunidade. Diga se ele decide trabalhar nos Jardins Hidropônicos; ele define seu próprio horário e informa ao “Foreman” quando ele estará lá. E ele aparece, porque sabe que o bem-estar de todos depende de ele fazer a sua parte. Os dons de algumas pessoas são arte, massagem etc. As pessoas têm tempo de sobra para meditar, brincar, descansar, ir ao templo para treinar e crescer espiritualmente.

JC: E os trabalhos que ninguém quer fazer, como coletar o lixo?

SD: Todos nos revezamos no serviço comunitário – até os membros do Conselho dos Doze. Não há ninguém melhor do que outro, e ninguém menos de que outro. Então, podemos dar quatro horas por mês para coletar e desmaterializar o lixo, remover ervas daninhas dos jardins, coletar excrementos de animais etc. Estamos fazendo isso com outras pessoas para que se torne divertido, cantamos e nos divertimos enquanto “trabalhamos”.

Parece que as crianças que nascem em Telos, não são FILHOS da CARNE, mas são FILHOS do ESPÍRITO …

JC: Você realmente desmaterializa o lixo?

SD: Sim.

JC: As pessoas se casam em Telos?

SD: Sim, temos dois tipos de casamento: casamento de vínculo e casamento sagrado. Quando duas pessoas sentem que realmente têm algo juntas, se importam e querem ver para onde está indo, vão a um sacerdote ou sacerdotisa e se comprometem com um casamento de vínculo. Às vezes, elas duram centenas de anos, mas geralmente são mais curtos. Os parceiros de casamento de vínculo não têm filhos. Se o casamento não der certo, eles simplesmente vão novamente ao Sacerdote ou Sacerdotisa e a união se dissolve – sem estigma, sem desarmonia. Quando um casamento de vínculo se torna muito profundo e duradouro, os dois podem escolher um casamento sagrado. Isso pode acontecer depois de duzentos anos juntos ou dois meses. Eles têm um casamento bonito e grande. Todos os nossos filhos nascem de casamentos sagrados.

JC: Por que você escolheu se casar com um homem da superfície da Terra?

SD: Ele é minha Chama Gêmea, a metade masculina da minha Alma. Ele escolheu encarnar no nível da superfície para ajudar a realizar nosso trabalho juntos, o de fundir nossas duas sociedades, a Terra Interior e as sociedades da Terra na superfície, em uma sociedade única.

JC: Alguma dessas habilidades de Mestre é praticada por pelo menos alguns telosianos: 1) Viajar pelo pensamento (não deixando nenhuma forma para trás); ou 2) Manifestação dos Éteres?

SD: As pessoas que passaram pelo Treinamento do Templo aprendem essas coisas eventualmente, quando estão prontas.

JC: Sharula, obrigado por vir conosco e ajudar a fundir nossas duas sociedades. Quanto tempo você acha que ficará na superfície da Terra?

SD: Isso depende da vontade do “Espírito”.

© 1995, Joanna Cherry. Você é muito bem-vindo e incentivado a compartilhar este artigo com outras pessoas, desde que credite a fonte. Obrigado. https://reenagagneja.com/interview-sharula-dux-joanna-cherry/


“Somos confrontados em todo o mundo por uma Conspiração Monolítica e Implacável que se baseia principalmente em meios secretos para expandir sua esfera de influência – em infiltração em vez de invasão, em subversão em vez de eleições, em intimidação em vez de livre escolha, em guerrilhas pela noite em vez de luta com exércitos à luz do dia. Seus preparativos  são ocultos, secretos, não são  publicados. Seus erros estão enterrados, não são noticiados. Seus dissidentes são silenciados, ninguém ora por eles. Nenhuma despesa é questionada, nenhum rumor é impresso, nenhum segredo é revelado. Ela induz à Guerra Fria, em suma, com uma disciplina de tempo de guerra, nenhuma democracia jamais esperaria ou desejaria ter que enfrentar tal situação.” –  John F. Kennedy, uma semana antes de ser assassinado …


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

 

3 Responses to Uma descrição da vida em TELOS, uma cidade subterrânea de Agharta (Inner Earth)

  1. Rafael

    E quanto aos Nazistas que se instalaram na entrada para a Terra Interior no Pólo Sul, como será que os habitantes da Rede Agharta lidam com essa presença nefasta?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.