Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Uma Piada Suja: o Herói Comediante da Ucrânia, o Palhaço presidente Zelensky

Zelensky Zelenskii GIF - Zelensky Zelenskii ????????? GIFs

Desde que a Guerra da Ucrânia começou em fevereiro, o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky  alcançou uma popularidade global que atingiu proporções históricas. A comparação mais frequente é com Winston Churchill, o imperialista britânico que enfrentou Adolf Hitler durante a Segunda Guerra Mundial. Sim, Churchill com um histórico de assassinatos, mas adorado pelos propagandistas ocidentais que encobrem sua longa história de atrocidades. E Zelensky, adorado pelo Ocidente e considerado um herói, compartilha elementos de mentiras e enganos que também espelham a narrativa de Churchill.

A máquina de propaganda da mídia pre$$tituta$ do Hospício Ocidental se recusa a abordar Zelensky com uma lente crítica e com base na realidade, e o mundo está pagando por isso.

Fonte: Global Research

Show de Palhaços

Em todo o espectro – de comediantes, atores, pre$$tituta$, políticos e presidentes – o presidente marionete, o corrupto palhaço judeu khazar Zelensky foi elogiado como um líder mundial de primeiro grau.

O ex-presidente George W. Bush o chamou de “o Winston Churchill” de nosso tempo (Vejam: Winston Churchill: His Times, His Crimes (Londres: Verso, 2022).. Ben Stiller, o ator judeu khazar de “Trovão Tropical”, visitou e conheceu Zelensky em junho e disse: “Você é meu herói!”. O Hollywood Reporter  disse que Stiller estava “radiante” durante a visita.

Mas antes da invasão da Rússia em 24 de fevereiro, Zelensky era talvez mais conhecido nos EUA como o líder ucraniano pouco reconhecido que estava na outra linha do infame telefonema do ex-presidente Donald Trump pedindo que ele investigasse ‘Dementia” Joe e o seu problemático filho do ex-vice-presidente, Hunter Biden. A ligação resultou em um inquérito de impeachment que acabou levando a abertura do processo de impeachment de Trump.

Zelensky, um comediante televisivo formado em direito que interpretou o presidente ucraniano em um programa humorístico de TV, concorreu ao cargo que hoje ocupa em 2019 e prometeu trabalhar para limpar o capitalismo de compadrio e a corrupção endêmica em Kyev. O show fde TV oi chamado de o “Servo do Povo”.

Como Trump, que era um campeão de reality show, Zelensky usou o impulso de uma comédia popular para dar o pontapé inicial em uma carreira política. Esse papel era muito específico: ele era um estranho ao sistema que limparia a corrupção em Kyev. E porque não? 

Seu programa de TV era tão popular; seu partido político assumiu o nome “Servo do Povo”. (O Índice de Percepção de Corrupção de 2021 da Transparência Internacional classificou a Ucrânia em 122º entre 180 países e é considerado o segundo mais corrupto da Europa. A Rússia fica em 136º lugar.)

Uma das plataformas da campanha de Zelensky era buscar a paz com a Rússia. Conforme relatado pela Radio Free Europe, “uma de suas duas principais promessas era acabar com a guerra nas repúblicas separatistas do Donbass, um objetivo que as pesquisas mostraram que os ucranianos queriam ver realizado mais do que qualquer coisa”.

[DISCURSO DE ZELENSKY] ANTES DELE “CONHECER” A OTAN:

https://twitter.com/FortunaMinecra1/status/1543667447374430209?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1543667447374430209%7Ctwgr%5E33ee3984aa154ce59fd0109ce38ead2921a9a4d4%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.globalresearch.ca%2Fukraine-hero-comedian-president-zelensky%2F5793492

Jogando os números da pesquisa que mostravam que a preocupação número dois na lista dos ucranianos era acabar com a corrupção que devastava a nação, Zelensky, prometendo “vitória sobre a corrupção”, disse que seria o candidato a acabar com ela.

O ato funcionou e Zelensky, que tinha 41 anos na primavera de 2019, obteve 73% dos votos e foi eleito pelos ucranianos.

Um Mentiroso, com as calças em chamas

Mas o esforço de Zelensky para negociar a paz e limpar a corrupção de Kyev foi visto por muitos como um fracasso, e descobriu-se que Zelensky foi [E É] parte do problema o tempo todo.

A Forbes escreveu em 2021 sobre a eleição de Zelensky:

“A vida se tornou arte. Mas para muitos observadores ucranianos e investidores estrangeiros – eles querem seu dinheiro de volta. Esta versão do filme da vida real do “Servo do Povo” não é como na série de TV. Isso é um fracasso.” 

Na frente de guerra no Donbass, Zelensky se juntou a russófobos linha-dura no país que protestaram contra quaisquer concessões aos separatistas.

O novo presidente concordou que uma eleição deveria ser realizada na região de Donbass, mas apenas sob os padrões ucranianos e sem tropas russas no terreno. Naquela época, Moscou negava ter qualquer presença de tropas na região.

Zelensky concordou anteriormente com a fórmula de Steinmeier que permitiria a realização de eleições locais antes mesmo que as tropas ucranianas deixassem a área. Mas ele não implementou as disposições para acabar com o conflito mortal. Em vez disso, as batalhas militares entre Kyev e a região separatista de Donbass aumentaram, com cerca de 14.000 a 15.000 mortos, a maioria de civis.

Houve alguns sinais de que as tensões entre os países estavam diminuindo – incluindo trocas de prisioneiros – mas em outubro de 2021, a Ucrânia enviou um drone armado para a região que aumentou as tensões novamente.

No entanto, o presidente russo Vladimir Putin anunciou o reconhecimento de Moscou da região separatista pouco antes da invasão de Moscou em 24 de fevereiro. Putin disse que o objetivo da operação era proteger as pessoas em Donbas que “enfrentam humilhações e genocídios perpetrados pelo regime de Kyev”.

Dias antes da invasão, Putin se encontrou com o chanceler alemão Olaf Scholz e disse a repórteres após a reunião: “Naturalmente, a questão da segurança europeia também foi discutida no contexto da situação em torno da solução do conflito na Ucrânia”.

“Como você sabe, as autoridades de Kyev estão se recusando a cumprir os acordos de Minsk e os acordos de 2015, bem como os acordos alcançados em cúpulas posteriores no formato da Normandia… a eleição ou o estatuto jurídico especial de Donbass… Continuam sendo ignoradas por Kyev, como antes, as oportunidades para restaurar a integridade territorial do país através de um diálogo direto com Donetsk e Lugansk. A Ucrânia está violando sistematicamente os direitos humanos em grande escala e continua a endossar a discriminação contra falantes de russo no nível legislativo”.

Fontes disseram ao jornal The Kyiv Independent que a França e a Alemanha instaram a Ucrânia a cumprir a “rotação” russa do acordo para evitar a guerra. O relatório disse que o presidente francês Emmanuel Macron pediu a Zelensky para conversar com os separatistas da região, e Zelensky disse que não. Scholz também instou Kyev a oferecer aos territórios ocupados no Donbass alguma autonomia.

Kyev se opôs ao acordo porque afirma que o tratado assinado concederia a esses territórios “anistia total para todos os combatentes, o direito de nomear seus próprios promotores e juízes e desenvolver seus próprios laços políticos e econômicos com a Rússia”.

Governo em Kyev: Um Clube da corrupção

No front do combate à corrupção, a principal objeção de Zelensky eram os bilhões que os oligarcas ucranianos mantinham em empresas de fachada no exterior para evitar impostos. Os críticos dizem que essas empresas offshore pretendem ser veículos para evitar o pagamento de impostos à Ucrânia.

Zelensky sofreu um grande golpe político quando o vazamento dos arquivos “Pandora Papers” que foram liberados ao público e publicados pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ) a partir de 3 de outubro de 2021. Os documentos mostraram que o presidente palhaço Zelensky tinha empresas de fachada offshore e era “bastante semelhante a seus antecessores”,  informou o The Guardian na época.

Acontece que Zelensky e seus associados próximos mantinham sua própria rede dessas empresas offshore, de acordo com os jornais. Essas empresas foram criadas em 2012, muito antes de ele concorrer à presidência. As empresas offshore de Zelensky estavam nas Ilhas Virgens Britânicas, Chipre e Belize. Seus parceiros de corrupção receberam empregos de prumo no poder executivo de seu governo.

O gabinete de Zelensky disse na época que o uso dessas empresas tinha como objetivo protegê-lo das forças pró-Rússia, informou a Al Jazeera. O relatório disse que duas das empresas offshore pertenciam aos parceiros de Zelensky e compraram “três propriedades luxuosas no centro de Londres”. Esses documentos diziam que Zelensky transferiu sua participação em uma de suas empresas offshore para um importante assessor e ex-parceiro de negócios, Sergiy Shefir [tentaram assassiná-lo em um atentado em 2021], pouco antes de ser eleito.

O escritório de Zelensky disse que essas empresas foram criadas para proteger a renda do grupo do ex-presidente ucraniano Viktor Yanukovych, que era considerado pró-Rússia. A reportagem da Al Jazeera disse que o escritório de Zelensky não respondeu às evidências de que sua esposa continuou a receber dividendos de uma empresa offshore.

A Ucrânia, de longe, teve o maior número de políticos citados no vazamento dos Pandora Papers, com 38. A Rússia ficou em segundo lugar com 19. Iryna Gerashchenko, legisladora do partido do ex-presidente Petro Poroshenko, alegou que Zelesnky cometeu evasão fiscal.

“Ele e seus cúmplices levaram fundos para o exterior sem pagar impostos ao orçamento ucraniano”, ela twittou. Zelensky derrotou o bilionário em 2019.

Ihor Kolomoysky

O relacionamento de Zelensky com Ihor Kolomoysky, um judeu khazar e oligarca ucraniano [o “criador” da ‘criatura’], também foi examinado depois que surgiram relatos de um pagamento secreto de US$ 41 milhões à empresa de mídia offshore de Zelensky chamada Kvartal 95.

Iryna Venediktova , promotora-chefe da Ucrânia, disse a repórteres em 2021 que as revelações “não surpreenderam” as agências policiais do país, informou o bykvu.com. Ela questionou a veracidade do relato. Kolomoysky foi um grande defensor e incentivador da candidatura de Zelensky à presidência da Ucrânia.

Ele foi classificado como a segunda ou terceira pessoa mais rica da Ucrânia (depois de Rinat Akhmetov e/ou Viktor Pinchuk ) e foi visto como um dos oligarcas mais influentes.  Ele co-fundou o PrivatBank e sua extensão informal das empresas Privat Group em 1992, e adquiriu extensas participações de mídia. Atuou como governador de Dnipropetrovsk Oblast de 2014 até sua demissão pelo presidente Petro Poroshenko em 2016. Naquele ano, após acusações contra ele de fraude em grande escala, o PrivatBank foi tomado como propriedade estatal.

O poder de mídia e o financiamento de Kolomoisky apoiaram Volodymyr Zelenskyy em sua bem-sucedida campanha presidencial de 2019. Ele foi acusado pelo presidente Petro Poroshenko de ter sua ex-estrela de canal de TV, Zelensky em seu “bolso”.

Em 2021, os Estados Unidos proibiram o judeu khazar Kolomoisky e sua família de entrar no país, citando a ameaça representada por suas práticas corruptas à fé do público ucraniano nas instituições democráticas. Respondendo a uma investigação criminal em andamento nos EUA, Zelenskyy despojou Kolomoisky de sua cidadania ucraniana por decreto presidencial em julho de 2022.

Em 20 de julho, o Ukrainska Pravda informou pela primeira vez que a cidadania de Kolomoysky havia sido revogada devido à sua dupla cidadania. O judeu khazar Kolomoysky tem cidadania em Israel, Chipre e Ucrânia.

O Kyiv Independent informou que Kolomoysky tem participações em petróleo, metalurgia, mídia de massa e empresas bancárias. Certa vez, ele brincou que a lei ucraniana proíbe a dupla cidadania, “mas não diz nada sobre a tripla cidadania”. Os Pandora Papers sugeriram que Zelensky estava envolvido com lavagem de dinheiro do PrivatBank de Kolomoysky, que ajudou o comediante presidente a comprar um apartamento em Londres.

Zelensky também tem “uma vila de 15 quartos na Itália” que ele não divulgou em sua declaração de bens públicos enquanto concorreu ao cargo presidencial em 2019.

O jornal italiano Il Tirreno noticiou recentemente que a vila, que ainda é propriedade de Zelensky, foi alugada a uma mulher da ex-URSS que agora vive em Londres. O relatório observou que a mulher provavelmente alugou a vila por meio de terceiros, mas é notável porque Kyev está pedindo à UE que proíba os turistas russos de entrarem na Europa.

Após pedido de esclarecimentos, o escritório de Zelesnky encaminhou o The Trends Journal para uma declaração da empresa italiana de administração de propriedades, San Tommaso SRL. A empresa negou a informação de que a propriedade foi alugada para uma mulher da Federação Russa.

Zelensky e sua recusa ao Serviço militar

Durante a campanha de 2019, a história de esquiva de Zelensky se tornou um ponto focal que o ex-presidente Petro Poroshenko tentou explorar. Em 13 de abril de 2019, o Ministério da Defesa da Ucrânia foi ao Facebook para confirmar que Zelensky ignorou quatro convocações preliminares em 15 de abril de 2015, 23 de junho de 2014, 15 de agosto de 2014 e 10 de outubro de 2015. “O cidadão Zelensky VO não chegou ao comissariado militar em sua chamada”, dizia o post.

Lembrete: o presidente #Zelensky é um trapaceiro. O Ministério da Defesa da #Ucrânia enviou-lhe QUATRO convocações de recrutamento em 2014-2015. Todos foram ignorados. Ele nunca serviu no exército, mesmo quando seu país o chamou para defender sua soberania e integridade territorial”.

https://twitter.com/GicAriana/status/1484759172319170563?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1484759172319170563%7Ctwgr%5E9eba2d8501b16de2387e9dfdab2b39e3a5c68b81%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.globalresearch.ca%2Fukraine-hero-comedian-president-zelensky%2F5793492

O Ministério da Defesa e o escritório de Zelensky não responderam aos e-mails pedindo comentários do The Trends Journal. Zelensky é criticado desde o início da invasão por não permitir que homens em idade de combate deixem o país e usar a estratégia de emitir intimações militares em postos de gasolina, boates, restaurantes e outras áreas públicas.

O New York Times informou que os jovens na Ucrânia são obrigados a prestar serviço militar “a menos que se enquadrem em uma categoria isenta, como estar matriculado em uma universidade, ter uma deficiência ou ter pelo menos três filhos”.

Corrupção Descontrolada 

O Tribunal de Contas Europeu divulgou um relatório especial em setembro que constatou que a “grande corrupção e a captura do Estado” ainda estavam generalizadas na Ucrânia, apesar de 20 anos de esforços da União Europeia para intervir e ajudar em sua agenda de reformas.

“A UE está ciente das conexões corruptas entre oligarcas, funcionários de alto nível, políticos, o judiciário e as empresas estatais. No entanto, não desenvolveu uma estratégia real para combater a grande corrupção”, disseram os auditores em um comunicado.

Até a invasão russa, a UE foi o maior doador para a Ucrânia. A Comissão Europeia comprometeu cerca de 5,6 bilhões de euros em programas de assistência macrofinanceira e 2,2 bilhões de euros em programas de assistência desde 2014, disse o comunicado. A Comissão também garante empréstimos do Banco Europeu de Investimento no valor de 4,4 mil milhões de euros.

Juhan Parts, membro dos Tribunais de Contas Europeus responsável pelo relatório, “apesar do apoio variado que a UE ofereceu à Ucrânia, oligarcas e interesses adquiridos continuam a minar o Estado de Direito na Ucrânia e a ameaçar o desenvolvimento do país”. O relatório de 2022 da Freedom House lista a Ucrânia como “parcialmente livre”, com uma pontuação de 61 em 100 possíveis.

TENDÊNCIA: Apenas um mês antes da guerra, a Bloomberg informou que a economia ucraniana estava em queda livre e precisava de uma injeção de US$ 5 bilhões para se estabilizar. Os EUA já forneceram a Kyev dezenas de bilhões em apoio financeiro durante a guerra, mas expressaram preocupações em 9 de outubro de 2021 que Kyev estava demorando demais para controlar a corrupção desenfreada. “A UE e os EUA estão muito decepcionados com atrasos inexplicáveis ??e injustificáveis ??na escolha do chefe da Promotoria Especializada Anticorrupção, um órgão crucial na luta contra a corrupção de alto nível”, disse a Embaixada dos EUA em Kyev em 1º de outubro de 2021, de acordo com a AP. “Pedimos à comissão de seleção que retome seu trabalho sem mais atrasos. O fracasso em avançar no processo de seleção prejudica o trabalho das agências anticorrupção, estabelecidas pela Ucrânia e seus parceiros internacionais”, afirmou. O Palhaço presidente Zelensky chegou a ser acusado de usar sua política de “desoligarquização” como arma política enquanto esta no poder.


{Excerto do post: EUA “CONFISCOU” as reservas de ouro da Ucrânia

As Reservas totais de ouro da Ucrânia foram “evacuadas” para os EUA secretamente  ainda no começo do mês de Março. Sorrateiramente, às 2 horas da manhã [do dia 7 de Março de 2014] um avião de  transporte  de cargas não identificado estava na pista do Boryspil International Airport em Kiev. Segundo a equipe do aeroporto, antes da vinda do avião chegaram ao local quatro caminhões e dois miniônibus Volkwagen, todos eles sem placas de identificação…

Quinze pessoas com uniformes negros, usando máscaras e armadura corporal saíram, alguns pesadamente armados com metralhadoras. Eles carregaram o avião com mais de 40 pesadas caixas. Depois disso chegou um homem misterioso que entrou no avião. Todo o carregamento foi feito às pressas. O avião decolou numa condição em base de emergência (emergency basis)…}


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


{Nota de Thoth: Em breve haverá um novo papa, será um francês, e será o ÚLTIMO  . . .  A estrondosa queda da “Estátua de Nabucodonosor“, com o fim do Hospício e os psicopatas da civilização ocidental e a própria destruição da região da cidade de Roma [incluso a cloaca do Vaticano] estão bem próximos de acontecer. O Hospício Ocidental, o circo do G-7 [do qual dois marionetes já caíram, Mario Draghi e Boris Johnson], os ditos “Países de Primeiro Mundo” vão fazer face ao seu carma “liberal“}


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *