browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Atropelando os caminhoneiros canadenses o ‘Great Reset’ se torna o ‘Grande Despertar’

Posted by on 22/02/2022
Cosmo K, o analista pleno (@engenheiroobs) / Twitter

Há poucas palavras para descrever a profundidade da depravação do primeiro-ministro canadense, o covarde marionete do WEF, Justin Trudeau. Eu não vou nem tentar. Esta é uma pessoa (porque nenhum homem de verdade jamais “governaria” como ele) que está tão mal preparada para seu trabalho que nem sabe como ler corretamente o roteiro preparado de antemão.

O protesto do ‘Comboio da Liberdade’ dos caminhoneiros canadenses abraçado pela população era tudo diversão e jogos fazendo memes de Trudeau/Hitler até ontem, quando os executores de Trudeau a cavalo pisotearam uma velha senhora em seu andador.

Atropelando os caminhoneiros canadenses o ‘Great Reset’ se torna o ‘Grande Despertar’

Fonte: Tom Luongo

Um homem com algum senso de decência não envia homens a cavalo para enfrentar uma multidão pacífica de seus próprios cidadãos. A única coisa pior do que isso são as pessoas comentando sobre isso dizendo alguma variação de ‘bem, ela mereceu’.

  • Sim, ela poderia ter ido para casa.
  • Sim, ela poderia ter tomado a injeção mRNA.
  • Sim, ela poderia ter apenas cumprido bovina e obedientemente [caso da maioria de zumbis obedientes] o que Justin Trudeau disse a ela para fazer.

Mas Trudeau também poderia ter escolhido diferente. Em vez de agir como um garotinho assustado preocupado em enfrentar o ridículo público, ele poderia ter se apresentado e se encontrado e negociado com os manifestantes. Em vez disso, ele fez o que todos os meninos-imperadores já fizeram, escolheu a violência e a intimidação, novamente usando a tirania ao invés do diálogo com seu próprio povo.

Aqueles que culpam as vítimas são piores do que o covarde marionete {WEF] pusilânime Justin Trudeau. Eles nunca admitirão isso, nem para si mesmos, mas sua crença no Estado como árbitro moral é abalada em seus fundamentos quando coisas assim acontecem.

Então eles se gabam de jogar jogos estúpidos, ganhar prêmios estúpidos. Empatia? Quem precisa disso no Admirável Mundo Novo dos lacaios e marionetes do Fórum Econômico Mundial-WEF de Davos .

Os contrários aos protestos têm suas razões, mas nenhuma delas é moralmente justificada. Porque se você permitir que o Estado, uma construção imoral em sua essência, defina sua moralidade, aceitando bovinamente a sua tirania, você sempre terá que justificar a tirania para permanecer do lado dos anjos.

Culpar a vítima é a coisa mais fácil de se fazer. Quantos estupradores alegaram que “ela merecia?” Quantos abusadores todos os dias culpam as pessoas que abusam porque têm vergonha de admitir que estão errados?

Estamos todos impuros agora

A parte do Grande Reset referente ao COVID-19 sempre foi sobre ampliar as divisões entre as pessoas, raças, credos, sociedade, etc… pois enquanto estamos divididos alguém nos manipula e governa. O grande medo dos políticos canadenses chefiados pelo medroso covarde Trudeau É A UNIÃO DOS CANADENSES contra as sua medidas arbitrárias.

Para criar uma nova religião em torno do vírus covid. Seu sacramento é a vacina. Sua oração do Senhor está demonizando a ivermectina e confiando na “ciência”. Sua vestimenta é a “focinheira” [máscara]. Seu “amém” é “em nome da saúde pública”.

Levou a tal desumanização que aqueles que não obedecem aos “sumos sacerdotes” da religião covid agora merecem seu destino.

Outro grande marionete do falido sistema de controle é o italiano Mario Draghi [dragões] na Itália declarou que os italianos não vacinados não faziam mais parte da sociedade italiana.

E, de certa forma, infelizmente, os apoiadores de Trudeau e de suas restrições estão certos. Sempre se tem a opção de aceitar o abuso se a alternativa for a morte. Aquela senhora com seu andador não foi à Praça do Parlamento com essa escolha em mente porque, infelizmente, ela ainda acreditava na religião do Estado como parceira subordinada do povo na formação da sociedade.

Essas ilusões finais foram totalmente pisoteadas aos olhos de milhões ao redor do mundo. Politicamente, não há como voltar atrás para o marionete Justin Trudeau. Ele, junto com seus apoiadores, se esconderá atrás de seu ‘enfrentamento’ e se recusará a aceitar a responsabilidade por suas ações.

A polícia de Ottawa está fazendo a mesma coisa, divulgando desinformação sobre tentar tropeçar nos cavalos e prejudicar os policiais. A essa altura, aqueles que ainda trabalhavam em Ottawa também fizeram uma escolha, ficar do lado dos tiranos e abraçar seu próprio ego interior.

Muitos deles vão gostar de finalmente controlar a violência que apodrece em suas almas, afinal, é por isso que muitos deles se tornaram policiais em primeiro lugar. Aqueles que ainda têm sua humanidade estão agora decidindo se vão ou não vão embora. Se continuarem, perderão o que resta de sua humanidade, assim como os homens durante a Segunda Guerra Mundial.

E a verdadeira face do “Monstro” agora foi revelada.

Sem zelo por mais tirania

Agora, por pior que as coisas estejam no Canadá, na Nova Zelândia, a primeira-ministra Jacinda Ardern, tentou seguir o roteiro de Trudeau para reprimir os protestos em Wellington. E de todos os relatórios lá, seus esforços falharam completamente. Ela convocou uma reunião essencialmente do conselho de segurança nacional na quinta-feira.

Não temos relatórios sólidos do que aconteceu.

Portanto, o silêncio sobre o resultado dessa reunião fala muito. Os militares não estavam dispostos a se envolver, assim como aconteceu com Trudeau no Canadá.

Além disso, o comissário de polícia da Nova Zelândia, Andrew Coster, fez uma declaração pública dizendo que a negociação era o caminho a seguir , algo que Arden rejeitou imediatamente, assim como Trudeau, ambos lendo o mesmo roteiro de seus mestres do WEF de Davos.

Coster disse que as negociações e a redução da escalada são as únicas maneiras seguras de resolver o protesto e que ele continuará conversando com os manifestantes. A polícia diz que há cerca de 800 manifestantes, mas os números podem aumentar no fim de semana.

Coster disse que qualquer ação policial forçada arriscaria ferimentos ao público e poderia tornar violento um protesto amplamente pacífico, além de aumentar o número de manifestantes.

O chefe de polícia de Ottawa, Peter Sloly, tentou manter a linha contra a megalomania covarde do menino assustado Trudeau no início desta semana. Isso resultou em sua renúncia, presumivelmente porque ele não daria a ordem para expulsar os manifestantes e bater em suas cabeças, e um executor mais flexível à agenda draconiana foi colocado em seu lugar.

O resultado é o que estamos testemunhando agora em Ottawa.

A obscenidade casual neste clipe é o comentário dos apresentadores, jornalistas pro$tituta$ dos mesmos mestres de Trudeau, sobre a restauração da ordem pública pela polícia.

A realidade é que Ardern e Trudeau estão por um fio porque a opinião pública já se voltou irreversivelmente contra eles. A única coisa que sustenta Trudeau neste momento é o choque com a velocidade com que ele escalou os eventos. Esse choque vai passar muito em breve.

Se o parlamento não agir para limitar/censurar ou simplesmente se livrar desse idiota covarde, os canadenses terão um problema muito maior em suas mãos. Muitos canadenses ainda estão se perguntando: “Isso é o Canadá?” Quando eles deveriam estar dizendo: “Isto não é o Canadá”. Pare de pedir permissão para se sentir indignado e sinta a indignação.

Na Nova Zelândia, o véu de autoridade para Arden é mais fino graças aos erros de Trudeau em Ottawa. Sem dúvida, eles estão vendo as mesmas coisas que nós e não querem fazer parte disso. As facas sairão rapidamente para Ardern se ela não recuar.

Eu digo o tempo todo, fantasmas iniciam guerras civis, militares acabam com elas. No Canadá, a guerra civil está apenas começando. O que não vimos na Nova Zelândia significa que provavelmente acabou antes que alguém percebesse que estava em um mesmo evento.

A “Grande Reinicialização” depende de marionetes (candidatos à) tiranos como o covarde Justin Trudeau para vencer através do medo, da intimidação e da corrupção banal de pessoas fracas para apoiá-los. A cada imagem de pessoas pacíficas sendo pisoteadas pelas tropas de assalto canadenses, mais pessoas despertam do sono da mentira confortável de que “o governo” nos protege do caos.

O Estado é isso gente, violência. Sempre foi. É por isso que Klaus Schwab e seus asseclas como Trudeau, Ardern, Biden, Macron, Boris Johnson, et caterva… e outros falharão. Não há nenhuma lei que essas pessoas reconheçam. Não há restrição em seu comportamento que eles acham que é justificado por sua causa [agenda] sagrada.

Quanto mais cedo aceitarmos isso, como muitos dos caminhoneiros que organizaram esse protesto, mais cedo todos poderemos começar a diminuir a divisão incentivada e manipulada por eles, pois esses indivíduos tem um medo mortal de que todos nós nos unamos contra eles.

Deixo a última palavra para o Viva Frei.


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é anjo-espada-colheita-01.png

“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.