browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Khazares, Dinastia Rothschild, Nova Ordem Mundial, Ucrânia e a Implementação da Agenda Nephilim

Posted by on 12/04/2022

Durante um podcast, Clif High fez um comentário tentador: “Em 1666 Sabbatai Zevi, um khazar que se autoproclamou o messias dos judeus … [Zevi] disse que estava tudo bem para qualquer um dos khazares fingir ser um judeu, mas praticar sua verdadeira religião, que é essa variante da adoração a Satanás que foi inculcada no Talmud em linguagem oculta”. Intrigados com este comentário, pesquisamos um pouco mais sobre os judeus khazares e encontramos o trabalho da Dra. Laura Sanger e os Nephilim.

Khazares, Dinastia Rothschild, Nova Ordem Mundial, Ucrânia e a Implementação da Agenda Nephilim

Fonte: DailyExpose.uk

Embora não possamos garantir que você acredite, prometemos que você não ficará entediado.

A Dra. Laura Sanger é psicóloga clínica e autora. Em 22 de março, ela se juntou ao podcast Blurry Creatures , apresentado por Nate Henry e Luke Rodgers, para dar sua primeira discussão pública sobre os khazares e o que ela acredita ser um leito quente de criação de hospedeiros Nephilim.  Com o que está acontecendo entre a Rússia e a Ucrânia, a compreensão da história da Khazaria trará mais perspectiva para esse conflito, disse a Dra. Sanger.

Você pode ouvir o podcast Blurry Creatures, The Khazarian Kid(s) with Dr. Laura Sanger , AQUI .

Introdução

Os khazares eram um povo violento e guerreiro da Ásia que migrou para o extremo norte do Mar Cáspio no século I a.C. Os khazares eram tão violentos que rapidamente acumularam quase 1.000.000 milhas quadradas conquistando as sociedades agrárias na região do Cáucaso. O reino Khazar abrangeu o que hoje é a Ucrânia e partes da Europa Oriental.

Os judeus khazares da família Rothschilds, que são seres Nephilim, e sua máfia khazar ganharam uma posição nas nações em todo o mundo desde meados do século XVIII. Os tentáculos da Casa dos Rothschild atingem a política monetária de 85% dos países do mundo, são os criadores do sistema de Banco Central e do BIS, Banco de Compensações Internacional, mas a Rússia se libertou dos tentáculos do sistema de controle financeiro-monetário dos Khazares Rothschilds.

Putin trabalhou agressivamente para pagar a dívida com o FMI, um banco também controlado pelos Rothschild, e em 2006 a dívida da Rússia com o FMI foi paga. Putin extraiu com sucesso a Rússia do domínio dos Rothschilds. Por este feito heroico, Putin tem sido caracterizado como o principal inimigo e vilão desde então.

Os “Anfitriões Nephilim são habilidosos em táticas de difamação e a maior parte do mundo ocidental bebeu o Kool-Aid deles. Não estou sugerindo que Putin seja um santo, mas devemos lembrar que ele enfrentou as hostes Nephilim em 2006 e está enfrentando as hostes Nephilim que governam a Ucrânia hoje”, escreveu Sanger em um artigo recente’ Raízes khazares na Ucrânia‘. que cobre os primeiros 50 minutos ou mais do podcast Blurry Creatures.

Raízes khazares na Ucrânia

“Anfitriões Nephilim” é um termo que Sanger cunhou em seu livro: ‘As Raízes do Federal Reserve: Traçando os Nephilim desde Noé ao Dólar Americano‘. Ela explicou ao Blurry Creatures: “Anfitriões Nephilim são indivíduos que fizeram parceria com as forças espirituais das trevas para realizar a agenda Nephilim” de controle total da humanidade e da Terra. Uma agenda para contaminar o genoma humano através da propagação de uma raça híbrida, cujo propósito é derrubar o Reino de Deus.

Em sua essência, a agenda Nephilim tem o objetivo de nos despojar de nossa humanidade.  Sanger identifica quatro traços Nephilim: violento sem remorsos; envolver-se em degradação sexual ritualística; desonestidade em transações de qualquer tipo; e, traficantes e escravização de seres humanos.

De acordo com Sanger, as diferenças entre Nephilim, “Anfitriões Nephilim” e pessoas demonizadas [possuídas] são:

  • Nephilim são híbridos, parte humana e parte espiritual.
  • “Anfitriões Nephilim” são seres humanos que se associam com as forças espirituais das trevas para realizar a agenda Nephilim.
  • Pessoas demonizadas são pessoas que têm demônios que residem dentro delas, mas não tentam intencionalmente realizar a agenda dos Nephilim.

“Então, proponho que todos os “Anfitriões Nephilim” sejam demonizados, mas nem todas as pessoas demonizadas sejam “Anfitriões Nephilim””, disse Sanger.

A História dos [judeus] Khazares

Quando se trata da Ucrânia e dos khazares, é lamentável que não possamos recorrer aos livros de história porque a história é curiosa e cuidadosamente silenciosa sobre os khazares. A razão pela qual falar sobre os khazares é tão sensível é porque traz à tona a questão controversa: quem são os verdadeiros judeus, os verdadeiros filhos de Deus? Uma pergunta difícil de responder, disse Sanger, e não uma que ela faria durante este podcast em particular.

Os khazares foram forçados a assimilar o judaísmo em suas vidas cotidianas. Um dos especialistas em khazares foi Benjamin Freedman, um agente sionista que se afastou do sionismo em 1945 e descreveu os khazares como uma nação pagã e:

“As formas vis de excesso sexual toleradas pelos khazares como sua forma de culto religioso produziram um grau de degeneração moral que o rei dos khazares não podia suportar. No século VII, o rei Bulan… decidiu abolir a prática do culto fálico… e selecionou a futura religião do estado como… o ‘Talmudismo’, e agora conhecida e praticada como o atual ‘Judaísmo’.” – Fatos são fatos: A verdade sobre os khazares (os chamados judeus) , Benjamin Freedman, 1954, pg. 53

Outro especialista é Louis Finkelstein, um estudioso do Talmud, que afirmou que as doutrinas e práticas dos fariseus, ou farisaísmo, tornaram-se o talmudismo e:

“O talmudismo tornou-se o rabinismo medieval, e o rabinismo medieval tornou-se o rabinismo moderno. Quando o judeu… estuda o Talmud, na verdade está repetindo os argumentos usados ​​nas academias palestinas”. – Os fariseus, Louis Finkelstein , Prefácio, pág. xxi

Matthew Johnson , ex-professor de história e ciência política especializado em história russa e ucraniana, afirmou em sua ‘Defending the Khazar Thesis of the Origin of Modern Jewry‘:

“A teoria Khazar sugere que não há conexão entre israelitas e judeus. No entanto, mesmo que houvesse, a religião do judeu moderno não tem qualquer relação com a fé israelita, que é veementemente condenada no Talmud… Ao adotar a ética do Talmud, eles adotaram a mentalidade dos fariseus, cuja arrogância serviu como fundação inicial do Talmud.”

Esta linha de fariseus, até hoje, trabalha ativamente para destruir os ensinamentos de Cristo. Os Nephilims influenciam os “Anfitriões Nephilim” através dos Khazares. Quando a conversão em massa dos khazares aconteceu, eles implementaram o Talmud, o ensinamento farisaico, em todas as partes da sua sociedade.

O reino khazar foi mais tarde conquistado pelos filhos de Genghis Kahn no início do século XIII.  Isso causou uma diáspora dos khazares, que eram judeus asquenazes, [de origem caucasiana, não semita descendentes de Sem, filho de Noé] na Europa Oriental. O reinado dos khazares não terminou, eles se espalharam. Eles se espalharam por todas as diferentes partes da atual Europa Oriental.

RELACIONADOS:

Em ‘A Short Study of Esaú-Edom in Jewry ‘ C.F. Parker concluiu, e a maioria dos historiadores da época concordou, existem duas categorias de judeus modernos: judeus asquenazes [os khazares] e judeus sefarditas. Um dos três elementos que compunham os judeus asquenazes eram os prosélitos, ou convertidos, incluindo os khazares. Embora vários estudiosos e historiadores acreditem que os judeus asquenazes venham da Alemanha, há um crescente corpo de evidências que apontam para suas origens como a khazaria [Ucrânia].

Os Rothschilds e a Máfia Khazariana

“O império Khazar tinha um pequeno mas poderoso grupo de banqueiros judeus em Kiev já no século X.” – The Regime: Usury, Khazaria and the American Mass, de Matthew Johnson.

Os Rothschilds são judeus khazares, “eles são sem dúvida os mais influentes “Anfitriões Nephilim da Era Comum”, disse a Dra. Sangar, “a família Rothschild e sua máfia khazariana ganharam uma posição em quase todos os países desde meados dos anos 1800”.

O patriarca da dinastia bancária Rothschild é Mayer Amschel Bauer. Ele fez parceria com Adam Weishaupt que instituiu a ordem dos Illuminati em Ingolstadt, na Baviera. Juntos, Rothschild e Weishaupt desenvolveram um plano de sete atitudes para dominar o mundo ao criarem os ILLUMINATI:

  1. Abolir todos os governos nacionais
  2. Abolir toda propriedade privada
  3. Abolir a herança
  4. Destruir o patriotismo
  5. Destruir o Cristianismo
  6. Destruir a unidade familiar
  7. Criar um governo mundial ou uma Nova Ordem Mundial

Este plano se tornou o projeto de longo prazo para realizar a agenda de domínio dos Nephilim, disse Sanger, isso foi lançado, pelo menos, por Rothschild e Weishaupt em 1776, o mesmo ano da independência dos EUA. Este é essencialmente o livro de uma Revolução Colorida – destruir a história, destruir a unidade de qualquer sociedade, A FAMÍLIA tradicional. Este também é o Fórum Econômico Mundial, de Klaus Schwab, com uma pitada de comunismo.

Embora fosse um tópico para outro momento, disse Sanger, os Rothschilds foram os tesoureiros do Vaticano e das principais casas reais dos países europeus, então filtram tudo e tudo se conecta.

Como Podemos nos Libertar do Sistema de Escravidão Nephilim?

“Como psicóloga, também estou tentando aumentar a conscientização sobre o controle mental que realmente tomou conta de nossa geração”, disse Sanger, “como nos tornamos tão enganados, comprando o gancho narrativo, engolindo a linha, a vara e a chumbada?”

É por causa das táticas de controle mental dos “Anfitriões Nephilim”. Por exemplo, a situação com a Rússia e a Ucrânia . Fomos condicionados a acreditar, por meio da narrativa da mídia corporativa, que “a Rússia é má”.

O que nos foi comunicado sobre a guerra é pura propaganda e isso vem acontecendo há séculos, disse Sanger, “fomos constantemente enganados por nossa mídia e nossos políticos eleitos. Se não fizermos nossa própria pesquisa e se não usarmos nossas habilidades de pensamento crítico [discernimento], acabamos caindo na armadilha [do controle mental].”

Artigo de leitura obrigatória: Ucrânia e a família dos ‘abutres financeiros’ dos Rothschild .

A experiência de Orwell durante a Guerra Espanhola é apenas um exemplo do que nos acontece durante a propaganda de guerra.

“A história parou em 1936”, ao que ele acenou com a cabeça em compreensão imediata. Ambos pensávamos no totalitarismo em geral, mas mais particularmente na guerra civil espanhola. Desde muito cedo percebi que nenhum acontecimento é relatado corretamente em um jornal, mas na Espanha, pela primeira vez, vi notícias de jornais que não tinham qualquer relação com os fatos, nem mesmo a relação que está implícita em um mentira”.

Vi grandes batalhas relatadas onde não houve luta e silêncio completo onde centenas de homens foram mortos. Vi tropas que lutaram bravamente denunciadas como covardes e traidoras, e outras que nunca viram um tiro disparado saudadas como heróis de vitórias imaginárias; e vi jornais em Londres vendendo essas mentiras e intelectuais ansiosos construindo superestruturas emocionais sobre eventos que nunca haviam acontecido”.

Eu vi, de fato, a história sendo escrita não em termos do que aconteceu, mas do que deveria ter acontecido de acordo com o interesse de várias “linhas partidárias”. – Olhando para trás na Guerra Espanhola , George Orwell, 1943, pg. 11

Os “Anfitriões Nephilim” gostam de se gabar de seus planos, por exemplo, Henry Kissinger [UM JUDEU KHAZAR] em 1992, que disse:

“Hoje os americanos ficariam indignados se as tropas da ONU entrassem em Los Angeles para restaurar a ordem; amanhã eles serão gratos! Isso é especialmente verdadeiro se lhes dissessem que havia uma ameaça externa vinda de fora, real ou promulgada, que ameaçava nossa própria existência. É então que todos os povos do mundo irão implorar aos líderes mundiais para livrá-los deste mal. A única coisa que todo homem teme é o desconhecido. Diante desse cenário, os direitos individuais serão voluntariamente renunciados pela garantia de seu bem-estar concedido a eles por seu governo mundial”. – Henry Kissinger, Discurso à Grupo Bilderberg, 1992

Se pensarmos em QUEM está atualmente apoiando a Ucrânia e difamando a Rússia, “temos o pântano do Deep State de Washington DC, a grande mídia pre$$titute$ e a população de [idiotas] “acordados” [wokism] que adora o sinal da virtude”, disse Sanger, e “nos perguntamos: essas são as pessoas em quem realmente devemos confiar?” Essas são as mesmas pessoas que nos despojaram de nossas liberdades para “achatar a curva” ou nos censuraram porque estávamos questionando “a ciência” durante a pandemia covid.

Portanto, se usarmos nossas habilidades de pensamento crítico, a narrativa que está sendo apresentada para nós provavelmente nem será precisa. Putin expulsou o banco central dos Rothschilds da Rússia há vários anos e acabou com a dependência do FMI, disse Sanger, o que nos diz que ele não faz parte desse sistema de controle da Cabala.

A censura imposta às emissoras russas visa claramente impedir que a narrativa oficial seja refutada pelos fatos. Mas enquanto a mídia ocidental mostra imagens do videogame War Thunder ( aqui ), frames do filme Star Wars ( aqui ), explosões na China ( aqui ), vídeos de desfiles militares ( aqui ), imagens do Afeganistão ( aqui ), a Metrô de Roma ( aqui ) ou imagens de crematórios móveis ( aqui), passando-os como cenas reais e recentes da guerra na Ucrânia, a realidade é ignorada porque já foi decidido provocar um conflito como arma de distração em massa que legitima novas restrições de liberdades nas nações ocidentais, segundo os planos da Grande Reinicialização do Fórum Econômico Mundial e a Agenda 2030 das Nações Unidas. – Declaração de Mons. Carlo Maria Viganò sobre a crise Rússia-Ucrânia , A guerra ucraniana nos planos da NWO, 7 de março de 2022

O conflito Ucrânia-Rússia tem sido usado para levar a população do medo da Covid ao medo de uma guerra nuclear. É uma arma de distração em massa porque eles querem lançar sua agenda Illuminati que foi desenvolvida desde 1776.

O medo é o condutor final do controle da mente. Eles querem nos manter presos ao medo porque, quando vivemos com medo, nossa capacidade de processar informações diferenciadas é prejudicada – é mais provável que sigamos cegamente os outros sem usar habilidades de pensamento crítico.

Na maioria das vezes, “o medo é um grande mentiroso” e a mídia desempenha um papel enorme aqui, pois lança histórias que determinam se devemos pensar que algo é arriscado, aumentando a percepção de risco das pessoas, por exemplo, estatísticas diárias de morte mostradas pela mídia corporativa aumentando nossa percepção de risco do Covid.

Os psicólogos referem-se a essa tática usada pela mídia corporativa como a heurística da disponibilidade . “Essencialmente… quando as histórias são contadas repetidamente, isso cria medo, então isso se destaca em nossa cabeça e tomamos decisões com base nisso”, explicou Sanger, “quando os Anfitriões Nephilim podem controlar nossa mente através de toda essa pornografia de medo que está sendo colocada através da grande mídia, quando eles controlam nossa mente, eles nos capturam e nos controlam. Perdemos nosso senso de soberania como indivíduo.”

A libertação do sistema de escravidão começa com a libertação do controle da mente e do MEDO.  Quanto menos você os temer, menos poder eles têm sobre você. Em vez de basear as decisões no medo, busque o que combate o medo – o discernimento, a verdade e o amor.

Fontes consultadas:


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to Khazares, Dinastia Rothschild, Nova Ordem Mundial, Ucrânia e a Implementação da Agenda Nephilim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.